Oração por um lar feliz!

Imagem

A igreja iniciou a semana celebrando a família, gosto muito dessa celebração, amo e devo muito à minha família.

Acredito que é pela família que aprendemos e construímos os principais valores de nossa história de vida, é ainda com a família que acertamos, erramos e vivemos das mais simples alegrias às mais profundas tristezas. Por isso, convido-nos pedir à Jesus por nossas famílias:

Senhor Jesus, Tu viveste em uma família feliz. Faze nesta casa uma morada de Tua presença, um lar quente e afortunado.
Venha a tranquilidade para todos os seus membros, a serenidade para nossos servos, o controle para nossas línguas, a saúde
para nossos corpos.
Que os filhos sejam e sintam-se amados e se afastem deles para sempre a ingratidão e o egoísmo.
Inunda, Senhor, o coração dos pais de paciência e de compreensão, e de uma generosidade sem limites.
Estende, Senhor Deus, um toldo de amor para abrigar e refrescar, aquecer e amadurecer a todos os filhos desta casa.  Amém.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Santo do Dia: Santa Maria do Bouro (Nossa Senhora da Abadia).

Bom dia, tudo bem? Hoje celebramos Santa Maria do Bouro (Nossa Senhora da Abadia) e a Assunção de Nossa Senhora.

Nossa Senhora da Abadia, rogai por nós!

Santa Maria do Bouro (Nossa Senhora da Abadia)

Nossa Senhora da Abadia é também conhecida como Santa Maria do Bouro e venera-se próximo à cidade de Braga, em Portugal. A imagem, muito antiga, pertencia a um recolhimento religioso chamado Mosteiro das Montanhas, que existia naqueles arredores por volta do ano 883. Com a invasão dos sarracenos, os religiosos escaparam levando consigo a imagem da Virgem.

No tempo do Conde Dom Henrique, um fidalgo chamado Pelágio Amado, tendo enviuvado, decidiu consagrar sua vida à oração e à penitência, abandonando a corte. Dirigindo-se a Braga, ali encontra, mais precisamente na ermida de São Miguel, um santo ermitão chamado Frei Lourenço.

Pelágio suplica-lhe que o aceite como discípulo. O velho eremita, a princípio, duvidou que um homem tão débil fosse capaz de segui-lo em sua vida austeríssima. Frei Lourenço tirou-lhe os nobres trajes e ofereceu-lhe o hábito de eremita. Pelágio cresceu de tal forma na vida de santidade que causou admiração ao próprio mestre.

Cada um vivia em sua cela. Certa noite, o novo eremita Pelágio observou no meio do vale uma grande claridade. Na noite seguinte, ficaram os dois vigiando e viram o resplendor que saía de uma das pedras iluminando grande parte daqueles vales. Ao amanhecer, trataram de constatar a razão do fenômeno.

Para surpresa de ambos, encontraram entre as pedras uma imagem muito antiga da Virgem Maria. Felizes por tal descoberta, ajoelharam-se agradecendo a Deus por aquela graça.

Mudaram as celas do alto do monte para aquele local. Fizeram uma ermida e ali depositaram, reverentemente, a santa imagem. 

O arcebispo de Braga teve notícia do prodígio e foi pessoalmente visitar o eremitério. Vendo a pobreza com que aqueles homens viviam, ordenou o prelado a construção de uma igreja de pedra lavrada digna de abrigar a Mãe de Deus. Aos poucos foram aparecendo homens dispostos a se consagrarem a Deus e, unidos aos primeiros eremitas, formaram uma comunidade religiosa. Espalhou-se a fama de Nossa Senhora da Abadia. Os seus milagres foram-se difundindo pela terra portuguesa. O próprio rei Dom Afonso Henriques foi pessoalmente visitar o santuário, onde deixou uma boa esmola para o culto divino e as necessidades daqueles servos de Deus. 

Após a descoberta do continente americano, a imagem de Nossa Senhora d’Abadia foi trazida ao Brasil, certamente, por algum devoto bracarense, que a entronizou nos chapadões do próspero Triângulo Mineiro, onde encontramos várias cidades que têm Nossa Senhora da Abadia como padroeira.

No Brasil, uma devoção muito forte.

A festa em honra a Nossa Senhora da Abadia foi traduzido ao Brasil pelos portugueses, implantando-se, sobretudo, em Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro, São Paulo e outros estados.

