Que tal votar certo desta vez heim?

Chegamos ao fim de semana das eleições. No próximo domingo (07/10) iremos as urnas eleger os prefeitos e os vereadores que irão nos representar durante os próximos quatro anos nas nossas cidades. E o que posso dizer a respeito disso? Agora é a nossa vez!

Temos a possibilidade de colocar no poder pessoas idôneas e preparadas para cuidar das nossas cidades, e quer saber? Precisamos fazer isso o quanto antes! Já passou a hora do povo brasileiro aprender a votar e eleger bons governantes.

As pesquisas dizem que o Brasil tem uma maioria que se diz católica, sobre a qual repousam as esperanças de todos nós. Sabemos que uma maioria faz a diferença. A Igreja Católica, diferente de outras igrejas protestantes, não pedem votos aos seus membros, mas os ensinam que pré-requisitos são necessários para que eles votem de acordo com a consciência católica que dizem professar.

Por isso mesmo afirmo que é hora do povo católico sair de cima do muro e se comprometer com a sociedade em que vive votando bem. Não podemos entregar as nossas cidades a qualquer um. E antes que você me diga que o nível dos candidatos que se habilitam para as vagas oferecidas está muito baixo, eu já lhe digo que concordo com você. Aqui na minha cidade, por exemplo, aparece cada candidato a vereador que só a Misericórdia Divina para aguentar! Mas mesmo assim, dentro tantos ruins aparecem alguns bons candidatos e estes precisam ser eleitos. É uma questão de pesquisar e escolher bem.

O católico precisa votar no candidato que pensa ser o melhor e mais preparado, mesmo que acredite que ele não será eleito. Se ele merece seu voto então vote nele e pronto! O católico precisa votar em quem a sua consciência aponta. Nosso voto exprimir a ética e a moral que trazemos e os valores que acreditamos.

Podemos começar uma revolução em nossas cidades se votarmos de forma consciente nos candidatos mais preparados.

É importante também saber que vereadores e prefeitos uma vez eleitos, podem através das leis municipais, favorecerem ou não os valores que temos como a defesa da vida, liberdade de credo e tantos outros já citados neste blog. Sim o ficha limpa é importante e eu mesmo apoiei esta lei aqui no Dominus Vobiscum. Porém é preciso saber que tem muito ficha limpa de alma suja. Tem muito candidato que é civilmente apto, mas trazem ideias nocivas a socidade como a descriminalização do aborto, liberação das drogas, descriminalização da prostituição e etc.

Espero encontrá-los em breve feliz com boas notícias. Espero que pelo menos desta vez, as urnas reflitam a fé e os valores que professamos.

Pax Domini

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  
Anúncios

Aborto: CNBB reage a ministra

Dom Raymundo: ‘Qualquer debate sobre os direitos da mulher não pode excluir os direitos do nascituro’.

Diário do Comércio

Em carta à presidente Dilma Rousseff, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criticou a posição da nova ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, que defendeu a legalização do aborto no País. “Como sanitarista, tenho que dizer que o aborto é uma questão de saúde pública, e não ideológica. Como o crack, as drogas, a dengue, o HIV, todas as doenças infecto-contagiosas”, disse a ministra na semana passada.

No dia em que assumiu o cargo de ministra, no dia 10 de fevereiro, ao ser questionada sobre as críticas de líderes evangélicos a respeito de sua posição sobre a legalização do aborto, Meniccuci respondeu: “Só quero dizer que o aborto inseguro é a quarta causa de morte materna e quinta causa do SUS [Sistema Único de Saúde]. O governo tem posição em relação a isso que é pública. E vamos trabalhar. Convicção é convicção, como já foi dito pela presidente”.

Reação – Em entrevista à imprensa, ontem, o presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis, informou que a Igreja Católica reitera seu compromisso em “defesa da vida em todo o seu estado natural, desde sua concepção e é absolutamente contra o aborto”. “A vida merece respeito desde o princípio, desde a concepção. Essa é uma questão inegociável”, disse dom Raymundo.

A CNBB anunciou também hoje que a campanha da fraternidade deste ano focará o tema “Saúde Pública”. A campanha será lançada oficialmente no dia 22 de fevereiro, com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Após encerramento da reunião mensal do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), dom Raymundo informou que não vai dar publicidade ao teor da carta antes que a presidente Dilma tome conhecimento do texto, mas disse que a posição da igreja é bastante clara.

