Site da JMJ 2016 na Cracóvia já está no ar!

JMJ2016 Site

Atenção jovens brasileiros que estão se preparando para a JMJ 2016 na Cracóvia! O site da JMJ 2016 já está no ar. Disponível em seis línguas (polonês, inglês, espanhol, francês, italiano e alemão), o site promete ser um dos mais acessados da Europa. Depois do sucesso da JMJ 2013 no Rio de Janeiro, os poloneses prometem uma jornada ainda melhor.  O site ainda está em fase de construção, mas já apresenta um layout moderno e interessante. Confira clicando na imagem!

Dominus Vobiscum

Os números impressionantes da JMJ 2013

JMJ1

Dom Orani Tempesta divulgou para a imprensa os números da Jornada Mundial da Juventude. Como os inimigos da Igreja sempre usam números para criticar nossa fé, usemos da mesma medida para com eles:

  • 3,7 milhões de pessoas na missa de envio.
  • 3,5 milhões de pessoas na vigília.
  • 600 mil pessoas presentes na missa de abertura da JMJ.
  • R$ 1,8 bilhões desembolsados pelos turistas.
  • 1,2 milhões de pessoas na missa de acolhida do Papa, em Copacabana.
  • 2 milhões de pessoas na Via-Sacra.
  • 427 mil inscrições.
  • 175 países representados pelos peregrinos.
  • 356.400 peregrinos inscritos com hospedagens.
  • 356,4 mil vagas disponibilizadas para hospedagem em casas de família e instituições.
  • 72,7% do total de inscritos estiveram na primeira vez no Brasil.
  • 70 mil downloads no site oficial da JMJ Rio2013.
  • Mais de 200 mil acessos no site oficial da JMJ Rio2013.
  • Mais de 1,1 milhão de curtidas no Facebook da JMJ Rio2013.
  • 10 mil downloads no Flickr oficial da JMJ Rio2013.
  • 644 bispos inscritos (dos quais 28 são cardeais).
  • 7.814 sacerdotes inscritos
  • 632 diáconos inscritos.
  • 6,4 mil jornalistas credenciados para cobrir a JMJ para 57 países.
  • 264 locais de catequese, em 25 idiomas.
  • 60 mil voluntários.
  • Mais de 800 artistas participantes dos Atos Centrais.
  • 100 confessionários foram expostos na Feira Vocacional e no Largo da Carioca.
  • 4 milhões de hóstias produzidas, 800 mil para missa de envio.
  • 345 toneladas de resíduos orgânicos e 45 toneladas de materiais recicláveis, durante a JMJ Rio2013 (10% a menos do registrado na noite do último Ano Novo).
  • 55% do público inscrito na JMJ é do sexo feminino.
  • 60% do público inscrito na JMJ tem entre 19 e 34 anos.

Fonte: Canção Nova

Diário de um peregrino da JMJ: Dois dias com o Papa Francisco

Olá amigos! Pax Domini!

Infelizmente ontem não consegui escrever nada. Motivo: Foi uma verdadeira maratona para sair do Guarujá e chegar no Rio de Janeiro. jmjNossa chegada estava prevista para 11h33m na Cidade Maravilhosa. Porém as fortes chuvas fecharam os aeroportos cariocas. O resultado foi um atraso enorme na programação e para chegarmos até a Praia de Copacabana, tanto que mal conseguimos ficar perto de um telão. Porém o recado de Francisco foi ouvido, não apenas por mim, mas por mais de um milhão de pessoas.

O Papa nos convidou a uma “Revolução Copérnica da Fé”. Para quem não sabe, Nicolau Copérnico foi um cônego católico que desenvolveu a Teoria do Heliocentrismo, que afirmava que o Sol seria o Centro do Universo. Ao nos convidar para uma “Revolução Copérnica”, o Sumo Pontífice quis dizer que era necessário tirar o homem do centro do universo (com seu ego, auto-suficiência e orgulho) e colocar Deus. Para isso é necessário que cada católico “bote fé em sua vida” e em todos os lugares onde ele estiver.

