Santa Maria Goretti: A Santa da Castidade e do perdão

stagoretti14-001Santa Maria Goretti ou Marieta, como também era chamada, foi uma santa que morreu por não querer pecar. Deu a sua vida pela sua castidade. Nasceu na cidade de Corinaldo, província de Ancona, Itália. Ainda pequena, Maria Goretti e sua família foram obrigados a mudar-se para o inóspito Agro Pontino, na localidade de Ferrieri di Conca, em busca de trabalho.

Seus pais trabalhavam na lavoura enquanto Maria cuidava dos seus quatro irmãos mais novos.

Pouco tempo depois, quando a menina tinha dez anos, seu pai morreu de doença grave. Sua mãe, Assunta, trabalhava duramente no campo para ganhar o sustento da casa. Além de cuidar da casa e dos irmãos, Maria aproveitava o tempo que lhe restava para correr até à Igreja mais próxima e aprender o catecismo. Aos doze anos, num domingo de Maio, pôde fazer a primeira comunhão. Apesar de ter somente doze anos, Maria Goretti era muito crescida, o que chamou a atenção de um jovem garoto de 18 anos, Alexandre Serenelli. Um dia, aproveitando um momento em que Maria estava sozinha com sua irmã mais nova, Alexandre procurou seduzí-la. Diante da resistência da jovem menina, Alexandre apunhalou-a com vários golpes. A santa foi transportada ao hospital e antes de morrer perdoou ao assassino com as seguintes palavras: “Por amor a Jesus perdôo e quero que venha comigo para o paraíso”. Alexandre foi condenado a trabalhos forçados até os 27 anos, altura em que foi absolvido por boa conduta. Ele conta ter tido uma visão da pequena mártir, que o fez mudar de vida. Maria Goretti foi canonizada em 1950.

Santa Maria Goretti manteve-se pura e santa por causa do seu amor a Deus, por isso na glória reina com Cristo. Por isso no dia de hoje, pedimos que esta santa mulher, que guardou sua castidade ao extremo, possa ajudar todos os jovens que buscam uma vida de castidade, resistindo a todas as seduções do mundo por amor a Cristo Jesus.

Santa Maria Goretti, rogai por nós!

Anúncios

2 comentários sobre “Santa Maria Goretti: A Santa da Castidade e do perdão

    • Olá Helder!
      A época em que ela viveu é irrelevante, pois a Palavra de Deus e seus ensinamentos perpassam o tempo. Ser casto é sim uma resposta de amor a Deus seja o tempo que for. O Catolicismo não segue modismos e tendências, mas aquilo que é.

      Pax Domini!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s