Veja também > Por uma sociedade que diz NÃO ao aborto

“Não podemos tergiversar sobre esse tema tão importante. A Igreja se preocupa com a maternidade e a paternidade precoces e com a gravidez indesejável. Por isso defendemos políticas públicas para as mulheres em situação de risco”, explicou o arcebispo. “Qualquer debate sobre os direitos da mulher não pode excluir os direitos do nascituro”, acrescentou o religioso.

A CNBB, segundo dom Raymundo, não interfere no direito da presidente de escolher seus auxiliares. “A presidente é livre para escolher seus ministros. Não interferimos nisso. Mas a CNBB estranha que logo no início dos trabalhos a ministra tenha abordado uma questão tão polêmica”, disse. “Há outras questões mais relevantes que precisam ser tratadas pelo governo”, acrescentou o arcebispo.

Questão pessoal – “Ela disse que se tratava de uma posição pessoal, não do governo. Não entramos em questões pessoais, nem em debate ideológico”, completou o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner. “A CNBB só propõe o fundamental: a defesa da dignidade do ser humano, e por isso não deu uma nota pública sobre a manifestação da ministra”, disse.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Por uma sociedade que diz NÃO ao aborto

Prometi a mim mesmo que evitaria escrever aqui no blog sobre política. Não que não seja necessário, mas é que a proposta do blog é ensinar sobre catequese e mostrar as pessoas riquezas da nossa Igreja que infelizmente passam despercebidos por nós católicos. Já faz alguns dias que comecei a publicar aqui textos da Igreja Primitiva e os Apotegmas dos Padres do Deserto, coisas que estavam engavetadas há muito tempo.

Porém me senti na obrigação de escrever depois que li dois textos do Reinaldo Azevedo em seu blog e sobretudo depois que vi a movimentação dos católicos no facebook e no twitter. É o que eu sempre digo: Política e religião se misturam, quando os valores que julgamos fundamentais para nossa sociedade são colocados em cheque. Veja os textos que falei clicando aqui e depois clicando aqui

Recentemente nossa presidente que disse na campanha eleitoral ser “contra” o aborto, nomeou professora Eleonora Menicucci como ministra das mulheres. Eu não conhecia essa senhora, mas fiquei abismado quando li uma entrevista da mesma a uma interlocutora chamada Joana Maria e publicada no site da Universidade Federal de Santa Catarina. Não tenho como publicar o link aqui, pois ele foi retirado do site. Quando li, confesso que me senti enojado. Fiquei mal o dia inteiro pensando como uma pessoa pode ser do jeito que essa senhora disse ser. Nem mesmo a Nazaré Tedesco ou a Tereza Cristina das novelas podem ter uma trajetória tão asquerosa. Parte da entrevista você encontra aqui. Pelo menos até darem um jeito de retirar do ar novamente.

Essa senhora foi colocada em um lugar importante do governo: O Ministério da Mulher.

E agora algumas perguntas são colocadas para que alguém possa nos esclarecer: Porque a presidente que disse ser “contra o aborto” coloca alguém desse naipe para defender a mulher? Será que sua promessa de se colocar em neutralidade com relação ao aborto será mantida? Embora a ministra seja do executivo ela tem poder para pressionar o legislativo a impor a descriminalização do aborto?

Agora o que mais me preocupa é a seguinte questão: E nós católicos ficaremos de braços cruzados em relação a isso?

Gostaria de propor aqui no blog que todos os católicos que defendem a vida, deixem aqui suas sugestões a respeito do que nós devemos fazer. Seria interessante marcarmos esse ponto de encontro comentando nesse texto e dando sugestões. De antemão, gostaria de dizer que até sou favorável a um novo twittaço, porém algo de concreto precisa ser feito. E como não sei se os padres e bispos irão se manifestar, acredito que serão os leigos a protagonizarem mais essa reivindicação.

Fico no aguardo das opiniões dos amigos blogueiros, twitteiros e facebookers. Só peço que as sugestões sejam publicadas aqui neste post (não no facebook e nem no twitter) para que todos possam ler e debater a fim de chegarmos a uma posição comum.

