O Papa não liberou o homossexualismo! Isto é invenção da imprensa. Entenda o porquê…

brazil_pope_world_you_fran8

Eu sabia que isso ia acontecer, só não esperava que fosse tão rápido. Mais cedo ou mais tarde a imprensa acabaria fazendo o que faz de melhor (ou de mais nojento): Distorcer as palavras do Santo Padre. O Pontífice tinha razão quando disse ainda na sua saída de Roma para o Brasil, que estar ao lado dos jornalistas era como estar cercado de “lobos ferozes”.

Mesmo o Papa tendo falado de compromisso e responsabilidade, mesmo discursando contra a “cultura do provisório, do relativo”, defendendo o valor da família e do matrimônio, os jornalistas ativistas (ou ativistas jornalistas) insistem em tentar criar uma imagem de um Papa progressista, nem que para isso eles tenham que “manipular” a informação.

Nós católicos precisamos ter muito cuidado com a leitura que a mídia faz das declarações dos Papas, Cardeais, Bispos e Padres. Quando escrevem ou falam fé e a Igreja, a grande maioria dos jornalistas e teólogos (os formadores de opinião), querem forçar a barra, no intuito de militar contra a Igreja de Cristo e a favor de um “progressismo” que não ajuda em nada a Igreja – ao contrário, que ferem os grandes valores do cristianismo.

Ainda no avião enquanto regressava a Roma o Papa Francisco concedeu uma entrevista aos jornalistas da sua comitiva no avião. O Pontífice abordou temas espinhosos; entre eles, a questão da homossexualidade.

Aqui um grande parênteses: Não falou nada de novo em matéria moral. Leia o que ele disse:

“Se uma pessoa é gay e procura Deus e tem boa vontade, quem sou eu, por caridade, para julgá-lo? O Catecismo da Igreja Católica explica isso muito bem. Diz que eles não devem ser discriminados por causa disso, mas integrados na sociedade.”

Bastou esta frase para que vários portais de notícias festejassem o que na opinião deles seria o consentimento da igreja para o ato homossexual. Nada mais falso. Antes da frase acima ele falou algo que a imprensa fez questão de não citar:

“Segundo o Catecismo da Igreja Católica, a orientação homossexual não é pecado, mas os atos, sim.”

Para não deixar nenhuma dúvida, vamos ler o trecho do Catecismo ao qual o próprio Papa remete. Assim não deixemos que haja dúvidas sobre um provável desacordo entre as palavras do Papa e o ensinamento moral da Igreja. Leiamos o parágrafo 2358:

“Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida e, se forem cristãs, a unir ao sacrifício do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição.” (CIC§2358)

Moral da história: a Igreja continua condenando o pecado, não o pecador. E, justamente porque o ama, chama-o à conversão, à castidade. Por causa de sua condição, eles não devem ser injustamente discriminados, mas tratados com respeito e dignidade. Este é o ensinamento da Igreja e esta é a referência do Papa.

Agora a grande prova da maldade da imprensa em deturpar as palavras do Papa, foi a omissão de um trecho da entrevista. Quado perguntado sobre porque não falou aos jovens sobre questões polêmicas como o aborto ou o “casamento” gay, o Santo Padre disse:

“A Igreja já se expressou perfeitamente sobre isso. Eu não queria voltar a falar sobre isso. Não era necessário voltar a falar sobre isso, como também não era necessário falar sobre outros assuntos. Eu também não falei sobre o roubo, sobre a mentira. Para isso, a igreja tem uma doutrina clara. Queria falar de coisas positivas, que abrem caminho aos jovens. Além disso, os jovens sabem perfeitamente qual a posição da igreja”.

Não satisfeito, o repórter perguntou:

E a (posição) do papa?

O resultado foi uma resposta do Papa Francisco, digna do Papa Francisco (que mais pareceu um golpe de direita no queixo):

(A posição do Papa) É a da Igreja, eu sou filho da Igreja”.

A questão é: Porque nenhum meio de comunicação noticiou este fato?