Hoje saimos cedo para “circular” na jornada. Caminhamos, encontramos leitores do blog, velhos amigos e procuramos uma boa posição para ver o Papa. Preferimos não ficar na grade onde o papamóvel passa, mas escolher o um lugar próximo do Palco Central. Consegui ver Francisco de uma posição muito legal. Enquanto aguardávamos, vimos a juventude católica fazendo a sua festa. Para eles nada estava ruim e tudo era festa, tudo era alegria. Na areia, eles faziam montes que funcionavam como bancos. Tocavam violão, dançavam uma espécie de ciranda, tomavam chimarrão… Embora Copacabana seja um lugar conhecido por grandes festas onde a bebida e droga “rola solta”, nestes dias, vendedores de bebidas estão tendo enormes prejuízos, pois não se vê jovens bebendo ou se drogando. É a juventude católica dando exemplo para o mundo de uma alegria que não se vai quando acaba a droga ou o álcool.

E então veio a Via-Sacra. As 14 estações da JMJ Rio2013, fizeram mensão às questões do mundo de hoje, revelando o sofrimento de Jesus em meio “às dores” presentes na sociedade atual. Em seu discurso, o Papa Francisco, falou sobre o sentido da Cruz de Cristo e da Cruz peregrina, símbolo da Jornada Mundial da Juventude, que passou por todos os estados do país. E pediu que rezem pelas vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que mantou 242 jovens, em janeiro desde ano.

Leia o discurso completo:

Queridos jovens,

Viemos hoje acompanhar Jesus no seu caminho de dor e de amor, o caminho da Cruz, que é um dos momentos fortes da Jornada Mundial da Juventude. No final do Ano Santo da Redenção, o Bem-aventurado João Paulo II quis confiá-la a vocês, jovens, dizendo-lhes: «Levai-a pelo mundo, como sinal do amor de Jesus pela humanidade e anunciai a todos que só em Cristo morto e ressuscitado há salvação e redenção» (Palavras aos jovens [22 de abril de 1984]: Insegnamenti VII,1 (1984), 1105). A partir de então a Cruz percorreu todos os continentes e atravessou os mais variados mundos da existência humana, ficando quase que impregnada com as situações de vida de tantos jovens que a viram e carregaram. Ninguém pode tocar a Cruz de Jesus sem deixar algo de si mesmo nela e sem trazer algo da Cruz de Jesus para sua própria vida. Nesta tarde, acompanhando o Senhor, queria que ressoassem três perguntas nos seus corações: O que vocês terão deixado na Cruz, queridos jovens brasileiros, nestes dois anos em que ela atravessou seu imenso País? E o que terá deixado a Cruz de Jesus em cada um de vocês? E, finalmente, o que esta Cruz ensina para a nossa vida?

Uma antiga tradição da Igreja de Roma conta que o Apóstolo Pedro, saindo da cidade para fugir da perseguição do Imperador Nero, viu que Jesus caminhava na direção oposta e, admirado, lhe perguntou: «Para onde vais, Senhor?». E a resposta de Jesus foi: «Vou a Roma para ser crucificado outra vez». Naquele momento, Pedro entendeu que devia seguir o Senhor com coragem até o fim, mas entendeu sobretudo que nunca estava sozinho no caminho; com ele, sempre estava aquele Jesus que o amara até o ponto de morrer na Cruz.

