Estudo sobre a ressurreição de Cristo:: O sepulcro vazio

“Por que procurais entre os mortos Aquele que vive? Ele não esta aqui; ressuscitou” (Lc 24,5-6). No quadro dos acontecimentos da Páscoa, c primeiro elemento com que se depara é o sepulcro vazio. Ele não constitui em si uma prova direta. A ausência do corpo de Cristo no túmulo poderia explicar-se de outra forma. Apesar disso, o sepulcro vazio constitui para todos um sinal essencial. Sua descoberta pelos discípulos foi o primeiro passo para o reconhecimento do próprio fato da Ressurreição. Este é o caso das santas mulheres, em primeiro 1ugar, em seguida de Pedro. “O discípulo que Jesus amava” (Jo 20,2) afirma que, ao entrar no túmulo vazio e ao descobrir “os panos de linho no chão” (Jo 20,6), “viu e creu”. Isto supõe que ele tenha constatado, pelo estado do sepulcro vazio, que a ausência do corpo de Jesus não poderia ser obra humana e que Jesus não havia simplesmente retomado a Vida terrestre, como tinha sido o caso de Lázaro. (Cat. §640)

Continuamos estudando aqui o Catecismo da Igreja Católica. Para quem está chegando agora vou relembrar a proposta: A cada dia, estudamos um ou dois parágrafos do Catecismo. Não estamos seguindo aqui o tempo litúrgico, mas dia após dia, nós avançamos um pouco neste estudo para conhecermos este livro que é tão rico para nós.

Hoje vamos conversar sobre o primeiro sinal encontrado pelos discípulos de Cristo para que acreditassem em na ressurreição de Nosso Senhor: O sepulcro vazio. O evangelho nos conta que as mulheres foram ao túmulo e o encontraram aberto e sem o corpo de Jesus. Voltaram com o anúncio da ressurreição, para os apóstolos. Ao chegar lá e ver, Pedro e João creram.

O próprio catecismo é claro: Encontrar o sepulcro vazio não seria uma prova suficiente da ressurreição de Jesus. Existiam muitas outras respostas plausíveis para um túmulo vazio, inclusive de alguém ter entrado no túmulo e retirado dali o corpo de Cristo.

Porém o catecismo mostra que apesar de essa prova não ser tão concludente assim, os próprios discípulos (Pedro e João) creram no fato, simplesmente por verificar que no túmulo não havia mais nada e nem ninguém. Qual a razão dessa fé?

Simples. Os discípulos passaram três anos da sua vida ao lado do Senhor, ouvindo-O falar da salvação. Ouviram-No dizer que iria morrer e ressuscitar no terceiro dia, conforme as escrituras. Eles viram Jesus ressuscitar pessoas. Porque não Ele mesmo vencer a morte? Ao chegar ali, eles ligaram o fato a todas as palavras do Cristo.

João e Pedro ao entraram no sepulcro vazio, perceberam que, o que tinha acontecido ali, não era uma obra de mãos humanas, mas era a concretização da promessa: O Salvador estava vivo! Ele de fato havia vencido a morte!

Quando nós conhecemos as palavras de Jesus e sabemos tudo aquilo que Ele prometeu, nosso coração diante dos fatos nos avisa: Isso é milagre do Senhor aos nossos olhos! O que aconteceu com Pedro e João que creram por conhecer as promessas do Senhor acontece conosco dia a dia, nas mais diversas situações. Quem anda com Deus, sabe do que Ele é capaz!

Aqueles que não conhecem as promessas do Senhor permanecem céticos. Buscam respostas para convencer seus duros corações. Mas nós que cremos, por mais que não tenhamos explicações, sabemos que naquele momento, o Senhor agiu. Aquilo não foi fruto das mãos humanas. Aquilo é fruto da mão do Senhor. O túmulo vazio para os céticos é uma resposta insuficiente. Mas para nós é resposta do Senhor. Ele vive! Ele venceu a morte! O mal não pode vencê-lo!

Por isso irmãos, precisamos reacender no coração de todos os irmãos na fé a certeza de que Jesus está vivo! Ele reina! Ele está no meio de nós!

Falar da ressurreição de Jesus não é só para o tempo da Páscoa. Isso deve ser gritado aos quatro cantos todos os dias e em todos os tempos. Até porque, nenhum outro venceu a morte. Kardec foi pro caixão. Buda também. Todos os demais líderes religiosos que conheço morreram. Mas só Jesus venceu a morte! Só Ele ressuscitou!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s