Talvez encontremos a resposta quando perguntamos: A quem interessa o “lobby gay”? A quem interessa o “lobby abortista”? Termino esta matéria indicando o excelente texto do Wagner Moura do blog “O Possível e o extraordinário”.

Pax Domini

Anúncios

31 comentários sobre “O Papa não liberou o homossexualismo! Isto é invenção da imprensa. Entenda o porquê…

  1. Sua análise foi precisa. Infelizmente a confusão que se quer fazer com as palavras do Papa é desleal… A mídia está careca de saber que a Igreja não vai mudar sua doutrina. Justamente por isso o catolicismo é uma religião a ser combatida pelos arautos do novo mundo, do novo homem, da nova civilização que deseja extinguir todo resquício de cristianismo, judaísmo, religiões tradicionais. Mas, não nos desesperemos. O poder de fazer crer e fazer ver há muito tempo não é mais monopólio da mídia! Nós também podemos fazer crer e fazer ver a verdade. Como você faz aqui no seu blog!

    • Quanto ao fato de dizerem que o Papa “não liberou o homossexualismo”, é obvio que não, ele não tem este poder, nenhum ser humano tem. Foi exatamente isto que ele falou para a Imprensa “..se um gay buscar a DEUS quem sou EU para julgá-lo”.
      Ele é um grande líder religioso, que merece todo nosso respeito, porém, igual eu e você, é servo de um SER maior, DEUS todo poderoso, fico feliz por ele ter reconhecido isto.

  2. A pergunta feita por essa repórter brasileira, in casu, no momento parecia ser algo leviano, mas não é. Todos nós, até os mais leigos, ou até aqueles que não conhecem a igreja, já saberiam qual seria a resposta, pois é algo que já vem do judaísmo, se não me engano já são a 6 (seis) mil anos que temos a resposta sobre essa pergunta. Essa pergunta que eles, os repórteres, sempre vem fazendo aos sucessores de Pedro, desta vez nosso querido Francisco, tem como objetivo induzi-los a responder o que eles, não, eles não, mas sim o demônio quer, entretanto eles nunca obterão o que almejam, pois o Espirito de Deus esta naquele que ele escolheu para tal cargo. O Espirito do mundo nunca sobressairá vitorioso, a vitória pertence ao Espirito de Deus.

  3. Devemos nos preparar, pois se o próprio Jesus foi tentado, agora o papa, então vamos nos preparar para nós também não possamos cair nas armadilha, seja ela da impressa marrom ou de qualquer imposição do demônio.

  4. Desculpe Caro irmão,

    mas não lembro de ter lido em lugar nenhum uma distorção das palavras do Papa. A posição da Igreja sobre a homesexualidade sempre foi mal interpretada pelas pessoas que não conhecem a doutrina da Igreja. E é bom que se esclareça isso como o Santo Padre fez. O que, ao meu ver, Francisco tentou fazer foi mostrar que a doutrina da Igreja não é uma superestrutura que visa manipular moralmente as pessoas, mas uma proposta de vida que se fielmente seguida é capaz de dar uma nova dimensão a vida humana. E ele fez muito bem, e é bom que a mídia mostre isso, pois incentiva as pessoas a procurarem saber mais sobre a doutrina da Igreja e quebrar os inúmeros equívocos que mantêm a respeito da mesma. Com um comentário deste que você fez aqui, perdoa a minha humilde opnião, você presta um desserviço a Igreja, logo mais esstará sendo veiculado na mídia que o Papa foi desmentido, assim como fizeram em sua declaração em respeito a salvação do ateus. Tenha mais cuidado…

    • Concordo com o Maurício. deixemos um pouco de ser a igreja que estuda (que sim é necessária), e sejamos a igreja missionária. Saiamos de nossas casas para pregar o Jesus vivo, mas não somente pregar este Jesus temos que viver este Jesus misericordioso.
      O santo padre não foi destorcido. Francisco se posicionou com um gesto de humildade questionando “Quem sou eu para julgar” e não liberando nada, muito pelo contrário citou o CIC.

