Série Espiritualidade:: Põe tua confiança em Deus!

Do Livro Imitação de Cristo

Jesus: Filho põe tua confiança em Deus e não temas os juízos humanos, enquanto tua consciência te der testemunho da tua piedade e inocência. É bom e salutar sofrer deste modo, nem isso será penoso ao coração humilde, que confia mais em Deus que em si mesmo. Muitos falam com demasia, e por isso não se lhes deve dar muito crédito. Mas também não é possível satisfazer a todos. Ainda que Paulo se empenhasse por agradar a todos no Senhor, fazendo-se tudo para todos (1 Cor 9,22), contudo, fez pouco caso de ser julgado no tribunal dos homens (1 Cor 4,3).

Fez todo o possível para a edificação e salvação dos outros, quanto dele dependia; contudo não pôde evitar ser julgado e desprezado por alguns; por isso pôs tudo nas mãos de Deus, que tudo conhecia, e defendeu-se com paciência e humildade contra as línguas maldizentes dos que inventavam maldades e mentiras e as espalhavam a seu bel-prazer. Todavia, uma vez ou outra, dava resposta, para que seu silêncio não fosse causa de se escandalizarem os fracos.

Quem és tu, que temes um homem mortal? (Is 51, 12). Hoje existe e amanhã já não aparece. Teme a Deus, e não temerás as ameaças dos homens. Que mal te pode fazer um homem com palavras e afrontas? Mais se prejudica a si mesmo do que a ti, e, seja quem for, não poderá escapar ao juízo de Deus. Põe os olhos em Deus, e não contendas com palavras de queixa. Se agora pareces sucumbir e padecer injúria não merecida, não fiques contrariado nem diminuas a tua coroa com a impaciência, mas antes levanta os olhos ao céu, para mim, que poderoso sou, para te livrar de toda confusão e injúria e dar a cada um conforme suas obras

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Anúncios

Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão III

Apotegmas do pai João, o anão - Do Site Central de Obras do Cristianismo Primitivo

As últimas estórias sobre o Abade João. Nelas vamos ouvir sobre o desprezo dos homens, o testemunho da fidelidade a Deus, a santidade e sobre deixarmos Jesus nos libertar.

1. Pai João disse ao seu irmão: “Mesmo que sejamos completamente desprezados aos olhos dos homens, alegremo-nos, pois somos honrados aos olhos de Deus”.

2. O ancião [João], disse: “Vocês sabem que o primeiro sopro do demônio sobre Jó, foi através de suas possessões; e aquele viu que não o pôde afligir nem o separar de Deus. Com o segundo sopro, ele tocou sua carne, mas também nisso, o bravo atleta não pecou por palavra alguma que viesse de sua boca. De fato, ele tinha dentro do seu coração aquilo que é de Deus e recorria àquela fonte incessantemente”.

3. Um ancião veio à cela de Pai João e encontrou-o adormecido com um anjo por detrás dele, abanando-o. Vendo isto ele se retirou. Quando Pai João se levantou, ele disse ao seu discípulo: “Veio alguém enquanto eu estava dormindo?” Ele retrucou: “Sim, um ancião”. Então, Pai João soube que esse ancião era seu igual e que ele tinha visto o anjo.

4. Disse o abade João: “Esta palavra está escrita no Evangelho: Quando Jesus chamou Lázaro para fora do sepulcro, suas mãos e pés estavam amarrados e seu rosto envolvido num pano; Jesus o desatou e o despediu. Nós, portanto, temos as mãos e os pés amarrados e nosso rosto está coberto com um pano, obra das mãos do inimigo. Se, portanto, escutamos Jesus, ele nos livrará de tudo isso e nos libertará da escravidão de todos esses maus pensamentos. Então seremos filhos do Senhor, receberemos em herança as promessas e seremos filhos do Reino Eterno”.

Leia também >> Quem eram os padres do deserto? | Padres do Deserto: Sentenças do Pai Abraão | Padres do Deserto: Sentenças do Pai Agatão | Padres do Deserto: Sentenças do Pai Ammoes | Padres do Deserto: Sentenças do Abade Antônio | Padres do Deserto: Sentenças do Pai Arsênio | Padres do Deserto: Sentença do Pai Daniel sobre a Eucaristia | Padres do Deserto: Sentenças do Pai EvágrioPadres do Deserto: Histórias diversas I | Padres do Deserto: Sentenças do Pai Isidoro | Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão I | Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão II

Siga-nos e fique por dentro das novidades: