Por que Nossa Senhora sempre que aparece fala mal do comunismo?

Com (1)

Deus me fala de formas muito diferentes. É assim comigo, com você e com qualquer um de nós que se deixa conduzir por Ele. Isso não nos faz melhores ou piores. É que Deus usa dos fracos para confundir os fortes, e no fim das contas, acabamos por fazer o óbvio: Dar Glória a Deus por tudo e em todos os momentos.

Quem me conhece e acompanha meu facebook pessoal, sabe da crescente preocupação que tenho com relação aos rumos que a política do nosso país tem tomado: Uma política ideológica que exclui os valores cristãos do seio da sociedade. Pois bem, hoje estudando um pouco sobre Nossa Senhora das Graças, de pesquisa em pesquisa, acabei chegando a diversos sites que acabaram por me responder uma pergunta clássica: Por que em tantas aparições de Nossa Senhora, ela mesma nos alerta sobre o perigo do comunismo? Será que o comunismo (e as suas variações mais modernas como o socialismo) são tão más assim ou é coisa de católico radical, fundamentalista e conservador? Ou será Nossa Senhora mentirosa? A resposta eu lhe dou em alguns fatos:

Fato 1: Outubro de 1917

Comunistas russos realizam o golpe de estado e tomam o poder. Uma das primeiras ações dos soldados vermelhos foi apossar-se de uma imagem de Nossa Senhora — de vários séculos de antiguidade, da feliz época em que a Rússia ainda era católica — e furar-lhe os olhos. A imagem encontrava-se na parte posterior da catedral ortodoxa (cismática) de São Basílio, na Praça Vermelha. Logo depois colocaram na boca do menino Jesus um cigarro, como símbolo de desprezo e irreverência. [Link original aqui]

Fato 2: 29 de julho de 1936

Berja, sul de Espanha. Comunistas espanhóis atacam um santuário de Nossa Senhora. Jóias e objetos de valor tinham sido previamente retirados pelos fiéis, como medida de proteção. Os vermelhos pegaram todos os móveis que conseguiram, fizeram uma pequena fogueira e colocaram sobre ela a imagem da Virgem, destruindo-a completamente. Como não conseguiram destruir uma pintura representando os milagres de Nossa Senhora, que se encontrava no teto, crivaram-na de balas. Depois disso, transformam o santuário em curral para gado. [Link original aqui]

Fato 3: 6 de dezembro de 2003

Caracas, Venezuela. Manifestantes comunistas, partidários do presidente Chávez, tomaram a praça Altamira, na capital, onde os oposicionistas se reuniam em torno de imagens de Nossa Senhora. Em abominável sacrilégio, jogaram as imagens ao chão, fizeram sobre elas suas necessidades fisiológicas e chegaram ao cúmulo de simular a realização de ato sexual com elas. O então vice-presidente do país, presente no local, não tomou nenhuma providência para evitar a diabólica profanação. [Link original aqui]

Fato 4: 21 de junho de 2007

China. Um decreto oficial do governo comunista ordenou a demolição com dinamite do santuário de Nossa Senhora do Monte Carmelo, em Tianjiajing. A imagem da Santíssima Virgem, de cem anos de antiguidade, deveria ser destruída, e também as estações da Via Sacra. Devido à pressão internacional, os atos sacrílegos foram, por ora, adiados, mas os católicos foram proibidos de realizar qualquer manifestação, peregrinação ou função religiosa no local. [Link original aqui]

Exemplos como os anteriores poderiam contar-se às centenas. São países diferentes, épocas diversas, culturas distintas, mas o ódio é o mesmo. Vem desde o início do regime comunista na Rússia.

Maria é a Rainha dos anjos e o terror dos demônios. A Virgem, pelo simples fato de existir, presta uma imensa glória a Deus e anima todos aqueles que desejam ser de Deus. Além disto, Ela é a medianeira universal de todas as graças, com as quais ilumina a inteligência, fortalece a vontade e estimula a ação dos fiéis na luta da luz contra as trevas. Ora, se Nossa Senhora é medianeira das Graças de Deus e os comunistas a combatem veementemente, de que lado eles estão? Quem é o inimigo sobrenatural da Santíssima Virgem Maria?

São Luís Grignion de Montfort, ensina:

“Uma única inimizade Deus promoveu e estabeleceu, inimizade irreconciliável, que não só há de durar, mas aumentar até o fim: a inimizade entre Maria, sua digna Mãe, e o demônio; entre os filhos e servos da Santíssima Virgem e os filhos e sequazes de Lúcifer; de modo que Maria é a mais terrível inimiga que Deus armou contra o demônio”. (Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, Ed. Vozes – 6a Edição, Petrópolis, 1961, p. 54.)

