Santo do Dia: Santa Teresa de Jesus dos Andes!

Hoje, sexta-feira 13, celebramos mais uma Santa mulher: Santa Teresa de Jesus dos Andes! Vamos juntos aprender a nos dedicar mais a Jesus Cristo e ao serviço da Igreja e deixar de acreditar em meras coincidências e superstições?

Santa Teresa de Jesus dos Andes, rogai por nós!

Santa Teresa de Jesus dos Andes

Nasceu no dia 13 de julho de 1900 na cidade de Santiago do Chile sob o nome de: Joana Fernandez Solar. Desde sempre viveu fascinada por Cristo. Entrou para o mosteiro das carmelitas descalças de “Los Andes”, no dia 7 de maio de 1919, com o nome de Teresa de Jesus. Morreu aos dezenove anos de idade, depois de ter feito profissão religiosa antes de completar o noviciado, em vista do perigo de morte. Foi canonizada, no dia 21 de março de 1993 pelo papa João Paulo II e por ele proposta como um modelo para a juventude. É a primeira flor de santidade da nação chilena e do Carmelo Descalço da América Latina.

Um ponto interessante da morte desta Santa, podemos encontrar no Wikipédia:

“Na Sexta-Feira Santa de 1920, após o Ofício que relembra a morte do Divino Salvador, a Superiora percebeu que Irmã Teresa estava pálida e com dificuldade de seguir as cerimônias. Quando lhe apalpou a fronte, viu que estava ardendo em febre, e mandou-a recolher-se ao leito. Dele não se levantaria mais. Nesse período, faz a profissão religiosa e recebe os últimos sacramentos. Ao entardecer de 12 de abril de 1920, contando vinte anos incompletos e apenas 11 meses no Carmelo, fechou os olhos para esta vida, indo encontrar Aquele que pouco antes ela chamara “Meu Esposo”. Longe dali, em Santiago, nesta mesma hora, a irmã Mercedes do Coração de Maria teve uma visão: “Subitamente (…) me encontrei na cela de uma carmelita moribunda; vi que era bem jovem e, apesar da palidez de seu rosto, tudo nela refletia uma luz suavíssima e celestial. Ao lado esquerdo da sua cama havia um anjo com um dardo que lhe traspassava o coração, e logo ouvi: morre de amor”. Foi canonizada pelo Papa João Paulo II, na Basílica de São Pedro, no dia 21 de março de 1993. Nos processos de beatificação e canonização, três dos principais confessores de Teresa de Jesus dos Andes sustentaram sob juramento que ela jamais cometera pecado mortal nem venial deliberado.”

É possível também encontrar vídeos na internet que falam um pouco sobre a história desta jovem santa, vale a pena conferir:

Santa Teresa de Jesus dos Andes, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Ide e proclamai que está próximo o Reino dos Céus

“Ide e proclamai que está próximo o reino dos Céus”.

Do Evangelho Quotidiano

Naquele tempo, disse Jesus aos seus Apóstolos: “Ide e proclamai que está próximo o reino dos Céus. Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, dai de graça. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos; nem alforge para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado; pois o trabalhador merece o seu sustento. Em qualquer cidade ou aldeia onde entrardes, procurai saber se há nela alguém que seja digno, e permanecei em sua casa até partirdes. Ao entrardes numa casa, saudai-a. Se essa casa for digna, a vossa paz desça sobre ela; se não for digna, volte para vós. Se alguém não vos receber nem escutar as vossas palavras, ao sair dessa casa ou dessa cidade, sacudi o pó dos vossos pés. Em verdade vos digo: No dia do juízo, haverá menos rigor para a terra de Sodoma e de Gomorra do que para aquela cidade”. (S. Mateus 10,7-15)

Comentário do Evangelho do dia feito por São Boaventura (1221-1274), franciscano, doutor da Igreja