Obs.: Esse post é dedicado a defesa da vida e ao combate ao aborto. Não serão aprovados comentários marxistas que defendam o assassinato de crianças no ventre materno.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Notícia:: Marcha pela Vida reuniu 400 mil pessoas em Washington e a imprensa cala… uma vez mais

Marcha pela vida acontece todo dia 23 de janeiro em razão da decisão judicial Roe V. Wade da Corte Suprema que legalizou o aborto nos Estados Unidos.

Da ACI Digital

400.000 pessoas de todo o país se reuniram na segunda-feira 23 de janeiro em Washington DC na célebre Marcha pela Vida que a cada ano pede pelos não nascidos nos Estados Unidos. Como já é tradição os grandes meios de comunicação ignoraram o evento.

A reunião congregou a jovens, mulheres, homens e crianças de todo o país que durante várias horas suportaram intenso frio, neblina e até chuva enquanto percorriam as principais ruas da capital americana até a sede do Capitólio. A marcha foi realizada um dia depois do aniversário número 39 da decisão judicial Roe V. Wade da Corte Suprema que legalizou o aborto nos Estados Unidos.

Os manifestantes se reuniram no National Mall para escutar as dissertações de deputados e líderes pró-vida. O Presidente da Câmara de Representantes, John Boehner (Republicano-Ohio), afirmou aos manifestantes que “a vida e a liberdade” são dois princípios fundamentais que se entrelaçam para “formar o núcleo de nosso caráter nacional.”

A morte violenta de crianças inocentes não é um valor americano. (Deputado Chris Smith)

“Quando afirmamos a dignidade da vida, afirmamos nosso compromisso com a liberdade”, disse. Quando não somos capazes de defender a vida, a liberdade se vê diminuída.”

Boehner –que tem 11 irmãos– pronunciou umas palavras de abertura na marcha, nas quais recordou que “a vida humana não é uma mercadoria política ou econômica. A defesa da vida não é uma questão de partido mas tema de princípios”.

Por sua Marcha, o deputado Chris Smith (Republicano-Nova Jersey), explicou ante a multidão que a morte violenta de crianças inocentes “não é um valor americano”. Ele agradeceu aos presentes na marcha pela seu “abnegada luta pela oração, o jejum e as obras” para participar do que ele chamou “o maior movimento de direitos humanos na terra.”

Imprensa em silêncio

Assim como no Brasil, a imprensa americana se calou ante as manifestações contra a descriminalização do aborto. Ainda assim deseja ser chamada de "imparcial".

Os cantos e gritos dos manifestantes se escutaram em toda o percurso mas foram ignorados por meios importantes como o jornal New York Times.

Kristen Walker, vice-presidenta da organização pró-vida New Wave Feminists, disse que há quem “quer faze-nos acreditar que quase meio milhão de pessoas tomando as ruas cada ano pelo aniversário da decisão Roe Vs. Wade não é de interesse jornalístico porque ocorre todos os anos”.

Além disso, denunciou que há outros meios como o Washington Post que deram certa cobertura ao evento, mas reduzindo-o a um enfrentamento com os abortistas e alguns comentários em seus blogs online.

O Washington Post “manipulou um evento no qual centenas de milhares de americanos livres de todo o país se reuniram na capital de sua nação para fazer que sua voz seja ouvida, e o apresentou como um pequeno e feio confronto entre fanáticos”.

Cerca de 400 mil pessoas foram as ruas. Definitivamente o povo não deseja a descriminalização do aborto!

Segundo Walker, a intenção da imprensa secular majoritariamente abortista é apresentar os pró-vida como “um grupo marginal de fanáticos” e desmoralizar os organizadores.

“Quase todos os canais, jornais e revistas são a voz a favor do aborto. Estamos em inferioridade numérica, mas não nos calaremos. A chave para ganhar a guerra da informação quando se trata do aborto está nos novos meios de comunicação como as redes sociais”.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Notícia:: Bento XVI pede “Que todos sejam um”

Da Radio Vaticana

Como todas as quartas, Bento XVI recebeu peregrinos e fiéis de todas as partes do mundo para a Audiência Geral, que foi realizada na Sala Paulo VI.

O Papa dedicou a sua catequese à conclusão da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, que se encerra nesta quarta-feira, dia da conversão de São Paulo. No Brasil, esta Semana se realiza entre Ascensão e Pentecostes.

