Como saber se a minha Bíblia é católica ou protestante?

…Quando hereges nos mostram as Escrituras canônicas – nas quais o cristão crê e confia – parecem dizer: “Oh, ele está restrito”. Contudo, não cremos neles, nem abandonamos a Tradição original da Igreja, nem acreditamos em outras coisas que não nos foram trazidas pela sucessão existente na Igreja de Deus…
(Orígenes da Alexandria – Séc IV)

Até aqui, vimos o que é a Bíblia, qual a sua finalidade, vimos que ela é a Palavra do Deus vivo, que narra a Salvação de Deus a seu povo amado. Vimos que a Bíblia não erra e nem se contradiz. Vimos também que a Bíblia é um livro confiável que foi guardado através dos tempos por pessoas sérias e comprometidas com o Reino de Deus. O grande problema é que depois da Reforma Protestante, Lutero fez uma enorme confusão, retirando da Sagrada Escritura, sete livros. Isso depois de mais de um milênio.

Desde então, a Bíblia Católica e a Bíblia Protestante são diferentes. Além destes sete livros, que vamos estudar mais adiante, existem outros aspectos que diferenciam uma bíblia da outra. Nesse trecho vamos entender o porque disso,  saber porque a Bíblia Católica é a mais confiável e verificar se a Bíblia que você tem em casa é católica ou protestante. É importante dizer a você, e eu preciso dizer isso, que embora não pareça, ter uma bíblia protestante ao invés de uma bíblia católica, se constitui em um certo risco para a sua fé. Mas não seria tudo a palavra de Deus?

Sim, mas a bíblia católica é a palavra de Deus seguramente traduzida e interpretada, com todos os livros que desde sempre foram interpretados como inspirados pela Igreja. Já as bíblias protestantes não tem essa segurança.

Para que você entenda as diferenças vamos enumerá-las:

1. Imprimatur – Esse termo significa “imprima-se”. Ele é dado sempre por um Bispo ou Cardeal, que depois que ler toda aquela tradução, deixa ali o atestado de que aquela tradução condiz com a Palavra que foi e é guardada por séculos e séculos. Ali, naquele imprimatur, você tem a certeza que a tradução foi corretamente feita, baseado naquilo que é atestadamente mais antigo e confiável. Isso não quer dizer que só foram Católicos que fizeram aquela tradução. A Igreja quando faz uma tradução procura os melhores especialistas. Por exemplo, existem traduções em que católicos, protestantes e judeus trabalharam juntos. Quando o resultado chega na mão do Bispo ou Cardeal, ele vai estudar tudo e dar a palavra final, ou seja: O imprimatur.

É importante saber que existem várias traduções confirmadas pela Igreja Católica (ou seja, todas com o imprimatur). Algumas são voltadas para um público mais simples, em que os tradutores optam por termos de mais fácil compreensão. Outras são voltadas para pessoas que desejam estudar a palavra. Eu particularmente gosto muito das versões da TEB e da CNBB (apesar de que a Bíblia mais aconselhável para estudo é a Biblia de Jerusalém).

Você pode encontrar o “imprimatur” logo nas primeira páginas da Bíblia. No caso da Bíblia da CNBB, a própria logomarca atesta a sua veracidade, tendo em vista que a CNBB é a Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil.

2. Histórico – Em todos os livros da Sagrada Escritura de uma Bíblia Católica, você vai encontrar um resumo histórico daquele livro. A Igreja Católica faz questão que haja esse resumo, para que o leitor possa se situar dentro do contexto histórico no qual esse livro foi escrito e assim evite interpretar aquele livro de uma forma errada.

Ali você vai ver em que ano aquele livro foi escrito, quem era o autor, como vivia o povo de Deus naquela época, e basicamente você encontra também ali os tópicos mais importantes. Além disso você tem uma série de informações sobre o gênero literário daquele livro e outras mais. Na Bíblia protestante nem sempre você encontra isso.

3. Rodapés – A Bíblia Católica tem no rodapé de cada página, explicações e referências de determinados versículos. Isso serve para sabermos os versículos que se relacionam, os significados de determinadas palavras e explicações de alguns trechos que possam parecer difíceis. É importante saber que se você tiver uma Bíblia tamanho grande (aquelas que geralmente uns católicos põem na estante aberta e só abrem para limpar), considerada bíblia de estudo, você terá maiores referências para pesquisa. A Bíblia Protestante não tem, pois acha que as pessoas que lêem a bíblia não precisam de ajuda.

Existe um quarto aspecto que já foi falado no Post Anterior (Podcast) que são os livros deuterocanônicos. Mas este merece um estudo a parte e com certeza vale a pena ficar ligado nos próximos posts.

Dominus Vobiscum

Anúncios

Um comentário sobre “Como saber se a minha Bíblia é católica ou protestante?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s