Estudo: Jesus não tinha irmãos -1ª Parte

Os cristãos protestantes costumam ensinar que Maria, Mãe de Jesus, teve outros filhos além de Nosso Senhor. O texto em que eles mais se baseiam é este:

“Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs, não vivem todas entre nós? Donde lhe vem, pois, tudo isso?”  (Mt 13,55-56)

Também no evangelho de São Marcos encontramos a mesma situação e o mesmo questionamento:

“Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito”. (Mc 6,3)

A primeira vista, basta esse simples argumento, para um cristão desavisado, ou que não se guie pela tradição da Santa Igreja, cair no erro de considerar que Maria de fato teria outros filhos. O grande problema de afirmar isso está no fato de que os que não creem na virgindade de Maria desprezam a tradição da Igreja, que para nós é uma fonte segura. A Santa Igreja nos ensina a interpretar a palavra segundo o contexto da época, e conhecendo o significado das palavras da época. E é ai que esses argumentadores caem no erro.

Veja: Nossos irmãos alegam que em diversos lugares, o Evangelho fala dos “irmãos” de Jesus, como por exemplo: “estando Jesus a falar, disse-lhe alguém:

“Disse-lhe alguém: Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar-te. ” (Mt 12, 46-47)

“Ora, a multidão estava sentada ao redor dele; e disseram-lhe: “Tua mãe e teus irmãosestão aí fora e te procuram. Ele respondeu-lhes: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” (Mc 3,31-32)

“A mãe e os irmãos de Jesus foram procurá-lo, mas não podiam chegar-se a ele por causa da multidão. A mãe e os irmãos de Jesus foram procurá-lo, mas não podiam chegar-se a ele por causa da multidão. “ (Lc 8,19-20).

É importante dizer que as Sagradas Escrituras não foram escritas em inglês, português ou italiano. Elas foram escritas em aramaico e grego na sua maioria, e nessas duas línguas, as palavras “irmão”, “irmã”, “irmãos” e “irmãs” podem denotar qualquer grau de parentesco. Isso eu não estou afirmando por mim mesmo. Qualquer especialista que conhece a tradição do povo da época poderá afirmar. Isto porque, as línguas hebraica e aramaica não possuem palavras que traduzem o nosso “primo” ou “prima”, e serve-se da palavra “irmão” ou “irmã”. No Antigo Testamento, a palavra hebraica “ha”, e a aramaica “aha”, são empregadas para designar irmãos e irmã do mesmo pai, e não da mesma mãe , sobrinhos, primos irmãos , primos segundos  e até parentes em geral. Existem muitos exemplos na Sagrada Escritura.

Tomemos então o livro de Gênesis no capítulo 11, versículo 27:

“Taré gerou Abraão, Naor e Harã; e Harã gerou a Ló” (Gn 11,27)

Podemos perceber que Ló era sobrinho de Abraão. Porém no capítulo 13, versículo 8 Abraão chama a Ló de irmão.

“Abrão disse a Lot: Rogo-te que não haja discórdia entre mim e ti, nem entre nossos pastores, pois somos irmãos”. (Gn 13,8)

Perceba que na verdade o tio disse ao sobrinho. E isso não é um caso isolado. Veja o que Abraão diz mais adiante:

“Abrão, tendo ouvido que Lot, seu irmão, ficara prisioneiro, escolheu trezentos e dezoito dos seus melhores e mais corajosos servos, nascidos em sua casa, e foi ao alcance dos reis até Dan”. (Gn 14,14)

Nota: Obviamente em algumas traduções bíblicas, para o português os tradutores já fizeram a distinção entre os graus de parentesco. Porém a escrita aramaica e hebraica usada nessa frase é a mesma: ha.

Vou deixar mais alguns textos para você estudar. Em todos eles, a palavra ha foi usada para definir laços e graus de parentesco.

“Busco meus irmãos, respondeu ele. Dize-me onde apascentam os rebanhos.” (Gn 37,16) – José do Egito procura seus irmãos de sangue. Aqui o grau de parentesco é real. São irmãos de fato.

Agora acompanhem isso…

“Os filhos de Aarão, Nadab e Abiú, tomaram cada um o seu turíbulo, puseram neles fogo e incenso e ofereceram ao Senhor um fogo estranho, que não lhes tinha sido ordenado”. (Lv 10,1)

Agora vejam:

“Moisés chamou Misael e Elisafon, filhos de Oziel, tio de Aarão, e disse-lhes: “Vinde elevai vossos irmãos para longe do santuário, fora do acampamento”. (Lv 10,4)

Logo se percebe que Nadab e Abiú não eram irmãos de Misael e Elisafon, mas primos. Aqui encontramos outro caso. Dessa vez a palavra irmãos definem um grau de parentesco entre primos. No próximo estudo iremos analisar a palavra irmãos no Novo Testamento onde a palavra irmãos em grego tem um outro Significado importante.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

   

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s