      Acompanhei toda a jornada inclusive tenho q ressaltar que sou jornalista e a repórter que fez a questão é da TV Globo, brasileira que vive em Roma e veio ao Brasil para acompanhar o evento. Ela como chefe da pauta EXIGIU que a resposta de sua pergunta fosse EXIBIDA e não apenas CITADA.
      Então não se pode levianamente dizer que o maior veículo do país onde mais da metade da população tomou ciência desta informação agiu deturpadamente.

      Falando em mídia digital, o maior veículo de Mídia, UOL, transcreveu diretamente a entrevista de modo que não a exibiu, porém a transcrição está exatamente como a sua.

      Ai dizer que há deturpação é difícil, posso concordar no que diz respeito quando o site diz que foi uma das declarações mais impressionantes de um sumo pontífice sobre o tema.

      Porém também olho pelo ponto de vista de um jornalista que SENTIU um papa agindo com misericórdia e se impressiona com a humildade do líder máximo da igreja católica apostólica romana, sua santidade e sucessor de Pedro.

  5. Se Deus criou a grande maioria dos homossexuais à sua nascença, porquê a Igreja os não aceita como são??? – Porque não foi uma ESCOLHA deles…. Foi uma condição genética dada por Deus! – Responda que souber, porque estou farto de hipocrisia em nome de Deus!

    • Kar Fer, me prove que homossexualismo é genético. Há, não faz muito tempo criam, assim como vc crê agora, que os psicopatas eram assim por causas genéticas. Mas ninguem provou isso. Ora se fosse o caso, de ser genético, deveríamos deixar eles livres para matar como quiserem? Acho engraçado que as pessoas querem classificar tudo como genético sem nem saber o que é isso, querem classificar como natural, quando o que se discute é a moralidade e o bem da sociedade. Se vocês conhecesse o que é a homossexualidade e o que ela faz com o indivíduo e a sociedade não defenderia esse ato. Devemos amar o pecador e ter compaixão para com ele, mas aceitar seu pecado com base em um falso amor ao próximo isso sim é hipocrisia.

    • Levítico 20,13: “Se um homem dormir com outro homem como se fosse mulher, ambos cometerão uma coisa ABOMINÁVEL. Serão punidos de morte e levarão a sua culpa.”
      I Coríntios 6,9-10: Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? NÃO VOS ENGANEIS: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos… hão de possuir o Reino de Deus.”
      I Coríntios 6,19-20: Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebeste de Deus e que, por isso mesmo, já Não vos pertenceis?Porque fostes comprados por um grande preço. Glorificai, pois a Deus no vosso corpo.
      Marcos 10,6-8: … Deus os fez HOMEM e MULHER, por isso, deixará o HOMEM pai e mãe e se UNIRÁ à sua MULHER,e os dois serão uma só carne.
      Deus ama o pecador mas abomina o pecado.

  6. Não dá para esperar progressismo de nenhuma religião. Por isso, ao comentar um postagem no facebook sobre essas palavras do Papa sobre os homossexuais eu escrevi que desde que eles abandonassem a prática. Nada mais reacionário…

  7. No livro de João capitulo 9 relata o milagre que explica o agir de Deus nestas situações:
    Então os fariseus também lhe perguntaram como ele recuperara a vista. O homem respondeu: “Ele colocou uma mistura de terra e saliva em meus olhos, eu me lavei e agora vejo.Então perguntaram: É este o seu filho, o qual vocês dizem que nasceu cego? Como ele pode ver agora? Responderam os pais: Sabemos que ele é nosso filho e que nasceu cego.
    Mas não sabemos como ele pode ver agora ou quem lhe abriu os olhos. Perguntem a ele. Idade ele tem; falará por si mesmo.
    Pela segunda vez, chamaram o homem que fora cego e lhe disseram: “Para a glória de Deus, diga a verdade. Sabemos que esse homem é pecador.Ele respondeu: “Não sei se ele é pecador ou não. Uma coisa sei: eu era cego e agora vejo! Sabemos que Deus não ouve pecadores, mas ouve o homem que o teme e pratica a sua vontade. Ninguém jamais ouviu que os olhos de um cego de nascença tivessem sido abertos. Se esse homem não fosse de Deus, não poderia fazer coisa alguma.
    Diante disso, eles responderam: “Você nasceu cheio de pecado; como tem a ousadia de nos ensinar? E o expulsaram. Jesus ouviu que o haviam expulsado, e, ao encontrá-lo, disse: “Você crê no Filho do homem?” Perguntou o homem: “Quem é ele, Senhor, para que eu nele creia?” Disse Jesus: Você já o tem visto. É aquele que está falando com você. Então o homem disse: “Senhor, eu creio. E o adorou.

