Por uma sociedade que diz NÃO ao aborto

Prometi a mim mesmo que evitaria escrever aqui no blog sobre política. Não que não seja necessário, mas é que a proposta do blog é ensinar sobre catequese e mostrar as pessoas riquezas da nossa Igreja que infelizmente passam despercebidos por nós católicos. Já faz alguns dias que comecei a publicar aqui textos da Igreja Primitiva e os Apotegmas dos Padres do Deserto, coisas que estavam engavetadas há muito tempo.

Porém me senti na obrigação de escrever depois que li dois textos do Reinaldo Azevedo em seu blog e sobretudo depois que vi a movimentação dos católicos no facebook e no twitter. É o que eu sempre digo: Política e religião se misturam, quando os valores que julgamos fundamentais para nossa sociedade são colocados em cheque. Veja os textos que falei clicando aqui e depois clicando aqui

Recentemente nossa presidente que disse na campanha eleitoral ser “contra” o aborto, nomeou professora Eleonora Menicucci como ministra das mulheres. Eu não conhecia essa senhora, mas fiquei abismado quando li uma entrevista da mesma a uma interlocutora chamada Joana Maria e publicada no site da Universidade Federal de Santa Catarina. Não tenho como publicar o link aqui, pois ele foi retirado do site. Quando li, confesso que me senti enojado. Fiquei mal o dia inteiro pensando como uma pessoa pode ser do jeito que essa senhora disse ser. Nem mesmo a Nazaré Tedesco ou a Tereza Cristina das novelas podem ter uma trajetória tão asquerosa. Parte da entrevista você encontra aqui. Pelo menos até darem um jeito de retirar do ar novamente.

Essa senhora foi colocada em um lugar importante do governo: O Ministério da Mulher.

E agora algumas perguntas são colocadas para que alguém possa nos esclarecer: Porque a presidente que disse ser “contra o aborto” coloca alguém desse naipe para defender a mulher? Será que sua promessa de se colocar em neutralidade com relação ao aborto será mantida? Embora a ministra seja do executivo ela tem poder para pressionar o legislativo a impor a descriminalização do aborto?

Agora o que mais me preocupa é a seguinte questão: E nós católicos ficaremos de braços cruzados em relação a isso?

Gostaria de propor aqui no blog que todos os católicos que defendem a vida, deixem aqui suas sugestões a respeito do que nós devemos fazer. Seria interessante marcarmos esse ponto de encontro comentando nesse texto e dando sugestões. De antemão, gostaria de dizer que até sou favorável a um novo twittaço, porém algo de concreto precisa ser feito. E como não sei se os padres e bispos irão se manifestar, acredito que serão os leigos a protagonizarem mais essa reivindicação.

Fico no aguardo das opiniões dos amigos blogueiros, twitteiros e facebookers. Só peço que as sugestões sejam publicadas aqui neste post (não no facebook e nem no twitter) para que todos possam ler e debater a fim de chegarmos a uma posição comum.

Obs.: Esse post é dedicado a defesa da vida e ao combate ao aborto. Não serão aprovados comentários marxistas que defendam o assassinato de crianças no ventre materno.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Anúncios

10 comentários sobre “Por uma sociedade que diz NÃO ao aborto

  1. Salve Maria! O Twittaço é importante e deveria acontecer, pois atinge muitas pessoas se bem organizado, mas acredito que é hora de irmos para as praças públicas! Com a presença de bispos, sacerdotes e leigos que manifestem pacificamente a posição – que é da maioria – contrária a legalização do aborto. Uma idéia! Pax Domini!

    • Penso que poderíamos criar uma comissão que elaborasse algo como uma carta, pedindo que a CNBB ou aquela turma do Padre Lodi (Pró-Vida) faça uma mobilização nacional, marcando uma data para irmos as praças protestar contra as políticas que favorecem o aborto. Mas o que ia ser bacana mesmo, era algo tipo uma procissão com o Santíssimo Sacramento pelas ruas, para protestar contra o aborto. Já pensou algo assim em Brasília?

  2. Nobre Cadú,
    Não sei se você assistiu as aulas sobre Marxismo Cultural e Revolução Cultural, com o PD. Paulo Ricardo, ele fala justamente desta Ideologia dos esquerdistas em transformar esta Sociedade, numa visão Marxista. Todos estes que estão no poder a nove anos, tem enrraigado a visão Do SR.Manoel Cant e germinado no Bojo da escola de Frankfurt , com o Filósofo Antônio Gramice. Daí podemos depreender nobre Cadú, o quanto é Urgente a nossa mobilização.

  3. ERRATA, O Nome do Filósofo é Manuel Kant, e Antônio Gramsci. Tinha Digitado ERRADO.
    Creio que devemos fazer pressão sobre os dirigentes da CNBB, eles possuem muita influência no congresso nacional.

  4. Oi Cadú,
    Há duas cópias do arquivo com a entrevista da ministra, em posts do Reinaldo Azevedo:
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/petista-aborta-tudo-o-que-incomoda-fetos-fatos-fotos-gente-ou-entrevista/
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/mais-um-arquivo-com-a-entrevista-da-ministra-das-mulheres/

    Uma ação que estão fazendo é divulgar o pedido de assinaturas pró Estatuto do Nascituro: http://www.ipetitions.com/petition/estatutodonascituro/

    Outra ação é o envio de mensagens à Secretaria de Políticas para as Mulheres, repudiando as declarações da Ministra e a direção que o governo está dando a este assunto no Brasil. Os emails são estes: spmulheres@spmulheres.gov.br, spmulheres@spmulheres.gov.br, ouvidoria@spmulheres.gov.br

    Que Nossa Senhora nos sustente nesta luta!

  5. Pingback: Aborto: CNBB reage a ministra « Dominus Vobiscum

  6. Uma mobilização nacional, no mesmo dia e horário e com apoio de bispos e sacerdotes. Mesmo assim eu tb não acredito muito numa manifestação de um número significativo de bispos, muito menos da CNBB. Sou da mesma opinião de “que serão os leigos a protagonizarem mais essa reivindicação”.

    Mas de um porta-voz de peso, isso acredito que precisaremos, tipo o pe Paulo Ricardo, pe Lodi, como bem foi citados.

  7. Caríssimos,

    Estou tomando a liberdade de reproduzir aqui uma mensagem que o Padre Luiz Carlos Lodi me enviou, conto com a ajuda de vocês para assinar essa petição. Segue a mensagem:

    “Prezados amigos,

    Tenham a bondade de assinar uma petição “on line” solicitando ao Deputado Salvador Zimbaldi (SP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida, que assine e protocole junto ao Procurador Geral de Justiça de Goiás uma representação criminal contra juízes que vem autorizando ilegalmente a prática do aborto de crianças deficientes.
    A meta a atingir é de 1000 assinaturas.

    http://www.peticoesonline.com/peticao/representacao-criminal-contra-juizes-que-autorizam-aborto/371

    Excelentíssimo presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida
    Deputado Federal Salvador Zimbaldi (SP)

    Solicito que Vossa Excelência protocole uma representação junto ao Procurador Geral de Justiça do Estado de Goiás solicitando oferta de denúncia contra os juízes de direito que vêm autorizando ilegalmente a prática do aborto de crianças deficientes.

    Deus lhes pague. As criancinhas agradecem.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s