Estudo sobre a Igreja Católica: Por que dizemos que Cristo é a cabeça da Igreja?

Chamamos a Igreja de Corpo Místico de Cristo. Esta definição tem base no que a Igreja Católica Apostólica Romana desde os seus primórdios entende ser o plano de Deus para nós. Santo Agostinho, um dos primeiros bispos da Igreja e depois santo e doutor assim dizia:

“Congratulemo-nos, pois, e demos graças pelo fato de nos termos tornado não apenas cristãos, mas o próprio Cristo. Compreendes, a graça que Deus nos fez, dando-nos Cristo por Cabeça? Admirai e alegrai-vos: nós tornamo-nos Cristo. Com efeito, uma vez que Ele é a Cabeça e nós os membros, o homem completo é Ele e nós […]. A plenitude de Cristo é, portanto, a Cabeça e os membros. Que quer dizer: a Cabeça e os membros? Cristo e a Igreja” [Santo Agostinho, In Iohannis evangelium tractatus 21, 8: CCL 36, 216-217 (PL 35, 1568)]

O Catecismo da Igreja Católica (dos parágrafos 792 a 795) nos ensina que Cristo e a Igreja são, pois, o “Cristo total” (Christus totus). A Igreja é una com Cristo. Isto é de uma beleza e grandiosidade que não tem tamanho. O apóstolo Paulo usa esta expressão para falar sobre Jesus Cristo:

“Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem Nele. Ele é a Cabeça do corpo, da Igreja. Ele é o Princípio, o primogênito dentre os mortos e por isso tem o primeiro lugar em todas as coisas.” (Cl 1,18)

O Catecismo ainda afirma que Ele é o Princípio da criação e da Redenção. Elevado à glória do Pai, tem em tudo a primazia, principalmente sobre a Igreja, por meio da qual estende o seu reinado sobre tudo quanto existe.

Esta comparação de Jesus Cristo e a Igreja com a cabeça e o corpo é realmente impressionante! Quando paramos para imaginar que a cabeça é o principal órgão do nosso corpo, ou pelo menos o que nos diferencia dos animais irracionais, é possível fazer uma série de analogias, e delas extrair grandes ensinamentos para nós.

Jesus Cabeça – Liderança.

Comumente dizemos que quando alguém “lidera” algo, ele é o cabeça. Neste caso, o termo “cabeça” consiste em liderança. Jesus é o líder supremo e soberano da Igreja Católica Apostólica Romana. Porém para nós esta liderança é um pouco mais que isso. Ele é o modelo ao qual devemos seguir. É aquele com quem devemos parecer dia a dia. Jesus é aquele que devemos imitar. Ser cristão nada mais é do que imitar a Cristo no dia a dia…

A cabeça pensa. O corpo reage.

Assim como cérebro humano dita o que o restante do corpo deve fazer, Cristo – Cabeça da Igreja – diz ao restante do Corpo o que ele deve fazer, onde e como o corpo deve caminhar. É claro que Ele não aparece a todos e fala a todos. Sua voz se faz ouvir pelo Magistério da Igreja. Se o corpo não responde aos comandos do cérebro, dizemos que ele está doente. Da mesma forma, dizemos que o membro do corpo que não responde a Cristo está em desacordo com a fé.

A cabeça forma. Transforma o corpo.

A cabeça transforma o corpo. Ela comanda. E quando o corpo responde, acontece a transformação. Não é verdade que os médicos dizem que para emagrecer é preciso querer? Também não afirmam que para sair da droga é preciso força de vontade? Da mesma forma, quando o corpo obedece a cabeça que é Cristo, acontece uma transformação: O corpo é introduzido nos mistérios da vida de Cristo e assim associado aos seus sofrimentos como o corpo à cabeça, unidos à sua paixão para ser unidos à sua glória.

A cabeça alimenta o corpo.

Na cabeça está o cérebro que pensa e a boca que alimenta. Por isso dizemos que Cristo distribui ao seu Corpo – que é a Igreja – o alimento que é o seu corpo, e ao mesmo tempo os dons e os serviços pelos quais mutuamente nos ajudamos no caminho da salvação.

“Cabeça e membros são, por assim dizer, uma só e mesma pessoa mística.” (São Tomás de Aquino, Summa theologiae 3, q. 48, a. 2, ad 1: Ed. Leon. 11, 464.)

Devemos ser gratos a Deus por ter a oportunidade de fazer parte do Corpo Místico de Cristo. Continuamos no próximo post!

Pax Domini

Leia também: Por que dizemos que a Igreja é o povo de Deus? | Quais as características do povo de Deus? | Quando somos sacerdotes, profetas e reis?

Anúncios

2 comentários sobre “Estudo sobre a Igreja Católica: Por que dizemos que Cristo é a cabeça da Igreja?

  1. Também não gosto desse momento da Missa; onde se sai falando seja o que for. Na maioria dos presentes não sinto como saindo do coração. A cada dia que passa, a cada novo direcionamento do Papa Francisco, encontro grandeza. Sou católica de nascimento, mas por opção me tornei espírita. Mas reverencio esse grande ser que é o Papa Francisco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s