Atualmente, o grande centro de romarias em Goiás se localiza na cidade de Niquelândia, no povoado de Muquém.No Triângulo Mineiro é o Santuário de Nossa Senhora da Abadia, em Água Suja e em Uberaba que se concentra essa devoção. A festa de 15 de agosto atrai um grande número de devotos que vem venerar a Virgem de Bouro. Durante a festa de Água Suja, a procissão é interessante, pois os peregrinos cumprem suas promessas de diversas maneiras. Um romeiro carrega, vergado, uma pesada pedra. Outro transporta um aleijado nos ombros. Sem camisa, vários levam velas ou vasilhas com água na cabeça. Outros ainda açoitam-se ou fingem açoitar-se e assim por diante. Com os seus gestos simples, os devotos agradecem os benefícios conseguidos pela intercessão da Mãe de Deus. Em Sacramento (Minas Gerais),a capela de Nossa Senhora da Abadia destaca-se por sua novena e festa em honra a Mãe de Jesus. No município de Uberaba, ocorre a sua maior festa.Nossa Senhora da Abadia é a padroeira da Arquidiocese de Uberaba e da Cidade oficializada pela lei 10.196 de 15/08/2008, em Minas Gerais, é titular da catedral dessa cidade. assim, a devoção é bastante forte e enraizada.

Santuário Nossa Senhora da Abadia em Minas Gerais

Há o chamado de belo e piedoso Santuário de Nossa Senhora da Abadia, que foi inaugurado em 1881. Sua imagem foi trazida do Rio de Janeiro. A festa de 15 de agosto atrai os uberabenses e devotos da região, que participam aproximadamente umas 100 mil pessoas das cerimônias religiosas com muita piedade. Mesmo os uberabenses que moram fora da cidade, participam. De Goiás a devoção propagou-se para o Triângulo Mineiro e São Paulo. Em Muquém,em um distrito da cidade de Niquelândia(capital do níquel), chamado Múquem, Goiás, há a festa de 15 de agosto,desdes 1750, onde milhares de devotos comparecem para expressar sua veneração a Virgem Maria. É a conclusão de uma grande Romaria entre os dias 06 e 15 de Agosto, reunindo um enorme número de devotos e fiéis.É a romaria, em louvor à Virgem da Abadia, mais antiga do Brasil. Em São Paulo há uma maternidade sob a proteção da Virgem Maria. A sua festa é comemorada também a comemorado em 15 de Agosto. É ainda a padroeira da Arquidiocese de Campo Grande, no Estado de Mato Grosso do Sul e da cidade de Sidrolândia, no mesmo estado.

Nossa Senhora da Abadia, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Virgindade Perpétua de Maria:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 23

Posto aqui mais um capítulo da Carta de São Jerônimo a Helvídio a respeito da Virgindade Perpétua da Virgem Maria. Neste texto São Jerônimo ressalta a importância de manter nosso ‘olhos’ para o Altíssimo ( coisas do alto).

CAPÍTULO XXIII

Não nego que se encontram mulheres santas entre as viúvas e aquelas que têm marido; mas se tornam santas logo que deixam de ser esposas, ou se no estrito dever do matrimônio imitam a castidade virginal. O Apóstolo, como se Cristo falasse por sua boca, brevemente deu testemunha disso quando disse: “Aquela que é solteira está preocupada com as coisas do Senhor, como poderá agradar ao Senhor; mas aquela que é casada está preocupada com as coisas do mundo, como poderá agradar a seu marido”.

Ele nos deixa ao livre exercício de nossa razão a esse respeito. Não determina obrigação a ninguém nem induz alguém em cilada; somente persuade àquilo que é próprio quando deseja que todos os homens sejam como ele mesmo. Não emitiu, é verdade, um mandamento do Senhor a favor da virgindade, porque essa graça sobrepuja o poder do homem desassistido, e seria usar um ar de imodéstia forçar os homens a se porem a voar em face de sua natureza, e dizer em outras palavras: “Quero que você seja como são os anjos do céu”. É essa angélica pureza que assegura à virgindade a mais alta recompensa, e o Apóstolo poderia parecer desprezar um sistema de vida que não é culposo.

Não obstante, no contexto a seguir diz: “Mas presto meu julgamento como alguém que obteve misericórdia do Senhor para ficar fiel. Penso, portanto, que isso é bom em razão da atual aflição, ou seja, que é bom para um homem ser como ele é”. O que quer dizer com “a atual aflição”?

