Rússia: 300 mil abortos a menos graças a um excelente trabalho de políticas públicas

Aborto Rússia

Enquanto o partido da Presidente do Brasil luta para legalizar o aborto, alguns países embarcam na onda contrária. A Rússia por exemplo (que saiu de um regime socialista) é um destes países. E o seu esforço começa a dar resultados. Em 2012, o número de abortos na Rússia foi de 935 000, 300 000 abortos a menos que em 2008, conforme informou a diretora do departamento materno-infantil do Ministério de Sanidade Russo, Elena Baibárina, citada pela agência de notícias RIA Novosti. A notícia você confere aqui.

“O número de abortos diminuiu... Enquanto em 2008 se praticaram 1.236.000 abortos, em 2012 a cifra foi de 935.000″, ou seja, em 2008 foram praticados 73,1 abortos por cada 100 crianças nascidas vivas, o número reduziu até 49,7 em 2012″. (Elena Baibárina – Membro do Ministério de Sanidade Russo)

É verdade que o número ainda é muito elevado, mas já existem motivos para se comemorar (300.000 vidas salvas é muita coisa). É bom lembrar que o aborto agrava o problema de esterilidade que existe não apenas na Rússia, mas em toda Europa. A Rússia intensificou a luta contra o aborto ampliando os programas de ajuda para as mulheres que se encontram em uma situação crítica. Nestes programas existem profissionais para dar amparo psicológico a família e para ajudar em outras necessidades, específicas a cada realidade. Para isso foram criados os chamados centros e despachos de ajuda psicológica e social em diversos pontos do país. E sabe o que é bacana? É ver a alegria da diretora ao dizer:

 “A maioria das mulheres assistidas, decidem finalmente não interromper a gravidez (abortar)”. (Elena Baibárina – Membro do Ministério de Sanidade Russo)

Quem dera se tivéssemos um Governo interessado em salvar vidas ao invés de matar… Sonho meu? Quem sabe nas próximas eleições…

Pax Domini

Veja também:: A história de um pequeno ser humano… | A Odisséia da vida | Perguntas e respostas sobre os fetos e embriões à Luz da Igreja Católica |O que a Igreja Católica diz a respeito do aborto? | A violência dos métodos abortivos | A origem do Movimento abortista e da cultura de morte | O aborto como instrumento de controle demográfico | A Mãe do Aborto | Planned Parenthood: A Maior organização abortista do mundo | O que a ONU tem a ver com o aborto? | A origem dos grandes movimentos abortistas no Brasil | O aborto e a política brasileira | Integrante de organização que luta pelos direitos de afrodescendentes afirma: A PLC 03/2013 (lei do aborto) é um lixo imposto a população mais carente. | Por que para a Igreja Católica a mulher não pode escolher entre o aborto ou não?

Anúncios

2 comentários sobre “Rússia: 300 mil abortos a menos graças a um excelente trabalho de políticas públicas

  1. Pingback: Não tenho condições financeiras para criar um filho. Por que a Igreja não permite que eu aborte? | Dominus Vobiscum

  2. O grande problema é saber até onde isso é e pode ser real. E se é real, será que o sistema, também não pode ser como os programas do SUS, que só existem no papel. Mas, fazem uma propaganda danada para outros países, como se fossem uma ação perfeita e eficiente aos miseráveis brasileiros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s