JMJ 1988 – “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5)

Caros amigos,

Continuamos a história da Jornada Mundial da Juventude, chegando ao ano de 1988. Desta vez, a celebração deste encontro foi em âmbito diocesano e a data escolhida, mais uma vez, foi o Domingo de Ramos (27/03/1988).  O Papa João Paulo II, filho queridíssimo de Nossa Senhora, havia proclamado que aquele seria o Ano Mariano, e com um carinho especial, decide apresentar a Santa Mãe de Deus aos jovens, meditando a passagem das Bodas de Caná: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5).  Transcrevo abaixo um trecho da mensagem de convocação para essa Jornada.

****

MENSAGEM DO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
PARA A III JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

«Fazei tudo o que Ele vos disser» (Jo 2,5)

Queridíssimos jovens:

Escutem Maria!

1. No final do segundo milênio da era cristã, num momento crítico da história do nosso mundo assolado por muitos problemas difíceis, o Ano Mariano constitui para todos nós, um presente especial. Neste ano, Maria se apresenta sob uma nova luz, como uma Mãe que tem o coração cheio de amor, terno sensível, e como uma educadora que nos precede no caminho da fé, indicando-nos o caminho da vida. Por isso, o Ano Mariano é um ano em que de modo especial, se escuta Maria. E neste Ano Mariano, é Maria a quem vocês escutarão na próxima Jornada Mundial: nesta vez, é Maria quem os convoca, jovens! Ela os chama porque tem muito a dizer-lhes.

Um profundo “SIM” ao Senhor:

2. O ponto central da JMJ, então, será Maria, Virgem e Mãe de Deus. O que nos dirá Maria, nossa Mãe e Mestra? No Evangelho encontramos uma frase em que Maria se manifesta realmente como Mestra. É a frase que pronunciou nas Bodas de Cana da Galileia. Depois de ter dito a seu Filho: “Eles não tem mais vinho”, ela disse aos serventes: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.

E estas são as palavras que quis escolher como fio condutor da Jornada Mundial de 1988. Encerram uma mensagem muito importante, válida para os homens de todos os tempos. “Fazei tudo o que Ele vos disser” significa: escutem a Jesus, meu Filho; vivam segundo a Sua Palavra e confiem Nele. Aprendam a dizer “sim” ao Senhor em cada circunstância de suas vidas. É uma mensagem muito reconfortante, da qual todos temos necessidade.

“Fazei tudo o que Ele vos disser”. Nessas palavras, Maria expressa todo o segredo mais profundo de sua vida. Nestas palavras, Ela está por inteiro. Sua vida, na verdade, foi um “SIM” profundo ao Senhor. Um “SIM” cheio de alegria e confiança. Maria cheia de graça, Virgem Imaculada, viveu toda a sua existência completamente disponível a Deus, perfeitamente em acordo com Sua vontade, inclusive nos momentos mais difíceis, que culminaram no Monte Calvário, aos pés da Cruz. Nunca retirou o seu “SIM” porque tinha entregado toda a sua vida nas mãos de Deus: “Eis aqui a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo Sua Palavra” (Lc 1,38). À respeito, lembro-lhes o que destaca a Encíclica Redemptoris Mater: “Com efeito, na Anunciação, Maria se abandonou em Deus completamente, manifestando “a obediência da fé” a aquele que falava através de Seu mensageiro e prestando “homenagem do entendimento e da vontade”. Respondeu, portanto, com todo seu “eu” humano, feminino, e nesta resposta de fé continha uma cooperação perfeita com a graça de Deus que “precede e auxilia” e uma disponibilidade à ação do Espírito Santo que “aperfeiçoa constantemente a fé por meio de seus dons.” (Redemptoris Mater, n. 13).

“Fazei tudo o que Ele vos disser”. Essa pequena frase contém todo o programa de vida que Maria Mestra realizou como primeira discípula do Senhor e que nos ensina em nossos dias. É o programa de uma vida que se apóia num fundamento sólido que se chama Jesus.

Buscando o sentido da vida:

3. Podemos constatar que o mundo em que vivemos atravessa momentos de crises. Uma das mais perigosas é a perda do sentido da vida. Muitos dos nossos contemporâneos perderam o verdadeiro sentido da vida; procuram substitutos num consumismo desenfreado, em drogas, álcool e erotismo. Buscam a felicidade, mas o resultado dessa busca é uma profunda tristeza, um vazio e, muitas vezes, desespero.

Nesta situação, muitos jovens estão fazendo perguntas fundamentais: como viver minha vida de modo a não arruiná-la? Em qual alicerce devo construir a minha vida para que ela dê verdadeiramente certo? O que devo fazer para dar sentido à minha vida? Como devo me comportar nas situações complexas e difíceis que às vezes se vivem em família, na escola, na faculdade, no trabalho, com os amigos?… Estas são as perguntas, por vezes dramáticas, que certamente também hoje, muitos de vocês se fazem.

Vocês todos, com certeza, querem estabelecer suas vidas sobre alicerces sólidos, capazes de resistir às adversidades que não faltam: querem fundá-las sobre a Rocha. Então hoje, Maria, a Virgem de Nazaré, a humilde serva do Senhor, é quem nos mostra ao Seu Filho, dizendo: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Escutar Jesus, obedecer-lhe e aos Seus mandamentos, confiar Nele, este é o único programa de vida que nos leva a realização plena e à felicidade. Esta é a única fonte que dá um sentido profundo à nossa vida.