“Haverá aflição para aqueles que tiverem crianças e para aquelas que amamentarem naqueles dias!” A razão por que a madeira cresce é que poderá ser cortada. O campo é semeado porque poderá ser segado. O mundo está já repleto, e a população está demasiado grande para a terra. A cada dia somos dizimados pela guerra, levados pelas doenças, tragados pelos naufrágios, embora continuemos a levar alguém a juízo por causa dos muros de nossa propriedade.

É somente uma adição à regra geral que é feita por aqueles que seguem o Cordeiro, e que não desvestiram seus ornamentos, que continuam em seu estado de virgindade. Preste atenção ao significado de desvestir. Eu não me aventuro a explicá-lo, por medo de que Helvídio possa se tornar abusivo.

Concordo com você, quando diz que algumas virgens não são senão mulheres de taverna; digo ainda mais, que mesmo o pecado do adultério pode ser encontrado entre elas, e você ficará sem dúvida mais surpreso de ouvir que alguns do clero são taberneiros e alguns monges não são castos. Quem não entende logo que uma mulher de taverna não persistirá virgem, nem adúltero um monge, nem taberneiro um clérigo? Exigiremos virgindade se a virgindade corrompida é um pecado?

De minha parte, me omitindo das outras pessoas, e tratando dos castos, afirmo que aquela que trabalha como vendeira, embora sem provas, poderá ser virgem no corpo, porém não mais será casta em espírito.

( Tradução: José Fernandes Vidal e Carlos Martins Nabeto – Central de Obras do Cristianismo Primitivo)

Veja Também:: Capítulos 1 e 2 | Capítulos 3 e 4 | Capítulo 5 e 6 | Capítulos 7 e 8 | Capítulos 9 e 10 | Capítulos 11 e 12 | Capítulos 13 e 14 | Capítulo 15 | Capítulo 16 | Capítulo 17 | Capítulo 18 | Capítulo 19 | Capítulo 20 | Capítulo 21 | Capítulo 22

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Recordando as JMJs: 1987 – Nasce hoje a civilização do amanhã

Caros amigos,

Como vocês puderam acompanhar nos últimos posts, tenho procurado trazer a este blog não somente as notícias, mas também estes verdadeiros tesouros espirituais que a Igreja nos deu, ao longo de todas as Jornadas Mundiais da Juventude. Cada vez que leio as mensagens, fico ainda mais convencida de que continuam vivas e atuais; posso ver que realmente o Espírito Santo conduz a Santa Igreja Católica através da presença do Papa, o “Doce Cristo na Terra” (Cf. Santa Catarina de Sena).

Hoje recordo aqui a II Jornada Mundial da Juventude (11 a 12 de abril de 1987), a primeira fora de Roma, ocorrida em Buenos Aires, na Argentina, com o lema “Nós conhecemos o amor que Deus nos tem, pois cremos nele” (I Jo 4,16). Na ocasião, um milhão de pessoas participaram do evento.

No encerramento deste encontro, o saudoso Papa João Paulo II dirigiu-se aos jovens trazendo essa pregação maravilhosa sobre o amor de Deus que transcrevo abaixo. Confesso que quando li pela primeira vez, emocionei-me muito, enquanto a traduzia, meu coração transbordou de gratidão e alegria, por eu pertencer à Igreja e fazer parte desta história. Desejo que possam fazer a mesma experiência ao meditá-la…

Fraternalmente,

Taís Salum
Equipe do Blog Dominus Vobiscum

***

Queridos jovens de todo o mundo:

No fim de nosso encontro, volto a repetir, mais uma vez, o lema desta Jornada “E nós temos reconhecido o amor de Deus por nós, e nele acreditamos”. (I Jo 4,16)

Desejo que suas vidas tenham sido para sempre informadas com esta grande verdade: “Deus é Amor”. Uma verdade que foi revelada, mais do que com palavras, com atos. Um amor que renova o homem por dentro e o converte, de pecador e rebelde, em servo bom e fiel (cf. Mt 25,21). Uma realidade da qual vocês devem dar testemunho constante, pois “aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele” (cf. I Jo 4,16). Permanecei em Deus, proclamando o seu amor, com fidelidade ao seu plano de salvação e a generosidade do serviço, com serenidade e fortaleza, com profundidade na oração e capacidade de renúncia, vida reta e a alegria da doação. Assim, vocês darão testemunho, não só com palavras, mas também com obras, que Deus é amor.

