Ministro não ordenado da palavra. Com a graça de Deus!

Ontem na Festa de Cristo Rei, o Bispo de Osasco (Dom Ercílio Turco) deu a investidura a 6.000 ministros não ordenados.

Pax Domini! Passei um tempo afastado do blog devido as provas e trabalhos da faculdade. Mas gostaria de partilhar com vocês uma graça recebida ontem, aqui na diocese de Osasco: Ontem, mais de 6.000 leigos receberam a investidura para serem ministros não ordenados da igreja, e entre eles eu! Foi uma missa linda e muito significativa para todos os leigos que receberam a graça de poder servir a sua comunidade.

Mas o que é essa história de ministro não ordenado? Bom algumas pessoas conhecem por ministros extraordinários, ou seja, leigos que recebem do bispo a autorização para realizar uma determinada função, caso o sacerdote não possa executá-la naquele momento. Entre estes serviços podemos destacar:

  • Ministros extraordinários da Comunhão;
  • Ministros extraordinários da Celebração da Palavra;
  • Ministros extraordinários das Exéquias;
  • Ministros extraordinários dos Enfermos;
  • Testemunhas qualificadas para o matrimônio.

Esta investidura não é permanente. Ele tem um período pré-definido (aqui na diocese de Osasco tem a duração de três anos) e o ministro deve executar a sua missão como já disse anteriormente, quando não houver um ministro ordinário (ou seja um presbítero) que possa fazê-lo. O mandato só tem validade na paróquia em que o ministro serve, por isso ele não pode sair por ai de capela em capela exercendo seu ministério.

Eu (Cadu) e minha mãe recebendo a investidura de Ministros Não ordenados. Eu recebi a graça de por três anos ser Ministro Extraordinário da Palavra. Minha mãe será Ministra extraordinária das exéquias e da comunhão.

É missão do padre distribuir a eucaristia, ministrar a palavra, dar a unção dos enfermos, testemunhar os casamentos e visitar os doentes, porém em algumas comunidades sabemos que o padre não pode estar em vários lugares ao mesmo tempo, e por isso ele escolhe da comunidade alguns fiéis para ajudá-lo em caso de necessidade.

“A igreja, para cumprimento de sua missão, conta com uma diversidade de ministérios. Ao lado dos ministérios hierárquicos, a Igreja reconhece o lugar de ministros desprovidos de ordem sagrada” (Puebla 804).

Os ministros não ordenados devem ser escolhidos entre os membros da comunidade e devem ser pessoas idôneas e com boa prática cristã. Na maior parte das dioceses, os candidatos, antes de assumirem as suas funções, recebem uma formação litúrgica e doutrinal que lhes permitem exercer a sua função com a máxima dignidade e decoro. No fim de tal formação, são admitidos pelo bispo às funções para que foram escolhidos, o que nalguns casos é feito numa celebração litúrgica.

A Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, de acordo com o Papa João Paulo II, declarou, na instrução Redemptionis Sacramentum que “se habitualmente estiver disponível um número de ministros sagrados suficiente para a distribuição da Sagrada Comunhão, não se podem designar para esta função ministros extraordinários da Sagrada Comunhão. Em tais circunstâncias, aqueles que estejam designados para tal ministério não o exerçam. É reprovável a prática daqueles Sacerdotes que, embora estejam presentes na celebração, se abstêm de distribuir a Comunhão, encarregando os fiéis dessa função.”

Agradecemos ao nosso bispo Dom Ercílio, ao nosso pároco padre Henrique e a toda comunidade pela confiança recebida. Estamos a serviço.

Ontem eu louvei ao Senhor pela missão que Ele me confiou e de fato me disponho a ajudar os irmãos  celebrando a palavra sempre que necessário. Aqui na nossa paróquia, é raro haver celebrações, até porque temos dois sacerdotes que são muito comprometidos com a comunidade. Mas quando precisarem, eis-me aqui!

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

4 comentários sobre “Ministro não ordenado da palavra. Com a graça de Deus!

  1. Meu caríssimo irmão Cadu…

    Não sabes a felicidade que sinto quando leio uma notícia como esta!!!

    Louvo a Deus por este dom e missão que recebestes!

    Tu sabes que nós, ministros não ordenados, temos a grande responsabilidade de ser a face da Igreja aonde formos, por isso, rogo que Deus te proteja e te guarde na tua jornada.

    Tenho certeza que és uma pessoa abençoada, que vai desempenhar teu ministério com muita fé e amor, e que será um exemplo no meio laical para aqueles que desejam seguir o caminho de Cristo!

    Parabéns, um grande abraço, e que Deus te ilumine…

    Do seu amigo Alex.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s