Congresso dissidente no Brasil promove teologia contrária à doutrina católica

Você lembra da Legião do Mal do desenho Super Amigos?

Quando eu era pequeno, costumava assistir um desenho da Liga da Justiça, onde os Super-Heróis como Superman e Batman, se uniam para enfrentar a Legião do Mal, comandada por Lex Luthor, Coringa, Charada, Homem Brinquedo e muitos outros. Estes bandidos tinham uma espécie de nave que emergia de um tenebroso pântano e lá eles se reuniam para planejar o próximo plano fatal para dominar o mundo.

Essa foi a imagem que tive tão logo saber da notícia que vou descrever agora: Dos dias 7 a 11 de outubro, teólogos e pensadores sancionados pela Igreja por espalhar ideias contrárias a doutrina católica irão se reunir para participar de um congresso que deseja equiparar o Concílio Vaticano II a famigerada teologia (marxista) da libertação. Sente só o tema: Aos 50 anos do Vaticano II e 40 anos da Teologia Latino-americana e Caribenha”.

Eis a escalação da Legião do Mal

Agora vamos a apresentação dos organizadores, palestrantes e afiliados:

Pontifícia Universidade Javeriana da Colômbia – que há poucos dias apoiou a adoção de crianças por casais homossexuais.

Grupo de pressão Amerindia e a agência informativa de cunho marxista Adital – Tem entre seus colunistas o frade dominicano brasileiro Carlos Alberto Libânio Christo, mais conhecido como “Frei Betto”, que promove a despenalização do aborto.

Andrés Torre Queiruga – Teólogo cujas obras foram recentemente consideradas incompatíveis com a doutrina da Igreja pela Conferência Episcopal Espanhola.

Leonardo Boff – Considerado um dos principais promotores da teologia marxista da liberação, quem na década de 90 abandonou o sacerdócio, casou-se, e se afastou da Igreja Católica para converter-se em “ecoteólogo de matriz católica” dedicado a escrever livros de ecologia e “espiritualidade”.

Jon Sobrino – sacerdote jesuíta e líder entre os teólogos marxistas, também se apresentará no congresso latino-americano apesar da suas idéias “não estarem de acordo com a doutrina da Igreja”, como opinou a Congregação para a Doutrina da Fé no ano 2007 através de uma notificação oficial.

O Bispo de Jales (SP), Dom Luiz Demétrio Valentini – Conhecido por suas posturas favoráveis à teologia marxista da libertação. Este bispo causou repúdio dos católicos em abril deste ano ao dar uma palestra em uma loja maçônica e anteriormente por ter criticado Dom Luiz Gonzaga Bergozini, bispo emérito de Guarulhos, por ter defendido o direito à vida contra o aborto durante toda a campanha presidencial de 2010.

María del Pilar Aquino – Teóloga que qualificou o pontificado do hoje Beato Papa João Paulo II como autoritário, centralista, conservador e imperialista, dará uma exposição sobre “Teologia e Espiritualidade libertadora”.

Víctor Codina – O jesuíta espanhol e radicado na Bolívia que em um escrito considerou a Igreja Católica como uma velha míope, surda e com Alzheimer, dará a conferência “As Igrejas no Continente 50 anos depois do Vaticano II: questões pendentes”.

Raúl Fornet Betancourt – Filósofo que sustenta que para a realização da “opção pelos pobres” difundida pelos teólogos marxistas da libertação é necessária uma opção “por outro mundo, e por outra Igreja e por outro cristianismo”, participará do congresso com a exposição “Novos sujeitos e interculturalidade”.

A conferência aberta será dada pelo sacerdote Gustavo Gutiérrez, teólogo peruano considerado o pai da teologia marxista da liberação, no dia 9 de outubro.

O congresso, apesar de seu suposto caráter religioso, não prevê a celebração de Missa em nenhum dos seus cinco dias, neles apenas serão realizados “momentos de espiritualidade”, os quais estão baseados em temáticas como a entronização da Bíblia, o ecumênico e o indígena.

Agora pense comigo: Parece ou não parece a Legião do Mal que se reunia no pântano tenebroso para acabar com a Liga da Justiça? Eu particularmente prefiro a dos desenhos. Me causava menos medo!

O homem, Deus e a Religião - Adquira já o seu!
Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Um comentário sobre “Congresso dissidente no Brasil promove teologia contrária à doutrina católica

  1. Cadu, meu xará, tenho um bom nome pra esse ântrio de gente: Congresso Bolchevista Pseudo-Cristão. As “exelências” presentes, são HEREGES E APÓSTATAS que se auto-excomungaram pelo Direto Canônico.

    Como você certa vez colocou no twitter deixo aqui o melhor dos versos: batatinha quando nasce esparrama pelo chão, para a tristeza dos hereges, meu pastor é alemão.

    Bento XVI é o machado que corta pela raíz essa planta maligna. A Igreja sempre vencerá as heresias. Nada que essa corja faça alterará isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s