O centro da catequese foi a oração sacerdotal que o Senhor pronuncia antes de sua Paixão. Nela, e evocando a festa judaica do Yom kippùr, Jesus se apresenta como Sumo Sacerdote que pede por si próprio, pelos sacerdotes e pelo povo, como a vítima que se oferece ao Pai em expiação.

Em primeiro lugar, explica Bento XVI, Jesus pede ao Pai a glorificação, invocando ao Senhor para que aceite seu sacrificio. Depois, intercede pelos discípulos, consagrando-os enteramente a Deus para enviá-los à missão que lhes confia. Por último, Jesus ora por todos aqueles que creerão mediante este envio, que se prolonga na história. Suplica para eles a unidade, entendida como dom de Deus que pode ter lugar somente na comunhão trinitária. Deste modo, inaugura a Igreja que se define como povo enviado, consagrado, chamado ao conhecimento de Deus e nascido na cruz.

Ouça a catequese do Santo Padre em Português

[audio http://212.77.9.15/audiomp3/00298937.MP3]

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Brasil: Um país onde os políticos não tem a educação que deveriam ter

Fotos e imagens assim vemos a torto e a direita no cenário político do nosso país: Deputados e vereadores se ofendendo mutuamente. Fazem das Câmaras a casa da mãe Joana

Quem assiste a TV Senado ou a TV Câmara, ou outras emissoras similares já deve ter visto algum “bate-boca” entre políticos com as frases que vou citar abaixo:

– Vossa excelência é um grande idiota (1)

– Vossa excelência é um grande imbecil! (2)

– Vossa excelência deixe de ser ignorante… (3)

Se não foram exatamente essas frases, você ouviu outras deste mesmo nível ou até com um linguajar bem pior. Quem não se recorda da Senadora Marta Suplicy, que quando ministra, mandou o povo que sofria com a greve dos aeroportos “relaxar e gozar”?

Coisas assim me dão a certeza que muitos dos políticos de hoje são descontrolados, despreparados para o debate, sem vocabulário e, sobretudo, sem a educação para o cargo que ocupam. Um político precisa ser versado na arte das palavras e preparado para diante do debate não perder a compostura. Não é bom para o país, termos pessoas que nos representem xingando e esbravejando a torto e a direita.

É preciso ter consciência que quando ocupamos um cargo (seja ele qual for) estamos representando alguém. Um vendedor representa a empresa na qual trabalha. Se ele grita com um cliente, ele não suja apenas seu nome. Suja o nome da empresa na qual trabalha. Um político representa o povo que votou nele. Se o político é despreparado para o cargo que ocupa, significa que todos os eleitores que votaram nele serão mal representados.

Digo isso, porque a coisa no Brasil está feia! Pior que a encomenda. Não bastasse os políticos brasileiros atacarem uns aos outros no mesmo país com xingamentos grosseiros, agora perderam a noção do senso cívico e começaram a atacar os chefes de estado.

Esses dias, o Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) ao saber da reunião do Santo Padre – Bento XVI (Chefe da Igreja Católica e Chefe do Estado do Vaticano), com o seu Corpo Diplomático, o chamou publicamente de nazista e genocida em potencial para que o mundo inteiro escute. (Veja o discurso do Santo Padre aqui).

Esse deputado, defensor da causa gay, é o mesmo que participou de um Reality Show famoso. Ele já está se destacando entre os homossexuais como a voz do LGBT no congresso, haja vista que Marta Suplicy anda perdendo seu trono desde que recuou e mexeu na PL 122 – A Lei da Mordaça Gay tentando aprová-la.

Eu como cidadão ao ler tal coisa, confesso que senti vergonha de ser brasileiro, e de ter no Congresso do meu país alguém tão despreparado como este senhor. Aqui não estou nem falando como católico. Falo como cidadão brasileiro. Repito: Um político precisa estar pronto para o debate, usar as palavras na hora certa da melhor forma possível. É lamentável a postura de um deputado que ofende publicamente um Chefe de Estado. Aliás, é lamentável, um deputado brasileiro que ofende qualquer pessoa. Quem votou neste senhor, não se esqueça: foi protagonista desse fato vergonhoso! Que ele falasse da sua discordância com o discurso do Papa. Isso ele e todos os cidadãos têm direito de fazê-lo. Mas como deputado usar os termos chulos e vulgares que ele usou, acho que é sem cabimento nenhum.