Vocês me perguntaram qual é o problema da humanidade que mais me preocupa. É exatamente este: pensar nos homens que ainda não conhecem a Cristo, que não descobriram a grande verdade do amor de Deus. Ver uma humanidade que se afasta do Senhor, que quer crescer fora de Deus ou até mesmo negar sua existência. Uma humanidade sem pai, e por consequência sem amor, órfã e desorientada, capaz de matar os que já não considera como irmãos e assim preparar a própria destruição e aniquilamento. Por isso, meus jovens, quero que estejam comprometidos hoje a ser apóstolos de uma nova evangelização para construir a civilização do amor.

“Nós amamos, porque ele nos amou primeiro” (I Jo 4,19): a medida de nosso amor não pode ser encontrada somente na fraca capacidade do coração humano; devemos amar com a medida do Coração de Cristo, caso contrário, não conseguiremos corresponder ao Seu amor. Anunciem, então, com empenho renovado, a fidelidade a Jesus Cristo, o “Redentor do homem”. Tenham em mente que quem ama ao Senhor com todas as suas forças, quem dedica a Deus o seu melhor trabalho, nada perde, ao contrário, tudo ganha, porque “seu amor é pleno em nós… e Ele nos deu o seu Espírito” (I Jo 4, 12-13), mas isso exige que sejamos “homens novos”.

Crer no amor de Deus não é uma tarefa fácil: requer doação pessoal, não ter a consciência egoísta ou coração indiferente, e sim torná-lo mais livre e mais fraterno. Livre de tantas escravidões, como os transtornos sexuais, as drogas, a violência, a ânsia do poder e do ter, que terminam por deixar os corações vazios e angustiados, impedindo o verdadeiro amor e a autêntica felicidade.

Abram generosamente o coração ao amor de Cristo, o único capaz de dar sentido pleno a toda nossa vida. Recomendo-lhes, com São Paulo, “que Cristo habite pela fé em seus corações e que sejam arraigados e fundados no amor. Assim terão condições para compreender com todos os santos qual é a largura e o comprimento e a altura e a profundidade e conhecer o amor de Cristo que excede a todo conhecimento, para que sejam plenificados com toda a plenitude de Deus” (cf. Ef 3, 17-19).

E, com o amor a Cristo, nos tornamos cheios de amor por todos os homens, pois “Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é um mentiroso: pois quem não ama seu irmão, a quem vê, a Deus, a quem não vê, não poderá amar.” (I Jo 4,20). Queridos jovens: acolham com gratidão o amor de Deus e o expressem numa verdadeira comunidade fraterna; estejam dispostos a entregar cotidianamente a vida para transformar a História. O mundo necessita hoje mais do que nunca, de sua alegria e do serviço, de suas vidas saudáveis e do trabalho, da fortaleza e da entrega de vocês, para a construção de uma nova sociedade, mais justa, mais fraterna, mais humana e mais cristã: a nova civilização do amor, que se desapega a serviço de todos os homens. Vocês construirão assim a civilização da vida e da verdade, da liberdade e a justiça, do amor, da reconciliação e da paz.

Vocês sabem o quanto me preocupa a paz do mundo e como tenho realizado com vocês, em diversas ocasiões, um itinerário evangélico da paz. Vocês sabem bem que a paz é um dom de Deus – Jesus Cristo é “nossa paz”! – , que temos que pedir com insistência.

Mas esta paz deve ser construída por todos, e isto exige, também, de todos nós, uma profunda conversão interior.

Por isso, queridos jovens, hoje desejo que vocês se comprometam novamente a ser “trabalhadores da paz”, pelos caminhos da justiça, da liberdade e o amor, enquanto nos aproximamos do terceiro milênio: vocês serão os principais construtores da sociedade, os primeiros responsáveis pela paz. Mas a concórdia social não se improvisa nem chega de fora: nasce dentro de um coração justo, livre, fraterno, pacificado e amoroso. Sejam pois, desde agora, junto com todos os homens, pacificadores. Unam seus corações e esforços para edificar a paz. Só assim, vivendo a experiência do amor de Deus e se esforçando para realizar a fraternidade evangélica, poderão ser os verdadeiros e felizes construtores da civilização do amor.

Que os acompanhe sempre a vossa Santa Mãe Maria, aquela que acreditou no amor de Deus e se entregou com fidelidade e alegria à sua Palavra. Sendo jovem e singela, Ela se abriu generosamente ao amor do Pai, recebeu em plenitude o Espírito e nos deu Jesus, o Salvador do mundo.

