Espanha: Universidade Complutense de Madri pretende acabar com as capelas do campus

Complutense trees
Do Portal Zenit

O reitor da Universidade Complutense de Madri (UCM), na Espanha, voltou a confirmar a intenção de extinguir as capelas do campus. José Carrillo, conforme denúncia da plataforma de cidadania Maslibres.org, “esquentou o clima para o encontro previsto com a arquidiocese nesta semana”, ao afirmar que “existe uma ‘cruzada’ em defesa de tais espaços”.

O porta-voz da MasLibres.org, Miguel Vidal, contesta: “A única cruzada que existe é a de Carrillo contra a liberdade religiosa na universidade. Mais especificamente, contra as capelas católicas instaladas por um convênio com a arquidiocese de Madri”.

A proposta de salas multiconfessionais não convence a MasLibres. “Essa ideia é tão excêntrica quanto incompatível com a prática da liberdade religiosa. Cada religião tem seus ritos, sua configuração de espaços, etc. É tão disparatado quanto propor que as provas de filosofia sejam feitas nos laboratórios de química. A verdadeira intenção é fazer de tudo para acabar com a identidade católica de alguns setores da universidade. Parece que a reitoria está pensando: ‘Se não fecharmos as capelas, pelo menos vamos obstaculizar ao máximo o desenvolvimento das atividades delas’”.

Carrillo reafirmou que “o arcebispado está por trás do site Hazteoir.org”, o que lhe rendeu esta resposta de Vidal: “Eles [a reitoria, ndr] continuam pensando como nos tempos da Internacional comunista. Eles acham que os conspiradores somos nós. Estão com a cabeça cheia de fantasmas do mesmo passado de onde eles vêm. E a Espanha não é a terra de Ceaucescu”.

De acordo com Vidal, “os sites MasLibres.org e HazteOir.org se limitaram a dar apoio às mobilizações dos estudantes e dos funcionários da UCM em defesa da liberdade religiosa. Carrillo deve saber que vamos continuar trabalhando, conforme acharmos mais conveniente, com absoluta independência”.

Para saber mais (em espanhol): http://www.hazteoir.org/noticia/50743-nica-cruzada-que-hay-ucm-é-próprio-carrillo.

Anúncios

2 comentários sobre “Espanha: Universidade Complutense de Madri pretende acabar com as capelas do campus

  1. Mais que acabar com as capelas, é a liberdade religiosa (proteção aos locais de culto, prevista na Dec. Univ. dos Direitos Humanos) que está em perigo. Querem padronizar os cultos religiosos, não só católicos, a uma burocracia socialista onde “todos são iguais”, levando a cabo as próprias palavras do Ecumenismo: “Unidade na Diversidade”.

    Claro, todas as religiões perderiam suas formas rituais e os símbolos de Fé seriam apagados da memória do Povo. Mas, “ainda que os pequenos se calem, as pedras gritarão”.

    A “False Dawn” está em plena implantação. Leiam esse livro, que fala sobre a URI (United Religions Initiative – Iniciativa das Religiões Unidas), coração do movimento interreligioso e ecumênico global, do qual, infelizmente, participaram pontífices católicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s