Como eu não votei, não voto, e nunca votaria em alguém com este tipo de perfil, me uno aos amigos que estão organizando um movimento chamado #RetrateseDepJeanWyllys. Eles estão organizando um twittaço no dia 19 de janeiro às 18h, pedindo que essa retratação seja feita não porque ele concorda ou não com o Papa, mas pelo cargo que ele ocupa no Brasil, e por ter xingado publicamente uma autoridade civil que merece o respeito por ocupar tal cargo. Repito: Um deputado não pode ofender um chefe de estado. Se não me engano, isso em outros países seria um caso de política internacional. Acho que isso é mais que um dever: É uma obrigação! Um político brasileiro jamais pode faltar com diplomacia para um chefe de estado em lugar nenhum e em hipótese alguma, sobretudo nos meios de comunicação. Acredito que precisamos nos manifestar sobre isso, exigindo uma postura adequada dos nossos políticos. Já que estão lá, porque não se comportar direitinho? Ninguém tem o direito que de exigir que ele concorde com o Papa ou com a Igreja. Mas por se tratar de um deputado, é necessário o mínimo de educação.

Quando eu era criança, minha mãe dizia que quem falasse palavrão ou xingasse alguém, ia ficar com um ovo quente na boca para queimar a língua e aprender a ter modos. Graças a Deus nunca precisei disso. Mas acho que alguns “Vossa excelência” que temos por ai, mereciam um ovinho quente na boca. Ah mereciam!

Pax Domini

Obs.: Se você deseja enviar uma mensagem para o citado Deputado, clique aqui e acesse o site. É bom que você escreva. Ele precisa saber o que pensamos a respeito da sua postura inadequada.

> Leia também::

Vai tomar na Cuba! – Do Blog O Catequista
O Papa, a Igreja e o “casamento” Gay – Do Dominus Vobiscum
Ciência comprova que as pessoas não nascem gays – Do Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Notícia:: Sacrilégio: Empresa de doces faz fotos com atriz pelada dentro de uma capela na Espanha

Do ACI Digital com inserções do Blog Dominus Vobiscum

Tem notícia que dá até vergonha de postar, mas é preciso que o façamos para alertar aos menos informados e aprender com os erros dos outros. É um absurdo o amadorismo e a displicência que alguns tratam as coisas de Deus. Infelizmente o dinheiro ainda mexe com a cabeça (e os bolsos de alguns católicos). Vejam a notícia abaixo:

A Arquidiocese de Sevilla (Espanha) deplorou a publicação de um calendário da empresa alemã de chocolates e biscoito Lambertz que inclui uma fotografia tomada dentro de uma famosa capela sevilhana na que a atriz Paz Vega aparece nua em um genuflexório. (a matéria completa você lê aqui)

Vejam só: A atriz aparece nua, num genuflexório, dentro da Capela Sevilhiana. Não caríssimos, não se trata de uma cópia da capela. A equipe de gravação entrou dentro da capela com todos os seus aparatos técnicos, a atriz entrou na capela, tirou a roupa dentro da capela, fez as fotos pelada dentro da capela e ninguém fez nada! Por que? Como? Voltemos a notícia!

A firma alemã Lambertz contratou a conhecida atriz para seu calendário de 2012. Um dos locais escolhidos pelos produtores foi a capela Nossa Senhora da Encarnação, onde obtiveram a permissão da Irmandade da capela sem informar sobre as intenções de que a atriz se despisse. O Arcebispado sevilhano assinala em um comunicado deste 15 de dezembro que a Irmandade de Nossa Senhora da Encarnação autorizou as imagens, “sem conhecimento nem consulta prévia do Arcebispado, como teria sido conveniente”.

A Irmandade Nossa Senhora da Encarnação citada na matéria é como se fosse as Assembléias Paroquiais de Irmãos que tem em muitas paróquias espalhadas pelo Brasil que mandam em tudo e se brincar querem mandar nos padres e bispos. Cuidam dos casamentos, eventos sociais, do dinheiro das paróquias, noite de pizza, noite do caldo, quermesses, etc …

Para você entender é algo mais ou menos assim. Se levarmos pelo lado positivo, essa tal Irmandade fez um contrato de gravação e por inocência esqueceu de perguntar o que iria acontecer nessa gravação. Pelo que pude entender na matéria, não consultaram padres, nem bispos. Ora, sabemos que nessas empresas comerciais, tudo pode acontecer. Não seria prudente especificar no contrato o que deveria acontecer nas filmagens? Agora fica a pergunta: Imagina se a moda pega aqui no Brasil? Quem me garante que essas tais assembléias paroquiais não podem, ainda que por ingenuidade colocar nossas Igrejas em risco semelhante?