Queridos jovens, amigos, de novo repito: por intercessão de Nossa Senhora, sejam, em todos os momentos e circunstâncias de suas vidas – testemunhas do amor de Deus, semeadores da esperança e construtores da paz.

(Adaptado do site do Vaticano).

***

Você pode ouvir aqui o hino desta Jornada – Um nuevo sol (Gen Love):

Notícias da JMJ:

Arquidiocese de Aracaju realiza encontro nos dias 25 e 26 de agosto

O Setor Juventude da Arquidiocese de Aracaju, unido às dioceses de Estância e Propriá, convida todo o Sergipe para o primeiro grande encontro preparatório rumo à JMJ Rio2013. O evento acontecerá entre os dias 25 e 26 de agosto no Centro de Convenções de Sergipe e marcará a contagem regressiva para a realização da Jornada Mundial da Juventude.
O encontro terá entrada franca e contará celebrações eucarísticas, shows, palestras, catequeses, e a exposição dos pacotes de viagem para quem desejar ir para a JMJ Rio2013. Maiores informações, você encontra no site jovem da Arquidiocese de Aracaju: jovensplugados.org (Adaptado do site Jovens Conectados).

Famílias do Rio de Janeiro, façam a experiência do acolhimento!

As hospedagens de peregrinos e voluntários da JMJ Rio 2013 serão em casas de família, paróquias, escolas públicas e particulares, ginásios poliesportivos, centros comunitários e outros locais que sejam seguros e cobertos para que o peregrino possa ser alojado para pernoite. A diretora do Setor de Hospedagem da Jornada, irmã Graça Maria, trabalha com a meta de cadastrar 2 milhões de vagas. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial http://www.rio2013.com/pt/familia (Adaptado de Radio Vaticana).

Anunciado o lançamento do Hino Oficial da JMJ Rio 2013

A “Festa da Aventura da Cruz” será o grande momento de apresentação do Hino oficial da JMJ Rio2013. O anúncio foi feito durante a 10ª Vigília dos Jovens Adoradores, no Santuário Nacional de Adoração Perpétua, Igreja de Sant’Ana, na noite do dia 10 de agosto.

O Padre Arnaldo Rodrigues, um dos diretores do Setor de Preparação Pastoral do Comitê Organizador Local (COL) da Jornada, convidou toda a juventude para o evento que acontecerá no próximo dia 14 de setembro, data em que a Igreja celebra a Exaltação da Santa Cruz. A “Festa da Aventura da Cruz” será na paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz, Rio de Janeiro, a partir de 20h.

A “Festa da Aventura da Cruz” vai contar com as apresentações de Adriana, Eliana Ribeiro, Walmir Alencar, Rosa de Saron, Olivia Ferreira e Frutos de Medjugorje. A missa será presidida pelo Núncio Apostólico do Brasil, Dom Giovanni d’Aniello.

“Reze conosco, caminhe conosco” – Esse foi o convite feito pelo bispo auxiliar do Rio, Dom Luiz Henrique da Silva Brito, que presidiu a missa que abriu a Vigília de ontem. Ele convocou os jovens a se inscreverem como voluntários da JMJ Rio2013.

Para o bispo, a Jornada também convoca os jovens a viver este ideal: “Devemos mostrar ao mundo que é possível viver a experiência transformadora. Somos felizes e queremos ser testemunhas para o mundo” (Adaptado do site Rio2013.com).

O percurso da Cruz da Juventude e do Ícone de Nossa Senhora

No mês de setembro, a Cruz dos Jovens e o Ícone de Nossa Senhora vão se embrenhar ainda mais pelos caminhos amazônicos. Depois de passar por Rondônia, Acre e pelo sul do Amazonas, os Símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) vão peregrinar pelas demais dioceses amazonenses e também na diocese que abrange todo o estado de Roraima, onde começará o trajeto.

Ao longo do mês, serão visitadas as nove dioceses do Regional Norte 1 da CNBB, que abrange quase todo o estado do Amazonas e o estado de Roraima. Todas essas dioceses são separadas por enormes distâncias. No dia 22 de setembro acontecerá a grande celebração Bote Fé em Manaus. A última diocese a ser visitada no regional será a de Parintins. De lá, os Símbolos da JMJ seguirão para o Regional Norte 2, que engloba o Pará e o Amapá (Adaptado do site Jovens Conectados).

Siga-nos e fique por dentro das novidades: