Evangelho do Dia: Porque não lhe destes crédito?

Do Evangelho Quotidiano

Naquele tempo, Jesus foi ao templo e, enquanto ensinava, foram ter com Ele os sumos sacerdotes e os anciãos do povo e disseram-lhe: Com que autoridade fazes isto? E quem te deu tal poder? Jesus respondeu-lhes: Também Eu vou fazer vos uma pergunta. Se me responderdes, digo-vos com que autoridade faço isto. De onde provinha o batismo de João: do Céu ou dos homens? Mas eles começaram a pensar entre si: Se respondermos: ‘Do Céu’, vai dizer-nos: ‘Porque não lhe destes crédito?’ E, se respondermos: ‘Dos homens’, ficamos com receio da multidão, pois todos têm João por um profeta. E responderam a Jesus: Não sabemos. Disse-lhes Ele, por seu turno: Também Eu vos não digo com que autoridade faço isto. (Mt 21,23-27)

Comentário do Evangelho do dia feito por São Cirilo de Jerusalém (313-350), bispo de Jerusalém e doutor da Igreja

Os profetas foram enviados com Moisés para curar Israel; mas cuidavam de Israel chorando, sem conseguirem dominar o mal, como disse um deles: Ai de mim! Desapareceram da terra os justos (Mq 7,1-2). […] Grande era a ferida da humanidade; desde a planta dos pés até ao alto da cabeça, não há nada de são em vós. Tudo são feridas, contusões, chagas vivas, que não foram curadas, nem ligadas, nem suavizadas com azeite (Is 1,6). Os profetas, esgotados pelas lágrimas, diziam: Quem dera que viesse de Sião a salvação de Israel! (Sl 13,7) […] E outro profeta suplicava nestes termos: Senhor, abaixa os céus e desce (Sl 143,5). As feridas da humanidade excedem os nossos remédios. Derrubaram os Teus altares e assassinaram os Teus profetas. (1R 19,10). A nossa miséria não pode ser curada por nós; é de Ti que necessitamos para nos reerguemos. O Senhor satisfez a oração dos profetas. O Pai não desprezou a nossa raça mortificada; enviou do céu o Seu próprio Filho como médico. O Senhor que procurais virá brevemente disse um profeta. Onde? No Seu santuário (Ml 3,1), onde apedrejastes o Seu profeta (2Cr 24,21). […] O próprio Deus disse ainda: Eis que Eu venho para morar no meio de ti, e muitas nações se unirão ao Senhor (Zc 2,14-15). […] Agora venho reunir todos os povos de todas as línguas, porque veio para o que era Seu, e os Seus não O receberam (Jo 1,11). Vens; e que dás Tu às nações? Eu virei para reunir os povos e colocarei no meio deles um sinal (Is 66,18-19). Com efeito, na sequência do Meu combate na cruz, cada um dos Meus soldados levará sobre a fronte o selo real (Ap 7,3). E outro profeta disse: Inclinou os céus e desceu, com densas nuvens debaixo dos Seus pés (Sl 17,10). Mas a Sua descida dos céus permaneceu desconhecida dos homens.

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s