Sei que aqui existem muitas paróquias que são “administradas” por grupos de leigos. Os padres só vão lá para celebrar e olhe lá! Eu particularmente sou contra isso. Acho que o Padre tem a obrigação de cuidar da sua paróquia e sobretudo do templo sagrado. Se não tem padres, porque não pensar em diáconos permanentes, devidamente preparados pelas dioceses? Diaconato permanente é uma vocação católica ainda não muito utilizada pela Igreja. Enquanto isso na sala de justiça o que vemos muitas vezes são absurdos em nossas Igrejas que cada vez mais se multiplicam. Já vi cada heresia que só de falar dá até arrepio!

Sei que nada parecido aconteceu aqui no Brasil, mas do jeito que a coisa anda, se não tomarmos cuidado sei lá o que se pode acontecer viu! Tem lugares onde existe capela, mas não existe sacrário (sei que às vezes até falta dinheiro para se comprar e leva um tempo pois a comunidade é simples…) Mas conheci vários lugares onde existe Igreja, existe dinheiro, mas não existe sacrário. Como assim? Simples. Os administradores paroquiais precisam do espaço da capela para fazer festivais de pizza, noite do caldo… A missa termina e começa a bagunça dentro da Igreja. Não vi isso uma vez não. Vi várias vezes em vários lugares!

Chocados? Eu também fiquei e fico cada vez que vejo isso. Por isso aproveitei dessa matéria para falar que devemos tomar cuidado com as nossas Igrejas. Por favor padres do Brasil assumam seus postos. Graças a Deus aqui em Osasco, a minha paróquia (Santa Isabel) é muitíssimo bem administrada pelo querido Padre Henrique. Mas sabemos que no Brasil o negócio é diferente. Sei que os padres precisam da participação dos fiéis leigos. Até acho isso válido. Mas entregar uma igreja para um grupo de leigos despreparados para malícia desse mundo chega até a ser relaxo!

O Código de Direito Canônico quando fala do zelo sobre as Igrejas, estabelece que deve-se evitar algo que não esteja em consonância com a santidade do lugar. Ainda que não haja sacrário o zelo pelo templo deve existir. Não é porque não tem sacrário que a Igreja pode virar bagunça. E acontecimentos como o que citei acima jamais devem existir. Para mim tudo foi um e é grande sacrilégio!

Voltando ao assunto da atriz pelada dentro da Capela, o Bispo local emitiu um comunicado dizendo que não fora consultado e que: “São objeto desta proibição aqueles atos contrários à natureza eclesiástica do lugar, como é o caso de concertos de música profana, ou reportagens fotográficas como o que aconteceu”.

Ainda usando o Código de direito canônico o bispo afirmou:

O Código de Direito Canônico estabelece ademais que “em um lugar sagrado só pode ser admitido aquilo que favorece o exercício e o fomento do culto, da piedade e da religião, e fica proibido o que não esteja em consonância com a santidade do lugar”.

Então fica o recado: Pessoas e entidades que encarregadas da custódia e da manutenção dos lugares e bens sagrados, a que tenham extrema diligência neste trabalho. A casa de Deus não é casa da Mãe Joana. Na dúvida, consulte a diocese. Evite constranger a fé católica por causa de uns míseros trocados!

Pax Domini

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Notícia:: A JMJ já tem data definida! Quem não gostou chora na cama que é lugar quente!

Do ACI Digital com inserções do Blog Dominus Vobiscum

Goste quem gostar, foi confirmada ontem, em Roma, a data da Jornada Mundial da Juventude Rio2013. Conforme o jornal vaticano L’Osservatore Romano já havia mencionado, o encontro será de 23 a 28 de julho de 2013, informou o site oficial do evento www.rio2013.com. O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, divulgou a novidade por meio de seu twitter.