[O jovem] Francisco assistia devotamente à Missa em honra dos apóstolos; o Evangelho era aquele em que Jesus envia os Seus discípulos a pregar e lhes ensina a maneira evangélica de viver: «Não possuais ouro, nem prata, nem cobre em vossos cintos; nem alforge para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado». Logo que compreendeu e interiorizou este texto, ficou apaixonado por essa pobreza dos apóstolos e gritou, num transporte de alegria: «É isto que eu quero! É isto que desejo com toda a minha alma!» E, sem mais, tirou os sapatos, deixou cair o cajado, abandonou o alforje e o dinheiro como objetos dignos de repúdio, ficou apenas com uma túnica, e deitou fora o cinto, que substituiu por uma corda: pôs todo o seu empenho em concretizar o que acabara de ouvir e quis conformar-se em tudo com esse código de perfeição, dado aos apóstolos. Um impulso comunicado por Deus levou-o, desde então, à conquista da perfeição evangélica e a uma campanha de penitência. Quando ele falava […], as suas palavras eram totalmente impregnadas pela força do Espírito Santo: penetravam até ao mais profundo dos corações e mergulhavam os ouvintes em espanto. Toda a sua pregação era um anúncio de paz, e começava cada um dos seus sermões por esta saudação ao povo: «Que o Senhor vos dê a paz!» «Foi uma revelação do Senhor que me ensinou esta fórmula», declarou mais tarde. […]Falava-se cada vez mais do homem de Deus, dos seus ensinamentos tão simples e da sua vida, e alguns, com o seu exemplo, eram tocados por esse espírito de penitência e logo se juntavam a ele e, deixando tudo e vestindo-se como ele, começaram a partilhar a sua vida.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Presidente da Corte Suprema do Vaticano alerta: Irmãos padres não mudem as orações da Santa Missa!

O presbítero é um servidor do rito e não o protagonista. O Protagonista, é o próprio Jesus Cristo.

Um alerta aos padres “modernistas” e aos modernistas leigos de plantão: O Cardeal americano Raymond Burke, Presidente da Corte Suprema do Vaticano, a chamada Assinatura Apostólica, explicou recentemente em entrevista a ACI Digital que os sacerdotes não devem mudar as orações da Missa posto que eles não são os protagonistas da liturgia, mas sim o próprio Cristo. Em outras palavras, ele afirmou que os sacerdotes precisam saber o seu devido lugar e não tentar se colocar acima da liturgia ou do Santo Sacrifício. Já era hora de alguém falar isso para os sacerdotes que gostam de inventar moda. Missa não é lugar lugar de moda! O presbítero é um servidor do rito e não o protagonista, que no caso é o próprio Jesus Cristo.

Segundo o prelado, o Código de Direito Canônico assinala que o sacerdote deve “com precisão e devotamente observar o que está escrito nos livros litúrgicos e assim tomar cuidado para não acrescentar outras cerimônias ou orações de acordo ao seu próprio juízo… Não é bom para o povo participar repetidamente nestes tipos de serviços aos domingos porque perdem o sentido do Santíssimo Sacramento”.

O excesso deste tipo de serviços, acrescentou, pode ser também algo que desalente as ordenações sacerdotais porque com estes serviços um jovem com vocação ao sacerdócio “já não vê ante seus olhos a identidade da vocação à qual está chamado”.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Quais os critérios que os católicos devem ter para escolher um candidato?

Entramos na fase da propaganda política para as eleições de 2012. É chegado o momento de definir os prefeitos e vereadores que por quatro anos irão defender (ou não) os valores que você deseja para a sociedade. O católico não pode e nem deve ficar de fora. Infelizmente muitos católicos jogam contra o patrimônio, escolhendo candidatos despreparados e incapazes de defendê-los na política. Por isso, enquanto ainda é tempo, nós da equipe do blog Dominus Vobiscum queremos ajudar os católicos que desejam usar bem o seu voto. Quais são os critérios que nós católicos devemos ter para escolher um candidato? 

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Dom Antônio Carlos Altieri, S.D.B.: Novo Arcebispo de Passo Fundo

Esta quarta-feira, o Santo Padre aceitou a renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Passo Fundo (RS), apresentada por Dom Pedro Ercílio Simon, e nomeou como novo Arcebispo Dom Antônio Carlos Altieri, S.D.B., transferindo-o da Diocese de Caraguatatuba (SP).

Dom Antônio Carlos Altieri foi ordenado sacerdote em dezembro de 1978 e entre inúmeros cargos, foi Inspetor da Inspetoria Salesiana de São Paulo (1994-1999) e Superior da comunidade dos estudantes-sacerdotes salesianos da Pontifícia Universidade Salesiana em Roma, de 2000 a 2006.

