Papa Francisco pede aos Argentinos: “Não venham para a missa do dia 19 em Roma. Doem esse dinheiro aos pobres”

cartanuncbergoglio

Quando se tornou cardeal, o então Arcebispo de Buenos Aires – Jorge Mario Borgoglio – fez um pedido inusitado aos fiéis de sua Arquidiocese: Ao invés de vocês viajarem comigo para Roma, doem esse dinheiro para os pobres. O resultado disso é que a delegação argentina que acompanhou o cardeal foi a menor do ano de 2001.

Para a missa que vai marcar o início do seu pontificado (dia 19/03), O Papa Francisco enviou uma carta ao povo argentino repetindo o mesmo pedido: Que mesmo desejosos em estar com ele nesta celebração festiva, que eles (os argentinos) renunciem a esse desejo legítimo e doem o dinheiro que iam usar com esse fim para ajudar os pobres.

O Santo Padre assinalou que espera que os seus irmãos o acompanhem, mas com orações e com a esmola que assim solicitou para os irmãos mais necessitados.

O Papa Francisco exortou que fazendo desta maneira, viveremos os três mais importantes aspectos deste tempo especial de Quaresma: a mortificação ou a renúncia, a viagem a Roma neste caso; a oração e a esmola.

Como dissemos anteriormente, o Sumo Pontífice tem aos poucos mudado a rotina do Vaticano, recordando a célebre figura de João Paulo II, que muitas vezes quebrava o protocolo fazendo algumas coisas à sua maneira e ao seu próprio estilo. Prova disso é que em sua primeira aparição, Francisco decidiu não usar a capa vermelha pontifícia para aparecer pela primeira vez ante os fiéis. E antes que algum desavisado diga que isso seja uma espécie de “ato modernista”, ele vestiu o traje branco, usado por São Pio V, o Papa dominicano que não quis deixar de usar o manto branco de sua ordem, começando assim a tradição do branco papal.

Realmente um Papa de personalidade forte!

Livro Maria Sempre Virgem e SantaVeja também o novo livro do Cadu (Administrador do Blog Dominus Dominus Vobiscum)Maria Sempre Virgem e Santa. Nele você vai encontrar ensinamentos seguros da doutrina da Igreja a respeito da Santíssima Virgem Maria, além das orações mais tradicionais da nossa Igreja à Virgem Mãe de Deus. Vendas apenas pela internet nos sites Clube de Autores e AgbookUm livro para quem deseja ser mais íntimo de Nossa Senhora.

Anúncios

Papa Francisco encanta o mundo católico em três dias!

o-cardeal-argentino-jorge-mario-bergoglio

E o mundo já se rendeu ao carisma do Papa Francisco. Em menos de três dias, seja na internet ou nos meios de comunicação em geral, o assunto é um só: O Novo Pontífice da Igreja Católica Apostólica Romana.

Quem é? De onde veio? O que pensa? O que disse? O que fez? Qual a sua biografia? Quais os seus hábitos? Progressista ou conservador? Seu nome em homenagem a São Francisco de Assis ou a São Francisco Xavier? Vai seguir a linha de Bento XVI ou promover amplas reformas?

Estas são algumas das muitas perguntas que cercam esta novidade da Igreja. Muitas delas já tem resposta e outras serão respondidas no devido tempo. O certo é que ele com seus gestos simples, humildes e, por que não dizer, humanos, está conquistando os corações dos católicos do mundo. Um Papa que se curva para pedir oração ao seu povo antes de abençoar. Prefere a cruz que carregava como pastor a tantas outras. Um Papa que sorri, que brinca, que reza…

Embora o mundo católico ainda sinta saudades de Bento XVI (que para mim continua sendo o maior teólogo vivo do mundo) pelo seu estilo acadêmico e formativo, não dá para negar que Francisco tem um carisma forte que causou uma empatia imediata nas pessoas. Um Papa de opinião forte e de gestos comedidos, que recusa regalias e prefere ser um com todos e criar um corpo para lhe ajudar com a árdua missão que ele tem pela frente.

Papa de buzão

Ontem simples ato do Papa de rejeitar um carro para ir de ônibus com os irmãos cardeais, causou admiração de muitos no mundo todo, e suscitou questionamentos como o que vi no facebook e transcrevo abaixo (sem indentificar os autores):

“Se o Papa vai de ônibus para uma Missa no Vaticano, porque têm padres exigindo helicópteros para celebrar uma missa?” – Questionavam alguns fiéis, com relação aos padres “popstars”.

E este mesmo questionamento acerca do clero precisa também ser feito a nós leigos. Sem palavras, mas com gestos concretos, o Sumo Pontíficie vai abalando a estrutura dos católicos sejam eles leigos, padres, bispos ou cardeais. Precisamos de fato ter tudo isso que temos? O que é útil? O que é supérfluo? Até onde vai o meu desapego? Somos consumistas afinal?

E se em três dias o Papa conseguiu sem palavras causar questionamentos tão contundentes entre os católicos, posso dizer sem medo que ainda que não hajam grandes reformas na Cúria Romana ou em outros lugares (não digo que não possam acontecer), a revolução do modo de ser católico e de viver este catolicismo já começou. Não basta exigir grandes mudanças e reformas, sem que haja uma conversão interior em nós leigos.

Ontem em sua primeira homilia, Francisco falou sobre a importância de carregar a cruz de Cristo em nossas vidas. Em uma Igreja onde se fala tanto de curas e milagres, o novo Papa fala da essência: Aprender a carregar a sua própria cruz, sem desânimo e com esperança na ressureição. Não parar na caminhada. Confessar ao mundo que somos de Cristo e que nossos atos são frutos do amor que temos por Ele.

Penso que àqueles que como eu estão transbordando de felicidade e admiração pelo Papa Francisco precisam mais é deixar isto acontecer, festejar e sobretudo transparecer para os outros, afinal evangelizar é expressar o amor que sentimos pelo Cristo que cuida de nós. A Igreja Católica está em festa e como católicos precisamos comemorar junto com ela, para mostrar àqueles que diziam que a Igreja de Cristo está morta ou fadada ao fim entendam de uma vez por todas que a nossa Igreja – Católica Apostólica Romana – é forte, está mais viva do que nunca e que junto com o Papa, temos uma resposta diferente para dar ao mundo: Cristo Jesus!

E viva o Papa! Viva o Papa Francisco!

Livro Maria Sempre Virgem e SantaVeja também o novo livro do Cadu (Administrador do Blog Dominus Dominus Vobiscum)Maria Sempre Virgem e Santa. Nele você vai encontrar ensinamentos seguros da doutrina da Igreja a respeito da Santíssima Virgem Maria, além das orações mais tradicionais da nossa Igreja à Virgem Mãe de Deus. Vendas apenas pela internet nos sites Clube de Autores e AgbookUm livro para quem deseja ser mais íntimo de Nossa Senhora.