Penso que para nós católicos do Brasil, a jornada já começou! Já estamos vivendo um tempo de preparação para a jornada. Sinceramente estou muito feliz em ver Jovens Católicos Brasileiros vivendo o clima da Jornada Mundial da Juventude.  Seja no twitter, ou facebook, nas webrádios e sites,  o povo já está falando da Jornada como se fosse amanhã. Porém repito: a jornada já começou! A cruz da JMJ está percorrendo o Brasil. Já passou na sua cidade? Na minha já! E foi maravilhoso!

Enquanto o pessoal ainda discute os eventos, a logomarca, e todas essas coisas de menor porte, a nós cabe divulgar e sobretudo rezar por esse evento que vai reacender em muitos a chama da verdadeira Fé.

Para os desavisados de plantão: O que é a JMJ?

A Jornada Mundial da Juventude é um encontro internacional de jovens para celebrar a mensagem de Jesus Cristo. Idealizada pelo beato João Paulo II, o encontro dura aproximadamente uma semana. A última edição da JMJ foi realizada em agosto de 2011, na cidade de Madri, na Espanha, e reuniu cerca de dois milhões de jovens do mundo inteiro.

A Cruz dos jovens e do Ícone de Nossa Senhora no Brasil, símbolos da JMJ já percorrem as dioceses brasileiras e os países do Cone Sul em preparação para a JMJ Rio2013.  Para acompanhar de perto o trajeto da cruz, a JMJ Rio2013 lançou o aplicativo “Siga a Cruz” para tablets,  Iphone e android. Também em preparação a este grandioso evento, está em andamento o Concurso para a escolha da letra do Hino da JMJ Rio2013 que, assim como a Logo, formam a identidade do evento.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Notícia:: Pesquisa americana afirma que adolescentes que assistem muita televisão são mais propensas a engravidar

Do ACI Digital com inserções do Blog Dominus Vobiscum

É bom quando um órgão não católico divulga notícias assim. Por mais que a Igreja e os católicos falem, e os inimigos da decência rebatam, Deus sempre manda o tiro de misericórdia. Óbvio que eles (os que defendem a promiscuidade e ganham dinheiro com isso) vão retrucar, mas contra fatos não existem argumentos. Um estudo da RAND Corporation, publicado na edição de novembro da revista Pediatrics, revelou que existe uma forte relação entre a gravidez de adolescentes e o conteúdo sexual dos programas de televisão.

O estudo, difundido este domingo pela cadeia CNN, afirma que adolescentes com alto nível de exposição a programas com conteúdo sexual estiveram duas vezes mais propensas a ficar grávidas que as que viram menos programas desse tipo em um período de três anos. A Igreja sempre orientou os pais e responsáveis para que tivessem uma participação ativa na programação televisiva dos seus filhos. Agora a pesquisa só vem ratificar aquilo que a Igreja sempre ensinou.

“Sabemos que se uma criança está vendo mais de uma hora de televisão por dia, e sabemos que há uma cena sexual no conteúdo a cada 10 minutos, então está recebendo uma quantidade considerável de conteúdo sexual“, disse Anita Chandra, autora principal do estudo e científica condutual no RAND.

A investigação analisou os resultados de três pesquisas entre 2.000 adolescentes de idades entre 12 e 17 anos durante os anos de 2001 a 2004. O estudo enfocou-se nos resultados dos mais de 700 participantes em todos os Estados Unidos que já tinham tido relações sexuais para o momento da terceira sondagem. Para a professora de pediatria clínica da Escola de Medicina Morehouse e diretora médica do Centro de Excelência em Saúde Sexual, Wimberly Yolanda, o resultado não é surpreendente (para mim também não).

Nesse sentido, a professora aconselhou os pais a falarem com seus filhos sobre estes temas e ensinem valores morais, porque poderão limitar sua exposição ao conteúdo sexual nos meios, já que também está a influência dos amigos e da Internet. Conformre informou a CNN, os peritos assinalam que os programas de televisão quase nunca retratam os riscos do sexo. Indicou que anteriores investigações também mostraram que os adolescentes com maior exposição a estes conteúdos são mais propensos a terem relações sexuais pela primeira vez no ano seguinte.

