A hipocrisia não é própria do cristão, alerta o Santo Padre

Papa Francisco na Missa em Santa Marta. Foto: L'Osservatore Romano

Papa Francisco na Missa em Santa Marta. Foto: L’Osservatore Romano

O Papa Francisco celebrou hoje de manhã a Santa Missa na capela da Casa Santa Marta, onde assegurou que a vida do cristão é fazer a vontade de Deus e dar testemunho. Por sua vez, denunciou os cristãos que “falseiam” seu cristianismo e são hipócritas porque dizem uma coisa e fazem outra.

“Ser cristão significa fazer: fazer a vontade de Deus. E, no último dia – porque todos nós teremos um, né? – naquele dia, o que o Senhor nos pedirá? Dirá: ‘O que disseram de mim?’. Não! Ele nos perguntará sobre as coisas que fizemos”, manifestou o Santo Padre.

O Pontífice afirmou que “Deus é concreto” e denunciou que “muitos cristãos são hipócritas, ao invés de serem testemunho para outros”.

Ao comentar as leituras da liturgia do dia do profeta Isaías e o Evangelho de São Mateus, alertou sobre ‘dizer’ uma coisa e agir de outra maneira.

“O Senhor nos ensina o caminho do fazer. E quantas vezes encontramos pessoas – também nós, eh! – Na Igreja: ‘Oh, sou muito católico!’. ‘Mas o que você faz?’ Quantos pais se dizem católicos, mas nunca têm tempo para falar com os próprios filhos, para brincar com eles, para ouvi-los”, comentou.

“Talvez seus pais estejam num asilo, mas estão sempre ocupados e não podem ir visitá-los e os abandonam. ‘Mas sou muito católico, eh! Eu pertenço àquela associação’. Esta é a religião do dizer: eu digo que sou assim, mas faço mundanidade”, acrescentou.

Portanto, “dizer e não fazer” é uma enganação. As palavras de Isaías, destacou, indicam o que Deus prefere: “Deixai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem”, explicou o Santo Padre.

Em seguida o Papa Francisco disse: “A misericórdia do Senhor vai ao encontro daqueles que têm a coragem de discutir com Ele, mas discutir sobre a verdade, sobre as coisas que fazem ou não fazem, só para corrigir. E este é o grande amor do Senhor, nesta dialética entre o dizer e o fazer”.

Ao finalizar, o Pontífice pediu em sua homilia “que o Senhor nos dê esta sabedoria de entender bem onde está a diferença entre dizer e fazer e nos ensine o caminho do fazer e nos ajude a percorrê-lo, porque o caminho do dizer nos leva ao lugar onde estavam os doutores da lei, os clérigos, que gostavam se vestir e ser como majestades, não? E esta não é a realidade do Evangelho!”.

Fonte: ACI Digital

2 comentários sobre “A hipocrisia não é própria do cristão, alerta o Santo Padre

  1. O QUE ELE FALOU É O QUE FALO CATÓLICOS. EXISTEM MUITOS, MAIS CRISTÃO SÃO POUCOS. SEGUIR O MANDAMENTO DO REPARTIR É RUIM. PORQUE PARA MIM O REPARTIR NÃO É O QUE NOS SOBRA E SIM UM ÚNICO PEDAÇO DO PÃO QUE VOCÊ TEM.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s