Pois bem, Jesus com a sua cruz atravessa os nossos caminhos para carregar os nossos medos, os nossos problemas, os nossos sofrimentos, mesmo os mais profundos. Com a Cruz, Jesus se une ao silêncio das vítimas da violência, que já não podem clamar, sobretudo os inocentes e indefesos; nela Jesus se une às famílias que passam por dificuldades, que choram a perda de seus filhos, ou que sofrem vendo-os presas de paraísos artificiais como a droga; nela Jesus se une a todas as pessoas que passam fome, num mundo que todos os dias joga fora toneladas de comida; nela Jesus se une a quem é perseguido pela religião, pelas ideias, ou simplesmente pela cor da pele; nela Jesus se une a tantos jovens que perderam a confiança nas instituições políticas, por verem egoísmo e corrupção, ou que perderam a fé na Igreja, e até mesmo em Deus, pela incoerência de cristãos e de ministros do Evangelho. Na Cruz de Cristo, está o sofrimento, o pecado do homem, o nosso também, e Ele acolhe tudo com seus braços abertos, carrega nas suas costas as nossas cruzes e nos diz: Coragem! Você não está sozinho a levá-la! Eu a levo com você. Eu venci a morte e vim para lhe dar esperança, dar-lhe vida (cf. Jo 3,16).

E assim podemos responder à segunda pregunta: o que foi que a Cruz deixou naqueles que a viram, naqueles que a tocaram? O que deixa em cada um de nós? Deixa um bem que ninguém mais pode nos dar: a certeza do amor inabalável de Deus por nós. Um amor tão grande que entra no nosso pecado e o perdoa, entra no nosso sofrimento e nos dá a força para poder levá-lo, entra também na morte para derrotá-la e nos salvar.

Na Cruz de Cristo, está todo o amor de Deus, a sua imensa misericórdia. E este é um amor em que podemos confiar, em que podemos crer. Queridos jovens, confiemos em Jesus, abandonemo-nos totalmente a Ele (cf. Carta enc. Lumen fidei, 16)! Só em Cristo morto e ressuscitado encontramos salvação e redenção. Com Ele, o mal, o sofrimento e a morte não têm a última palavra, porque Ele nos dá a esperança e a vida: transformou a Cruz, de instrumento de ódio, de derrota, de morte, em sinal de amor, de vitória e de vida.

O primeiro nome dado ao Brasil foi justamente o de «Terra de Santa Cruz». A Cruz de Cristo foi plantada não só na praia, há mais de cinco séculos, mas também na história, no coração e na vida do povo brasileiro e não só: o Cristo sofredor, sentimo-lo próximo, como um de nós que compartilha o nosso caminho até o final. Não há cruz, pequena ou grande, da nossa vida que o Senhor não venha compartilhar conosco.

Mas a Cruz de Cristo também nos convida a deixar-nos contagiar por este amor; ensina-nos, pois, a olhar sempre para o outro com misericórdia e amor, sobretudo quem sofre, quem tem necessidade de ajuda, quem espera uma palavra, um gesto; ensina-nos a sair de nós mesmos para ir ao encontro destas pessoas e lhes estender a mão. Tantos rostos acompanharam Jesus no seu caminho até a Cruz: Pilatos, o Cireneu, Maria, as mulheres… Também nós diante dos demais podemos ser como Pilatos que não teve a coragem de ir contra a corrente para salvar a vida de Jesus, lavando-se as mãos. Queridos amigos, a Cruz de Cristo nos ensina a ser como o Cireneu, que ajuda Jesus levar aquele madeiro pesado, como Maria e as outras mulheres, que não tiveram medo de acompanhar Jesus até o final, com amor, com ternura. E você como é? Como Pilatos, como o Cireneu, como Maria?

Queridos jovens, levamos as nossas alegrias, os nossos sofrimentos, os nossos fracassos para a Cruz de Cristo; encontraremos um Coração aberto que nos compreende, perdoa, ama e pede para levar este mesmo amor para a nossa vida, para amar cada irmão e irmã com este mesmo amor. Assim seja!

Presidente Dilma pode aprovar lei abortista assim que a JMJ e visita do Papa Francisco acabar

PresidAnta Abortista

Enquanto a Jornada Mundial da Juventude Rio2013 com a presença do Papa Francisco acontece no Rio de Janeiro, está em andamento o projeto de lei PLC 3/2013, que permitirá a distribuição de uma droga abortiva em todo o sistema de saúde do país, para entrar em vigor, a lei só precisa da sansão da presidente Dilma Rousseff.

