Notícia:: Pesquisa americana afirma que adolescentes que assistem muita televisão são mais propensas a engravidar

Do ACI Digital com inserções do Blog Dominus Vobiscum

É bom quando um órgão não católico divulga notícias assim. Por mais que a Igreja e os católicos falem, e os inimigos da decência rebatam, Deus sempre manda o tiro de misericórdia. Óbvio que eles (os que defendem a promiscuidade e ganham dinheiro com isso) vão retrucar, mas contra fatos não existem argumentos. Um estudo da RAND Corporation, publicado na edição de novembro da revista Pediatrics, revelou que existe uma forte relação entre a gravidez de adolescentes e o conteúdo sexual dos programas de televisão.

O estudo, difundido este domingo pela cadeia CNN, afirma que adolescentes com alto nível de exposição a programas com conteúdo sexual estiveram duas vezes mais propensas a ficar grávidas que as que viram menos programas desse tipo em um período de três anos. A Igreja sempre orientou os pais e responsáveis para que tivessem uma participação ativa na programação televisiva dos seus filhos. Agora a pesquisa só vem ratificar aquilo que a Igreja sempre ensinou.

“Sabemos que se uma criança está vendo mais de uma hora de televisão por dia, e sabemos que há uma cena sexual no conteúdo a cada 10 minutos, então está recebendo uma quantidade considerável de conteúdo sexual“, disse Anita Chandra, autora principal do estudo e científica condutual no RAND.

A investigação analisou os resultados de três pesquisas entre 2.000 adolescentes de idades entre 12 e 17 anos durante os anos de 2001 a 2004. O estudo enfocou-se nos resultados dos mais de 700 participantes em todos os Estados Unidos que já tinham tido relações sexuais para o momento da terceira sondagem. Para a professora de pediatria clínica da Escola de Medicina Morehouse e diretora médica do Centro de Excelência em Saúde Sexual, Wimberly Yolanda, o resultado não é surpreendente (para mim também não).

Nesse sentido, a professora aconselhou os pais a falarem com seus filhos sobre estes temas e ensinem valores morais, porque poderão limitar sua exposição ao conteúdo sexual nos meios, já que também está a influência dos amigos e da Internet. Conformre informou a CNN, os peritos assinalam que os programas de televisão quase nunca retratam os riscos do sexo. Indicou que anteriores investigações também mostraram que os adolescentes com maior exposição a estes conteúdos são mais propensos a terem relações sexuais pela primeira vez no ano seguinte.

E o pior de tudo é que aqui no Brasil algumas TVs que se dizem cristãs acabam para ganhar dinheiro, colocando em seus programas noturnos e até diurnos, cenas que estimulam o “ficar” entre os jovens, sensualidade e coisas desse tipo. Atenção pais! Fiquem atentos ao que seus filhos assistem!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s