As denominações do Espírito Santo

Calma ai irmãos! Não pensem besteiras! Quando falamos das “Denominações do Espírito Santo”, nas estamos falando de novas igrejas protestantes. Esta expressão quer designar algo bem interessante: Os termos usados na Sagrada Escritura para representar a pessoa do Espírito Santo.

O termo “Espírito” traduz o termo hebraico “Ruah”, o qual em seu sentido primeiro, significa sopro, ar, vento. Jesus utiliza justamente a imagem sensível do vento para sugerir a Nicodemos a nossa novidade transcendente daquele que é pessoalmente o Sopro de Deus, o Espírito divino. Por outro lado, Espírito e Santo são atributos divinos comuns às três Pessoas Divinas. Mas ao juntar os dois termos, a Escritura, a Liturgia e a linguagem teológica designam a Pessoa inefável do Espírito Santo, sem equívoco possível com os outros empregos dos termos “espírito” e “santo”. (CIC§691)

Além do termo “Ruah” já explicado no trecho acima do Catecismo da Igreja Católica, o Espírito Santo de Deus, é encontrado na Bíblia através de outros termos (nomes) e símbolos, que acabam por designar “partes” da sua missão. Abaixo explicamos três das principais denominações nas quais Ele é representado:

Paráclito – Ao anunciar e prometer a vinda do Espírito Santo, Jesus o denomina como o “Paráclito”, literalmente: aquele que é chamado para perto de, “advocatus” (Jo 14,16.26; 15,26; 16,7). Assim Jesus determina que Ele, o Espírito Santo é o nosso advogado ou defensor. Quem vai nos defender, precisa estar perto de nós. Por isso este nome: Paráclito.

Consolador – A palavra “Paráclito” também é traduzida como “Consolador”, sendo Jesus o primeiro consolador dos homens. É o Espírito que muitas vezes vem a nos consolar nos momentos de tribulação. Ele está próximo de nós e por isso é Ele mesmo que nos ouve e ajuda.

Espírito da Verdade – Uma das missões do Espírito Santo é revelar a verdade de Deus aos corações dos homens. Não a verdade e a justiça do mundo, mas a do Pai que está nos céus. Lembremo-nos que Jesus é caminho, verdade e vida. Não consegue ser de Deus àquele que vive uma vida de mentiras, ou vive sob o julgo das mentiras do mundo.

Outros termos utilizados para definir o Espirito Santo – Além de seu nome próprio, que é o mais empregado nos Atos dos Apóstolos e nas Epístolas, encontram-se em São Paulo as denominações: o Espírito da promessa (Gl 3,14; Ef 1,13), o Espírito de adoção (Rm 8,15; Gl 4,6), o Espírito de Cristo (Rm 8,11), o Espírito do Senhor (2Cor 3,17), o Espírito de Deus (Rm 8,9.14;15,19; 1Cor 6,11;7,40) e, em São Pedro, o Espírito de glória (1Pd 4,14).

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s