No ano passado, vocês meditaram as palavras de São João: “E nós conhecemos o amor que Deus nos tem e cremos Nele (I Jo 4,16). Neste ano, Maria nos explica, queridos jovens, o que significa crer e amar a Deus. A fé e o amor não se reduzem a palavras ou a sentimentos vagos. Crer e amar a Deus significa viver toda a vida com coerência, à luz do Evangelho. Crer e amar a Deus significa comprometer-se a fazer sempre o que Jesus nos diz nas Escrituras e o que nos ensina o Magistério da Igreja. E isto não é fácil. Sim! Muitas vezes, é necessária muita coragem para ir na contramão da moda ou mentalidade do mundo. Mas, repito, este é o único caminho para construir uma vida plena e bem sucedida. Isto é o que Maria nos ensina nas Bodas de Caná e esta é a mensagem que queremos aprofundar e acolher.

Queridíssimos jovens! Convido a todos a participar deste acontecimento tão importante. Venham e escutem a Mãe de Jesus, Mãe e Mestra de vocês!

Meditem sobre a vida de Maria:

4. Meditem sobre a vida de Maria. Meditem, sobretudo vocês, meninas! Para vocês, pois, a Virgem imaculada é um modelo sublime de mulher consciente de sua própria dignidade e de sua grande vocação. Meditem também vocês, rapazes! Escutem as palavras que Maria pronunciou em Caná da Galileia: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Tratem de construir suas vidas, desde o princípio, sobre o sólido alicerce que é Jesus. Desejo-lhes que a meditação sobre o mistério de Maria os leve à imitação de sua vida: aprendam com ela a escutar e a por em prática a Palavra de Deus (cf. Jo 2,5), aprendam com ela a permanecer perto do Senhor, ainda que isso possa custar-lhes muito. (cf. Jo 19,25).

Faço votos que a meditação sobre o mistério de Maria os leve também a rezar com confiança o Rosário. Tratem de descobrir a beleza do Rosário! Que esta oração os acompanhe em cada dia de suas vidas.

Termino agora esta mensagem saudando vocês de todo o coração, jovens de todo o mundo. Quero que saibam que lembro de cada um de vocês em minha oração.

Ao longo de todo o caminho de preparação espiritual que os levará a JMJ de 1988 e durante a sua celebração em suas Dioceses, os acompanhe minha bênção apostólica.

Vaticano, 13 de dezembro de 1987.

(Retirado do site do Vaticano, com adaptação e tradução de Taís Salum)

****

Notícias:

Atenção, pessoal: as inscrições para a JMJ Brasil Rio 2013 começarão em 28 de agosto!

Depois de lançar o Manual de Inscrições do Peregrino, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013 dá mais um passo para garantir a participação dos jovens e organizar dos grupos. As inscrições serão abertas no próximo dia 28 de agosto. Segundo a diretora do Setor de Inscrições da JMJ Rio2013, Irmã Maria Shaiane Machado, será um dia significativo para a JMJ.

“A inscrição no portal oficial da JMJ Rio2013 representa uma pré-reserva. A confirmação da inscrição é o pagamento”, disse. “O peregrino já pode optar pelo seu pacote e a JMJ está se organizando para acolhê-lo”.

Desde o último dia 31 de julho, está disponível online o Manual de Inscrições de Peregrinos. Nele estão todas as orientações necessárias para preparar da melhor forma o grupo. As inscrições serão feitas em grupo por meio de um responsável (chamado de “responsável principal”). Além desse, haverá um “segundo responsável”. Para grupos mistos, preferencialmente um responsável masculino e um feminino. Os valores têm variações, tanto da modalidade dos pacotes (que poderão ou não incluir hospedagem e alimentação), quanto por classificação dos países. Para ajudar que peregrinos de países economicamente mais pobres possam participar das JMJs, eles são classificados nas classes A, B e C.

A classificação dos países e os tipos de pacotes definem os valores. Serão 21 tipos de pacotes com valores que variam de R$ 100,70 a R$ 577,60. Esses valores são válidos até 31 de janeiro de 2013, incluindo um desconto de 5%. Após esse período, as variações são de R$ 106,00 a R$ 608,00.

Os grupos deverão ter até 50 peregrinos, incluindo os responsáveis. Grupos maiores deverão ser divididos em subgrupos de até 50 pessoas, que poderão estar vinculados entre si por um grupo principal. A vinculação entre os grupos não garante que todos ficarão juntos. A hospedagem oferecida pelo COL será por região linguística. Também outros fatores podem ser decisórios, como por exemplo, a distância dos pagamentos entre os grupos.

As inscrições serão realizadas exclusivamente online, através do portal oficial da Jornada – http://www.rio2013.com. “Incentivamos a todos a fazerem inscrições em grupo, que podem ser formados nas paróquias, comunidades, movimentos católicos, escolas, universidades”, diz irmã Shaiane.

Os candidatos ao voluntariado que não forem selecionados deverão fazer a inscrição como peregrinos (Retirado do site oficial Rio2013.com).

Os símbolos da JMJ visitam Rondônia

Os jovens de Porto Velho em ritmo de festa acolheram os dois símbolos da Jornada Mundial da Juventude, que permaneceram na Roraima por três dias.

Ontem, domingo, dia 19, logo cedo, a Cruz e o Ícone deixaram Porto Velho e seguiram em carreata para Ariquemes, cidade que integra a arquidiocese. Ao longo do caminho, visitaram povoados, além de uma casa de recuperação de dependentes químicos. De Ariquemes, os Símbolos partiram para a Diocese de Guajará-Mirim, localizada na fronteira com a Bolívia, onde se encontram neste momento (Adaptado de Rádio Vaticana).

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s