Fontes comunicaram ao Grupo ACI, que a presidente Dilma pode assinar a lei já na próxima semana, em 2 de agosto, data em que se celebra o dia da luta pelo fim da violência contra as mulheres. Caso a lei seja aprovava, a droga abortiva poderá ser entregue a qualquer mulher grávida e funciona provocando contrações que acarretam no assassinato do feto.

As fontes disseram que o projeto foi aprovado no Congresso em 4 de julho, sob uma linguagem muito sútil, que enganou os deputados brasileiros, inclusive os que são defensores da vida.

Antes desta decisão, mais de 20 associações de defesa da vida, na América Latina, enviaram um pronunciamento pedido a todo o povo brasileiro que “não se deixem enganar e façam todo o possível para que a PL 03-2013 não seja aprovada”.

Neste pronunciamento, as associações disseram que “temos estudado o projeto de lei e reconhecemos a mesma estratégia que querem aplicar em todos os países para o uso generalizado e sem a prescrição de uma droga abortiva. O primeiro passo para que esta estratégia funcione, é que a mulher pode declarar que sofreu violência sexual e só com sua palavra, ser autorizada a solicitar um aborto”.

Entre os adeptos a este pronunciamento se encontra HazteOir.org, uma plataforma com mais de 400 mil membros ativos, membros da Red Família, grupo pró-vida do México, que é integrada por mais de 800 organizações e outros reconhecidos líderes nacionais, de mais de uma dezena de países.

Carlos Polo, diretor do Escritório para a América Latina do Population Research Institute e porta-voz do grupo, explicou que:

“Esta é lei com a qual todo abortista latino-americano sonha, porque ela permitirá que qualquer mulher obtenha um aborto com pílulas, apenas dizendo que sua gravidez é resultado de uma violação. As organizações a favor do aborto têm trabalhado durante anos e atualmente, promovem abortos com esta droga de maneira clandestina, através de aconselhamento via internet ou celulares”.

Polo esclareceu que os grupos abortistas acharam conveniente esperar a ocasião em que os católicos estariam com o Santo Padre e os deputados estariam de férias, até 5 de agosto.

“Estamos nos mobilizando nas redes sociais, pedindo aos jovens pró-vida da JMJ que usem uma gravata amarela para expressar que o Brasil defende a vida. A mesma mão que vai apertar a mão do Papa Francisco não deve assinar um projeto de lei que acabaria com a vida de muitas crianças não nascidas”.

O pronunciamento completo se encontra em: http://www.lapop.org/#panel-1

Se quiserem aderir ao pronunciamento, envie seu nome, instituição e função para vida.brasil@lapop.org

Para compartilhar e espalhar esta nota através do twitter usem as hashtags:

#DefendeaVidaJMJ #Brasil #PLC3/2013 (Português)
#DefiendeLaVidaJMJ #Brasil #PLC3/2013 (Espanhol)
#StandForLifeWYD #Brasil #PLC3/2013 (Inglês)

Diário de um peregrino da JMJ – 1º Discurso do Papa

BRAZIL-POPE-WYDVIAGEM APOSTÓLICA AO RIO DE JANEIRO POR OCASIÃO DA XXVIII JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

CERIMÔNIA DE BOAS-VINDAS – DISCURSO DO SANTO PADRE FRANCISCO

Palácio da Guanabara, Rio de Janeiro.
Segunda-feira, 22 de Julho de 2013.

Senhora Presidenta, Ilustres Autoridades, Irmãos e amigos!

Quis Deus na sua amorosa providência que a primeira viagem internacional do meu Pontificado me consentisse voltar à amada América Latina, precisamente ao Brasil, nação que se gloria de seus sólidos laços com a Sé Apostólica e dos profundos sentimentos de fé e amizade que sempre a uniram de modo singular ao Sucessor de Pedro. Dou graças a Deus pela sua benignidade.