E o pior de tudo é que aqui no Brasil algumas TVs que se dizem cristãs acabam para ganhar dinheiro, colocando em seus programas noturnos e até diurnos, cenas que estimulam o “ficar” entre os jovens, sensualidade e coisas desse tipo. Atenção pais! Fiquem atentos ao que seus filhos assistem!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Notícia:: Senado brasileiro quase aprova lei que despenaliza o aborto de anencéfalos

Do ACI Digital

Segundo informaram fontes do Movimento Brasil sem Aborto, esta semana, esteve em trâmite no Senado o projeto de lei PLS 50/2011 de autoria do Senador Mozarildo Cavalcanti (católicos lembrem desse nome nas próximas eleições) que insere o inciso III ao art. 128 do Decreto-Lei nº 2.848/1940 (do Código Penal), para dispor que não se puna o aborto caso o feto apresente um diagnóstico de anencefalia, precedido do consentimento da gestante ou, na sua incapacidade, do seu representante legal. O texto do projeto anti-vida foi revisado pela Senadora Marinor Brito (outro nome para ser lembrado nas próximas eleições), que inseriu um texto Substitutivo ao projeto. O texto principal não detalhava os requisitos de validade do diagnóstico e do consentimento da gestante. Assim, a relatora entendeu que por força do mais elevado comando de segurança jurídica:

  1. que o diagnóstico deve ser subscrito por dois outros médicos (que não participem, portanto, do procedimento cirúrgico de interrupção da gravidez);
  2. que as técnicas de diagnóstico da anencefalia sejam reguladas pelo Conselho Federal de Medicina, de modo a uniformizar os procedimentos de investigação da referida anomalia;
  3. que a manifestação do consentimento da gestante ou de seu representante legal deve ser feita por escrito, para evitar, assim, qualquer tipo de dúvida ou questionamento futuro.

Dessa forma, a senadora ofereceu emenda à proposição que vem sendo analisada, no sentido de exigir o consentimento prévio da gestante, o diagnóstico da anomalia fetal por dois médicos não integrantes da equipe que realizará o procedimento e o atendimento aos critérios diagnósticos definidos pelo Conselho Federal de Medicina. O Texto Substitutivo do art. 128 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 do Código Penal, que poderia causar a despenalização vigente para o caso do aborto de anencéfalos, afirma:

 “Art.128. (…) Aborto no caso de gravidez de feto anencéfalo

III – se o feto apresenta anencefalia, diagnosticada por dois médicos que não integrem a equipe responsável pela realização do aborto, e o procedimento é precedido de consentimento por escrito da gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.

Parágrafo único. Na hipótese do inciso III, o diagnóstico de anencefalia atenderá aos critérios técnicos definidos por resolução do Conselho Federal de Medicina.”

O senador evangélico Marcelo Crivella (PRB-RJ) pediu vista do relatório e, assim, o projeto só deve voltar à pauta da comissão na próxima semana. A mesma comissão está analisando o projeto de lei PLC 122, ou “Brasil sem homofobia”, que criminalizaria manifestações contra o homossexualismo, cuja redação foi revisada pela senadora do PT, Márcia Suplicy (terceiro nome para ser lembrado pelos católicos).

Os membros do Brasil Sem Aborto estão animando os cidadãos a escreverem aos parlamentares membros da Comissão de Direitos Humanos que votará o projeto. A sugestão de texto enviada pelos pró-vidas brasileiros para ser enviada à esta comissão do senado é:

“Sou contra o PLS 50/2011 e o Substitutivo apresentado pela Senadora Marinor Brito (PSOL/PA) pois a vida humana não pode ser sacrificada porque apresenta-se com alguma malformação congênita. Hoje são os anencéfalos, amanhã vão querer legalizar também toda e qualquer malformação congênita de um feto em desenvolvimento.  Portanto, caro (a) Senador vote contra esse Projeto de Lei”.

O texto completo do PLS 50/2011 também pode ser visto na página do Senado, através do link: http://legis.senado.gov.br/mate-pdf/100421.pdf

A lista de endereços dos parlamentares, membros da comissão de Direitos Humanos do Senado é:

ana.rita@senadora.gov.br
martasuplicy@senadora.gov.br
paulopaim@senador.gov.br
wellington.dias@senador.gov.br
cristovam@senador.gov.br
crivella@senador.gov.br
simon@senador.gov.br
eduardo.amorim@senador.gov.br
garibaldi@senador.gov.br
sergiopetecao@senador.gov.br
paulodavim@senador.gov.br
clovis.fecury@senador.gov.br
mozarildo@senador.gov.br
gim.argello@senador.gov.br
magnomalta@senador.gov.br
marinorbrito@senadora.gov.br

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?