  8. Sou jornalista e acompanhei todo o trajeto do papa nesta JMJ.

    1º – Em nenhum momento ele disse que, nós jornalista, somos lobos ferozes.
    2º – Acompanhando as grandes midias, não vi distorção do que foi dito. Nenhuma que eu acompanhei falou que está liberado atos ou casamentos gays, mas o respeito. Associações LGBT fora ouvidas e ficaram contentes, pois a fala do Papa ajuda os gays a não sofrem discriminação por serem assim.
    3º – Acredito que a fala do Papa foi uma fala de misericórdia. Ele sabe que gays são humilhados, torturados pela sociedade e muitos morrem por causa da homofobia. Ele sabe que muitos cristãos, protestantes e católicos não agem com misericórdia com os gays. Que se julgam semi-deuses e julgam e condenam aqueles que deveriam amar e respeitar por serem filhos do mesmo Deus.

    Acredito que quem vive para condenar os irmãos e irmãs com essa tendência, não conhece o cristianismo e não conhece as causas da homossexualidade. Quem trabalha em pastorais e movimentos na igreja sabe que muitos que doam suas vidas na igreja são gays e na sua maioria são respeitados. Nada me surpreendeu a fala do Papa, pois como igreja vivo esse respeito na pratica.

    • Olá!

      O Papa fez sim uma brincadeira com os jornalistas na ida chamando-os de lobos ferozes na sua partida para o Brasil. A brincadeira “um tanto quanto amistosa” foi na sua partida e o vídeo foi mostrado no Canção Nova notícias da segunda feira. E sim, as matérias foram distorcidas, pois deram um sentido dúbio ao que Papa falou. De fato como mostrei no blog ele não liberou ou consentiu com o homossexualismo (pecado), mas disse que a Igreja deve acolher a todos que tem a tendência mas não cometem o pecado, e aqueles que cometem e desejam deixar de praticá-lo. A Igreja age sim com misericórdia, mas não consente com o ato. O coito homossexual é pecado e a doutrina católica é clara. Agora claro que ninguém pode deixar de conversar, trabalhar junto, deixar de ser amigo de alguém só pelo fato dele ser homossexual. Foi isso que o Papa quis dizer.

      Pax Domini

    • A brincadeira do início não está registrada em texto (apenas vi em matéria jornalística) porém no fim da entrevista ele falou novamente desta vez “minimizando” os lobos ferozes e esta parte da brincadeira está em texto. Estranho alguém que diz ter acompanhado tudo a respeito do Papa não ter visto isso. Logo conclui-se que foi “quase tudo”… 😉

      “E brincando com jornalistas concluiu: permaneço como o profeta Daniel, um pouco triste, porque vi que os leões não eram tão ferozes! Muito obrigado, muito obrigado. Um abraço a todos! Obrigado!”

      Fonte: http://tamujuntojmj.cancaonova.com/os-jovens-sao-o-futuro-diz-papa-durante-voo-rumo-ao-rio/

    • Perfeito. Roger excelente comentário. Eu vi da mesma forma e escrevi um artigo sobre Silas Malafaia que atacou o papa exatamente porque ele não vive apontando o dedo para os outros.

  9. Meu pai eles não sabem o que fazem. Todos vão plantar o que colheu. como diz no evangelho bando de raças de cobras venenosas. todos aqueles que querem degridir a imagem da igreja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s