Unidade, compreensão e perdão: Ações de Pentecostes em nossas vidas

“A Igreja tem que ser um lugar de unidade e de comunhão na verdade, neste momento em que o mundo parece reviver a passagem bíblica da Torre de Babel” (Bento XVI)

No dia de Pentecostes o Papa em sua homilia pediu que o Espírito Santo de Deus derramasse sobre todos os homens os dons da unidade e da compreensão. Em minha modesta opinião, o pedido do Santo padre foi bastante oportuno, pois vivemos em uma sociedade onde a tecnologia quanto mais avança, mais distancia as pessoas.

Infelizmente a cada dia mais conflitos decorrentes da falta diálogo e da compreensão acontecem ao nosso redor. Não difícil perceber que os homens tem se mostrado cada dia mais irritados e incompreensivos. É muito mais fácil se trancafiar no seu mundo do que sair de si, abrir-se ao outro e tentar compreende-lo.

Ainda na sua homilia Bento XVI fez um alerta importante: A sociedade atual está vivendo novamente a experiência de Babel, o trecho bíblico que mostra um reino onde os homens pensam ter tanto poder para chegar ao céu, abrir suas portas e colocar-se no lugar de Deus, que não se dão conta de construírem a torre uns contra os outros.

Com o progresso da ciência e da técnica, obtivemos o poder de dominar as forças na natureza, de manipular os elementos, de fabricar seres animados, de chegar quase até o próprio ser humano. Nesta situação, rezar a Deus parece algo superado, inútil, porque nós mesmos podemos construir e realizar tudo o que quisermos… Multiplicamos as possibilidades de comunicar, de trocar informações, de transmitir notícias, mas podemos dizer que aumentou a capacidade de nos entendermos, ou, paradoxalmente, nos entendemos cada vez menos? Não existe entre as pessoas uma sensação de desconfiança, de suspeito, de temor recíproco, ao ponto de parecermos perigosos uns para os outros?” (Bento XVI)

Penso que neste dia de Pentecostes, ao invés ficarmos fechados nos nossos pedidos egoístas de curas e milagres para si e seus problemas, porque não nos unirmos ao Papa, rezando para que tenhamos o dom de compreender melhor, perdoar e amar o irmão que está ao lado e necessita de nós?

O Espírito Santo é mestre na arte de transformar os corações. Ele quer derramar em nós muitos dons, entre eles esses três que citamos neste post. Para isso basta querer e fazer uma forcinha, saindo do seu mundinho e permitindo a ação dele na sua vida. É exatamente isso que ele quer fazer em mim e em você. Eu estou disposto a isso e abro meu coração. Mas… e você?

Ouça um trecho da Homilia do Papa na Festa de Pentecostes – 2012

[audio http://212.77.9.15/audiomp3/00317898.mp3]

O homem, Deus e a Religião - Adquira já o seu!
Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s