Beato João Paulo II: o amigo dos jovens

 “A juventude é um grande dom divino, é uma riqueza singular do homem. Para vocês, a vida se apresenta como uma estrada aberta para o infinito. É no coração do jovem que se desenham, se projetam e se forjam as perspectivas futuras da humanidade. ” (Beato João Paulo II, 16/10/1991)

Com muito carinho, junto com a Igreja Católica, recordamos neste 22 de outubro a memória litúrgica do Beato João Paulo II, “o Papa dos jovens”, como o chamávamos. Ele é  lembrado por ser o idealizador da Jornada Mundial da Juventude, em 1984.

Sou da “Geração João Paulo II”, uma jovem que encontrou o seu caminho e vocação através dos ensinamentos deste querido Papa. Apesar de não o ter conhecido pessoalmente, sinto muita saudade, como se fosse um grande amigo meu; ele dividiu comigo os seus três tesouros:  ensinou-me a amar profundamente  Jesus, a Santa Igreja e a Virgem Maria.

Aprendi também que o jovem tem o seu lugar na missão da Igreja no mundo, podemos evangelizar com a nossa alegria e vida simples, a santidade é uma graça possível e a juventude é um estado de espírito: aos 84 anos, o Papa era mais jovem do que muitos por aí.

Outra lição de João Paulo II foi a vivência do sofrimento: mesmo na dor, não se deixava abater. Carregava a cruz junto com o Mestre, transformava em oração a luta árdua do corpo cansado e doente.

No momento em que todos o aconselhavam a deixar de ser Papa para cuidar de sua saúde, nos deu mais uma manifestação de sua força:  “um pai nunca abandona os seus filhos”. Amar é nunca deixar ninguém para trás.

Tantas palavras de sabedoria!  Diálogo, perdão, humildade. Tantos países tiveram o solo beijado, quantas crianças abraçadas, quantos sorrisos ficaram na lembrança. O Papa gostava da tecnologia, teatro, música, literatura, coalas, ciência e fé. Lutou bravamente defendendo a vida – não ao aborto, à guerra, à eutanásia, a tudo aquilo que tira a dignidade do ser humano… Era gente como a gente, passou por tantas dificuldades e não perdeu a fé, pelo contrário, a fé era a âncora que firmava o barquinho dele nas águas agitadas.

O Papa João Paulo II amou muito o nosso país e esteve aqui quatro vezes: três visitas oficiais (1980, 1991 e 1997) e uma escala enquanto seguia para a Argentina (1982).

Em 2013, o evento que balançava o coração dele, a Jornada Mundial da Juventude, será sediada pelo Brasil.  Que alegria para a nossa geração, quantos frutos espirituais iremos colher. É a juventude que se abre para evangelizar um mundo tão cansado e relativizado, no qual os valores se invertem. É a vitalidade brasileira mostrando o rosto jovem da Igreja e dizendo: “vale a pena ser de Deus”! 

E da sacada do Céu, um Papa acena e sorri diante dessa grande festa…

Imagem: rio2013.com

Um abraço fraterno,

Taís Salum – Equipe do Blog Dominus Vobiscum

Não se esqueça de clicar na imagem abaixo e votar!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s