Porém existe um outro aspecto: A natureza da Virgem Maria.

Veja, Maria é real. Maria existe. Ela é uma pessoa assim como você e eu. E age muitas vezes por meio de suas aparições, várias delas bem conhecidas, como em Fátima, outras ainda desconhecidas por diversos motivos. Ela atua segundo a sabedoria de Deus, para promover e ensinar os caminhos de Deus aos homens. Ao contrário da luta de classes promovidas pelos ideais marxistas, a Virgem nos inclina ao amor ao próximo e à harmonia social. Isso é da natureza da Virgem. Esta Nela e assim permanecerá por todo sempre. Portanto se a doutrina marxista prega a divisão, Maria prega a unidade. Se o comunismo prega a luta de classes, Maria prega a paz entre os povos. Não dá para conciliar água e óleo, pois eles jamais se misturam.

A inveja marxista opõe-se à virtude da humildade e ao desprendimento dos bens da Terra. Ao espírito de revolta, de punho erguido, opõe-se a resignação ante os desígnios divinos. Contra a impureza, a blasfêmia, a preguiça, o gosto pela imundície e pelo chulo, Nossa Senhora representa para nós um modelo de Virgem puríssima, de espírito elevado, que vive para louvar a Deus. Ela ama a pobreza digna e sublime como a riqueza desprendida e dadivosa, sempre realizando aquilo que mais glória dá ao Criador.

Eis ai o grande motivo do ódio dos comunistas contra Nossa Senhora.

Dominus Vobiscum

Anúncios

6 comentários sobre “Por que Nossa Senhora sempre que aparece fala mal do comunismo?

  1. Não deixe de ler o livro “O Diário do Silêncio” de Ana Ligia Lira, obra mais completa sobre as aparições de Nossa Senhora das Graças no Brasil em 1936.

  2. E por que a CNBB, e outros tantos sacerdotes da Santa Igreja Católica defendem esse sistema no Brasil? Seriam eles, todos excomungados?

    • Olá Rafael!

      Infelizmente em todo lugar do mundo existem os desobedientes que sabem o que é o certo mas fazem questão de fazer o errado. A Teologia da Libertação subverteu a muitos e a CNBB está cheia deles também. Já outros tiveram sua péssima formação em seminários onde os reitores eram da Teologia da Libertação e simpatizantes de Boff, Betto e toda esta cambada de apóstatas. Não se pode culpar quem não aprendeu corretamente contudo quem ouve a verdade e faz o errado é digno de um julgamento negativo. A CNBB é um órgão digno de respeito, mas ela não dá a última palavra sobre a Igreja. Nem ela e nem o Papa podem contradizer sequer um documento escrito pela Igreja, de forma que se a CNBB como instituição apóia o comunismo ela está errada. Mas sabemos que a CNBB não apóia o comunismo, mas alguns dos seus membros que tiveram uma formação socialista errada e agora estão a frente de cadeiras da entidade. A verdade é que quando se fala em marxismo na Igreja, o que se pode dizer é que infelizmente a fumaça de satanás entrou em nossa Igreja. Contudo de uns anos para cá, a TL e esses movimentos na Igreja tem perdido membros e simpatizantes ao passo que outros movimentos com a verdadeira dignidade e piedade cristã tem aumentado.

      Em lugares onde a TL reinou soberanamente abrindo espaço para o marxismo, vemos hoje muitos seminários bem cuidados e excelentes padres se formando. Não se muda um quadro assim da noite para o dia, e os jovens padres de hoje, serão a CNBB de amanhã.

      Os padres que apoiam o comunismo estão sim em total desobediência com a Igreja. E boa parte deles sabe e não liga. Quanto aos bispos permitirem ou não, isso você deve perguntar a eles e não a mim. Como diz o ditado cuja autoria eu desconheço: O errado é errado mesmo que todo mundo esteja fazendo. O certo é certo mesmo que ninguém esteja fazendo.

      Quanto a mim, fico com Nossa Senhora e com a Igreja.
      Aliás fica a pergunta: Entre Nossa Senhora e alguns padres desobedientes que estão na CNBB com quem você fica?

      Pax Domini

    • O problema é que essa “ideologia” é pura utopia. Uma única classe social nunca vai existir. Isso é fábula, conto da carrochinha.
      O que o marxismo faz de fato é jogar o pobre contra o rico, o negro contra o branco e o homem contra a mulher.

      Pax Domini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s