Aprendi que para ter acesso ao Povo Brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração; por isso permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente a esta porta. Peço licença para entrar e transcorrer esta semana com vocês. Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo! Venho em seu Nome, para alimentar a chama de amor fraterno que arde em cada coração; e desejo que chegue a todos e a cada um a minha saudação: “A paz de Cristo esteja com vocês!”

Saúdo com deferência a Senhora Presidenta e os ilustres membros do seu Governo. Obrigado pelo seu generoso acolhimento e por suas palavras que externaram a alegria dos brasileiros pela minha presença em sua Pátria. Cumprimento também o Senhor Governador deste Estado, que amavelmente nos recebe na Sede do Governo, e o Senhor Prefeito do Rio de Janeiro, bem como os Membros do Corpo Diplomático acreditado junto ao Governo Brasileiro, as demais Autoridades presentes e todos quantos se prodigalizaram para tornar realidade esta minha visita.

Quero dirigir uma palavra de afeto aos meus irmãos no Episcopado, sobre quem pousa a tarefa de guiar o Rebanho de Deus neste imenso País, e às suas amadas Igrejas Particulares. Esta minha visita outra coisa não quer senão continuar a missão pastoral própria do Bispo de Roma de confirmar os seus irmãos na Fé em Cristo, de animá-los a testemunhar as razões da Esperança que d’Ele vem e de incentivá-los a oferecer a todos as inesgotáveis riquezas do seu Amor.

O motivo principal da minha presença no Brasil, como é sabido, transcende as suas fronteiras. Vim para a Jornada Mundial da Juventude. Vim para encontrar os jovens que vieram de todo o mundo, atraídos pelos braços abertos do Cristo Redentor. Eles querem agasalhar-se no seu abraço para, junto de seu Coração, ouvir de novo o seu potente e claro chamado: «Ide e fazei discípulos entre todas as nações».

Estes jovens provêm dos diversos continentes, falam línguas diferentes, são portadores de variegadas culturas e, todavia, em Cristo encontram as respostas para suas mais altas e comuns aspirações e podem saciar a fome de verdade límpida e de amor autêntico que os irmanem para além de toda diversidade.

Cristo abre espaço para eles, pois sabe que energia alguma pode ser mais potente que aquela que se desprende do coração dos jovens quando conquistados pela experiência da sua amizade. Cristo “bota fé” nos jovens e confia-lhes o futuro de sua própria causa: “Ide, fazei discípulos”. Ide para além das fronteiras do que é humanamente possível e criem um mundo de irmãos. Também os jovens “botam fé” em Cristo. Eles não têm medo de arriscar a única vida que possuem porque sabem que não serão desiludidos.

Ao iniciar esta minha visita ao Brasil, tenho consciência de que, ao dirigir-me aos jovens, falarei às suas famílias, às suas comunidades eclesiais e nacionais de origem, às sociedades nas quais estão inseridos, aos homens e às mulheres dos quais, em grande medida, depende o futuro destas novas gerações.

Os pais usam dizer por aqui: “os filhos são a menina dos nossos olhos”. Que bela expressão da sabedoria brasileira que aplica aos jovens a imagem da pupila dos olhos, janela pela qual entra a luz regalando-nos o milagre da visão! O que vai ser de nós, se não tomarmos conta dos nossos olhos? Como haveremos de seguir em frente? O meu auspício é que, nesta semana, cada um de nós se deixe interpelar por esta desafiadora pergunta.

E atenção! A juventude é a janela pela qual o futuro entra no mundo. É a janela e, por isso, nos impõe grandes desafios. A nossa geração se demonstrará à altura da promessa contida em cada jovem quando souber abrir-lhe espaço. Isso significa: tutelar as condições materiais e imateriais para o seu pleno desenvolvimento; oferecer a ele fundamentos sólidos, sobre os quais construir a vida; garantir-lhe segurança e educação para que se torne aquilo que ele pode ser; transmitir-lhe valores duradouros pelos quais a vida mereça ser vivida, assegurar-lhe um horizonte transcendente que responda à sede de felicidade autêntica, suscitando nele a criatividade do bem; entregar-lhe a herança de um mundo que corresponda à medida da vida humana; despertar nele as melhores potencialidades para que seja sujeito do próprio amanhã e corresponsável do destino de todos. Com essas atitudes precedemos hoje o futuro que entra pela janela dos jovens.

Concluindo, peço a todos a delicadeza da atenção e, se possível, a necessária empatia para estabelecer um diálogo de amigos. Nesta hora, os braços do Papa se alargam para abraçar a inteira nação brasileira, na sua complexa riqueza humana, cultural e religiosa. Desde a Amazônia até os pampas, dos sertões até o Pantanal, dos vilarejos até as metrópoles, ninguém se sinta excluído do afeto do Papa. Depois de amanhã, se Deus quiser, tenho em mente recordar-lhes todos a Nossa Senhora Aparecida, invocando sua proteção materna sobre seus lares e famílias. Desde já a todos abençoo. Obrigado pelo acolhimento!

Diário de um peregrino da JMJ – Segunda Feira (chegada do Papa)

camisa blog

Camisa especial do Blog Dominus Vobiscum para a Acolhida do Santo Padre.

Na quinta feira de madrugada estarei saindo do Guarujá rumo ao Rio de Janeiro. Iremos em um pequeno grupo de 4 pessoas. O detalhe é que para conseguir estes dias, tive que trabalhar muito para compensar os dias que irei me ausentar do trabalho. Eis o motivo da ausência. Porém mesmo “sumido” do blog, estou acompanhando todo o backstage da JMJ e me preparando para a viagem. Chegarei ao Rio dia 25 de julho, no dia da “Acolhida do Santo Padre”.

Por isso estou criando aqui nesta semana, este pequeno diário trazendo as minhas expectativas e também da equipe do Blog Dominus Vobiscum com relação à Jornada Mundial da Juventude. Ontem li que o Papa Francisco conversou e rezou com o Papa Emérito Bento XVI na último sábado pela Jornada. É bom saber os dois andam em plena sintonia. Acho que este tipo de notícia anda causando calafrios entre aqueles que apostam que o Papa Francisco irá revolucionar a igreja. Estou sabendo também que a cidade (apesar das tentativas frustradas dos não católicos) também está se organizando para o evento. Fala-se em pelo menos 40 pontos de informações para os turistas e os peregrinos por sua vez já estão retirando os seus kits.

Dentre todos os que estarão na JMJ 2013, percebe-se que o próprio Santo Padre é um dos mais animados, já que ontem manifestou alegria no Ângelus e já no avião escreveu aos jovens via twitter. Isso tudo vai fazendo com que nós, os peregrinos, fiquemos cada vez mais felizes com tudo isso que está acontecendo.

Ao que me parece, a mídia secular que como sempre fecha os olhos para Igreja Católica, do nada percebeu o tamanho do evento e se assustou. Em todos os jornais só se fala da chegada do Papa, da JMJ, dos peregrinos, e mesmo com uma ou outra matéria mal intencionada podemos dizer que todos estão rendidos a este evento que será um sucesso de renda e público.

Hoje o Papa Francisco chega ao Brasil e será recepcionado pelo Governador do Rio de Janeiro e pela Presidente Dilma Roussef. Fala-se que a chegada do Sumo Pontífice não poderia vir em uma hora pior para o PT, que passa por uma profunda queda de popularidade, e vive uma enorme pressão por parte dos religiosos e defensores da vida para o veto total da PLC 03/2013. Sabe-se que o Governador do Rio de Janeiro também não anda lá muito bem das pernas. Neste cenário, a Igreja Católica vai levar aos jovens a Doutrina Católica à luz do evangelho.

