Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 8

Coloco aqui mais um capítulo dos discursos de São Jerônimo contra Vigilâncio. Neste começaremos a ler o embate entre São Jerônimo e Vigilâncio. São Jerônimo irá nos “armar” de argumentos contra os vigilâncios atuais.

Capítulo VIII

Estaria o bispo de Roma equivocado quando oferece sacrifícios ao Senhor sobre os veneráveis ossos dos falecidos Pedro e Paulo, do modo como já dissemos, mas de acordo com você (Vigilâncio), sobre um punhado de poeira sem valor, julgando que seus túmulos não são dignos de ser altares de Cristo? E não seria este o único bispo de uma cidade a estar equivocado, mas os bispos de todo o mundo já que, ao contrário do sustentador de tavernas Vigilâncio, entram nas basílicas dos mortos, onde “um punhado de poeira e cinzas sem valor encontram-se envoltos em um pedaço de pano” encardido ou encardindo. Assim, segundo você, os templos sagrados são como os sepulcros dos fariseus, caiados por fora, enquanto que por dentro resta a imundície, estando cheios de podridão e odores fétidos. E então ele (Vigilâncio) atreve-se a vomitar suas porquices sobre esta questão e afirma: “Será que as almas dos mártires amam tanto suas cinzas que acabam permanecendo em torno delas, para que, estando sempre presentes não fiquem tristes por surgir ali alguém para rezar, pois se estivessem ausentes, não conseguiriam ouvir?” Ó, monstro, que merece ser banido para os confins da terra! Você (Vigilâncio) ri das relíquias dos mártires e na companhia de Eunômio, pai desta heresia, calunia as igrejas de Cristo? Você não se preocuopa em andar com tal companhia e prega contra nós as mesmas coisas que ele levanta contra a Igreja? Todos os seus seguidores se recusam a entrar nas basílicas dos Apóstolos e mártires, porém, contraditoriamente, eles adoram o falecido Eunômio, cujos livros eles consideram de maior autoridade que os Evangelhos. E eles também crêem que a luz da verdade estava nele assim como alguns outros hereges sustentavam que o Paráclito teria vindo em Montano ou que o próprio Maniqueu era o Paráclito. Você não pode mesmo encontrar uma ocasião de orgulho para supor que é o inventor dessa nova espécie de maldade, sendo que essa sua heresia já foi outrora levantada contra a Igreja. Ela encontrou, porém, um oponente em Tertuliano, um homem de grande sabedoria, que escreveu um famoso tratado que ele corretamente intitulou “Scorpiacum”, porque assim como o escorpião dobra-se como um arco para infligir o ferimento, também o que era formalmente conhecido como “a heresia de Caim” infere veneno no corpo da Igreja. Tal acusação repousou, ou melhor, ficou sepultada por um longo tempo, mas agora ressurge graças a Dormilâncio. Eu fico surpreso de ver você (Vigilâncio) omitir então que não deveria haver martírios, já que Deus, que não quer o sangue de bezerros e bois, muito menos poderia querer o sangue dos homens. É exatamente esta a sua conlusão, ou melhor, se você não afirma isso [explicitamente], ao menos é esta a conclusão que [implicitamente] se chega. E se [você] mantiver a idéia de que as relíquias dos mártires devem ser pisoteadas, acabará também por concluir que o derramamento de sangue que sofreram não é digno de qualquer honra.

( Tradução: José Fernandes Vidal e Carlos Martins Nabeto – Central de Obras do Cristianismo Primitivo)

Veja Também:: Capítulos 1 | Capítulo 2 | Capítulo 3 | Capítulo 4 | Capítulo 5 | Capítulo 6 | Capítulo 7

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

9 comentários sobre “Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 8

  1. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 9 « Dominus Vobiscum

  2. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 10 « Dominus Vobiscum

  3. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 11 « Dominus Vobiscum

  4. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 12 « Dominus Vobiscum

  5. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 13 « Dominus Vobiscum

  6. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 14 « Dominus Vobiscum

  7. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 15 « Dominus Vobiscum

  8. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 16 « Dominus Vobiscum

  9. Pingback: Contra Vigilâncio:: Escritos de São Jerônimo – Capítulo 17 « Dominus Vobiscum

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s