Em 2005, quando morei em Roma, tive a alegria de conhecê-lo e de tê-lo como diretor espiritual, ainda que por pouco tempo. Um homem santo, afável e extremamente feliz e realizado em sua vocação. Um excelente formador. Ele foi nomeado Bispo de Caraguatatuba em julho de 2006 e na minha humilde opinião, a Arquidiocese de Passo Fundo foi presenteada pelo Santo Padre.

Nós da equipe do Dominus Vobiscum, desejamos que este tempo seja muito frutuoso, tanto para ele, como para as pessoas que fazem parte desta arquidiocese!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Série Espiritualidade: Devemos procurar a paz nos homens?

Do livro “Imitação de Cristo”

Jesus: Filho se puseres tua paz em alguma pessoa, por conviver contigo e ser de teu parecer, achar-te-ás inconstante e embaraçado. Mas, se recorreres à verdade sempre viva e permanente, não te entristecerás pela ausência e morte de um amigo. Em mim se há de fundar o amor do amigo, e por mim se há de amar todo aquele que nesta vida te parecer bom e amável. Sem mim não vale nada, nem durará a amizade; nem é puro e verdadeiro o amor cujos laços eu não tenha dado. De tal modo deves estar morto para semelhantes afeições dos amigos que, quanto depender de ti, desejes viver sem relações humanas. Quanto mais se chegar o homem para Deus, tanto mais se afastará de todo alívio terreno. E tanto mais alto sobe para Deus, quanto mais baixo desce na sua estimação, e mais vil se reputa.

Mas quem a si mesmo se atribui algum bem impede que a graça venha à sua alma; porque a graça do Espírito Santo sempre busca o coração humilde. Se te souberas perfeitamente aniquilar e desprender de todo amor criado, então viria a ti com a abundância de minhas graças. Quando olhas para as criaturas, perdes a contemplação do Criador. Aprende a vencer-te em tudo por teu Criador, e então poderás chegar ao conhecimento divino. Qualquer coisa, por pequena que seja, se a amas e aprecias desordenadamente, mancha a alma e te separa do sumo bem.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Santo do Dia: S. João Gualberto!

Hoje é o dia de celebrarmos e fazer memória a São João Gualberto! Muitos hoje em dia tem sede, vontade de vingar o mundo com as próprias mãos e também criam uma nova cruz para cada momento de ódio, não é? Felizmente temos exemplos a seguir na Igreja e São João Gualberto é um deles, conhece a história dele?

São João Gualberto, patrono das florestas!

São João Gualberto

Ele nasceu no inicio do século XI, em Florença, na Itália. Ao encontrar o assassino de seu irmão, foi tomado de ódio e de vingança e o antigo adversário, desarmado, caiu de joelhos e abriu os braços, suplicando. Aquela atitude que projetava a sombra de uma cruz, acalmou o feroz cavaleiro. Com um gesto inesperado e generoso, ergueu da terra o assassino de seu irmão, abraçou-o em sinal de perdão e disse: “Perdôo-te pelo sangue que Cristo hoje derramou na Cruz”.

Tudo isto aconteceu em uma sexta-feira santa e uma grande paz invadiu a sua alma e, a partir desse momento, sua vida mudou completamente. Decidiu então abandonar o mundo e foi bater na porta do mosteiro beneditino, vencendo as desculpáveis resistências do pai. Tempos depois, ameaçado pelo próprio abade (pai) e pelo bispo de Florença, os quais o acusaram de corrupção, teve de se refugiar entre as selvas dos Apeninos, no monte Vallombrosa, que se tornaria famoso pelo mosteiro que São João Gualberto aí edificou segundo a Regra beneditina. No lugar do trabalho manual colocou muito estudo, leitura e meditação.De Vallombrosa descem os monges, temperados da Regra beneditina reformada, primeiro à vizinha Florença, depois a várias cidades da Itália, operando a benéfica transfusão de operosa santidade, seguindo o exemplo do santo abade: corrigir com os costumes as próprias instituições civis. Os florentinos confiaram aos monges valombrosianos até as chaves do tesouro e o sigilo da República. O Papa Leão XI realizou uma longa viagem para fazer-lhe uma visita.

São João Gualberto morreu no ano de 1073 e, antes de sua morte, disse aos seus monges: “Quando quiserem eleger um abade, escolham entre os irmãos o mais humilde, o mais doce, o mais mortificado”.Foi declarado Santo no ano de 1193 pelo Papa Celestino III com o título de Patrono dos Guardas, Trabalhadores e Engenheiros Florestais.

São João Gualberto, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades: