Planned Parenthood: A Maior organização abortista do mundo

plannedparenthood62A Planned Parenthood é a empresa que mais mata seres humanos em desenvolvimento intra-uterino no mundo. A empresa criada pela Mãe do Aborto “Margareth Sanger” não tem limites e é isto que vamos mostrar para vocês neste post. Infelizmente nós católicos defensores da vida somos taxados de “fundamentalistas”, “antiquados” e “radicais”. O dinheiro acaba promovendo o outro lado da moeda e sempre se fala da “bondade” dos abortistas, de como eles estão “interessados” no bem das pessoas. O problema é de bondade não tem nada. O negócio é um só: Money, dinheiro, bufunfa, grana, verdinhas, conta no banco… Pagando bem, até racismo e eugenia valem.

Para começar o show de horrores, convido você a assistir este vídeo, retirado de um grande site católico chamado Humanitatis. Nele podemos ver a filial Ohio da Planned Parenthood aceitando doação para matar minorias no estado. Sem titubear a funcionária diz que eles fazem aborto seletivo, sim. Se isso não é eugenia e racismo, o que é? Veja! (Observação: O áudio se encontra na língua nativa)

[youtube http://youtu.be/4iQhCv00dZY]

Esta empresa atua fazendo lobbys nas mais diversas áreas e financiando campanhas políticas para se infiltrar neste meio e conseguir uma legislação favorável aos seus intuitos. Um claro exemplo disso é recente: Barack Obama teve parte de sua campanha financiada pela Planned Parenthood e depois de eleito se tornou favorável a leis pró-aborto, inclusive já noticiadas aqui no Blog Dominus Vobiscum. O valor da pequena ajuda abortista, pousa nas cifras de 15 milhões de dólares.

Lobby aliás é uma das coisas que esta empresa melhor sabe fazer. Ano passado por exemplo, ela pressionou a Fundação Susan G. Komen for the Cure, que pesquisa a cura do câncer de mama, pois a mesma ameaçou cortar as doações que mantinha aos abortistas, pois descobriu irregularidades nos exames que a PP dizia realizar. Óbvio que isso provocou uma reação de toda a imprensa e dos intelectuais de esquerda dos Estados Unidos. Neste mesmo período, a Planned Parenthood Federation of America publicou seu relatório financeiro de julho de 2004 a junho de 2005, onde mostra que sua arrecadação total chega a quase 900 milhões de dólares.

Tudo bem, pode ser que você duvide das minhas palavras (apesar de estarem documentadas), mas o que dizer de ex-funcionários desta organização?

Abby Johnson foi diretora de uma clínica de abortos da cadeia Planned Parenthood. Realizou dois abortos e depois de algum tempo e muito sofrimento psicológico, converteu-se em defensora da vida e abraçou a fé católica. Óbvio que ela foi pressionada e teve que viver uma série de batalhas judicias depois que abandonou a cultura do aborto. A matéria completa você lê aqui.

Ramona Treviño se uniu à lista de homens e mulheres que sofrem uma conversão radical enquanto trabalham para abortistas.No dia 6 de maio ela renunciou ao trabalho que exerceu por três anos e à “metade dos ganhos da minha família”. Embora na clínica de Treviño não fossem praticados abortos, ela “tinha que fornecer as referências (às grávidas que procuram abortar). Tinha que dar o número, difundir a informação sobre os lugares… onde podiam obter um aborto”. Veja mais aqui.

Mas se você pensa que a sujeira toda termina aqui, se prepare para o próximo post, pois alguém muito maior que a Planned Parenthood resolveu comprar a ideia do controle demográfico que incentiva o aborto. Aguarde!

Veja também:: A história de um pequeno ser humano… | A Odisséia da vida | Perguntas e respostas sobre os fetos e embriões à Luz da Igreja Católica |O que a Igreja Católica diz a respeito do aborto? | A violência dos métodos abortivos | A origem do Movimento abortista e da cultura de morte | O aborto como instrumento de controle demográfico | A Mãe do Aborto

Anúncios

10 comentários sobre “Planned Parenthood: A Maior organização abortista do mundo

  1. Pingback: O que a ONU tem a ver com o aborto? | Dominus Vobiscum

  2. Pingback: A origem dos grandes movimentos abortistas no Brasil | Dominus Vobiscum

  3. Pingback: O aborto e a política brasileira | Dominus Vobiscum

  4. Pingback: Integrante de organização que luta pelos direitos de afrodescendentes afirma: A PLC 03/2013 (lei do aborto) é um lixo imposto a população mais carente. | Dominus Vobiscum

  5. Pingback: Por que para a Igreja Católica a mulher não pode escolher entre o aborto ou não? | Dominus Vobiscum

  6. Pingback: Rússia: 300 mil abortos a menos graças a um excelente trabalho de políticas públicas | Dominus Vobiscum

  7. Pingback: Não tenho condições financeiras para criar um filho. Por que a Igreja não permite que eu aborte? | Dominus Vobiscum

  8. Pingback: A menina engravida… mas e o pai? | Dominus Vobiscum

  9. Pingback: O Aborto e suas consequências psicológicas | Dominus Vobiscum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s