Assim que possível, volto ao blog, com mais notícias.

Pax Domini

Sobre a participação de artistas seculares na JMJ 2013

jmj2013A JMJ2013 finalmente está chegando. Não só o Papa, mas muitos jovens no Brasil e no mundo estão preparando as malas para esse que será o maior evento católico dos últimos tempos. A estrutura já está em fase de finalização e está tudo lindo e maravilhoso com exceção de uma coisa: A lista de artistas seculares que farão parte da JMJ (que envolve Luan Santana, Fafá de Belém, Ana Maria Braga e outros).

Inicialmente eu confesso que não queria escrever sobre assunto. Primeiro porque o Jorge Ferraz do blog Deus lo Vult, já havia escrito com muita propriedade em dois posts (veja o primeiro aqui e o segundo aqui). Segundo porque já havia dado meu parecer no facebook. Mas mudei de ideia pelo fato de perceber que as pessoas não entenderam muito bem o motivo da crítica.

Vamos lá então:

A crítica a participação destes não se dá pelo fato dos artistas em questão serem pecadores ou não. Pecador eu sou e você também é. A crítica se torna justa e efetiva quando percebemos as bandeiras que estes artistas defendem em seus projetos do dia a dia. Não queremos dizer que só os santos devem ir à JMJ. Se assim fosse nem o Papa estaria presente. Mas queremos que as pessoas que subam aos palcos da jornada, sejam pessoas comprometidas com a fé católica. Se ao menos os artistas que lá subirem seguirem o exemplo de Tony Ramos, que tem uma vida discreta, participa semanalmente da Santa Missa e não se expõe em assuntos controversos já é de bom tamanho. Usar o jargão “todos somos pecadores” não se aplica neste caso.

Talvez alguns extremistas retruquem: Mas Cadú, você quer expulsar os artistas da JMJ? Eles não tem direito de ser evangelizados?

Claro que não quero expulsar ninguém! Claro que todos tem direito de serem evangelizados! Só que para serem evangelizados eles não precisam subir ao palco, não precisam usar microfones, não precisam se expressar publicamente. Para serem evangelizados eles só precisam se misturar a multidão de peregrinos e ouvir, rezar e se rever como todos nós iremos fazer. Não precisamos de celebridades não católicas em um evento católico. Não precisamos de pessoas que acendam uma vela pra Deus hoje e outra para o diabo amanhã.  Vejamos alguns exemplos das bandeiras que essas “celebridades” CONVIDADAS levantam no seu dia a dia:

Luan Santana – Faz apologia à sexualidade livre em suas músicas e canções e que se gaba publicamente de ter uma coleção de roupas íntimas das suas fãs (Será o novo Wando!?) e de manter esporadicamente relações sexuais com elas após os seus shows (Isso sim que é exemplo de castidade para ser imitado por todos os jovens. Agora depois vão os catequistas, blogueiros e evangelizadores católicos falar de castidade com que moral!?). Olha uma das músicas do cidadão:

“Mãos para o alto novinha / Por que porque hoje tu ta presa / Tu tem direito de sentar / Tem direito de gritar / Tem direito de sentar de ficar de rebolar […] Fica caladinha / Fica caladinha / E desce, desce novinha” (Música do cantor em questão)

Repito: Pecado por pecado todo mundo tem os seus. Mas que bandeiras este garoto tem levantado em sua vida? Que testemunho cristão ele pode acrescentar aos milhões de jovens que estarão na jornada? Que utilidade meu Deus ele vai ter em cima do palco da JMJ?

Ana Maria Braga – A apresentadora que dispensa comentários (e que de jovem não tem nada), é conhecida por receber com pompas e regalias em seus programas as maiores aberrações morais do mundo do entreternimento, como – por exemplo – a dupla de marmanjos que teve “dupla paternidade” reconhecida, os “heróis” do BBB que vez por outra são chamados a opinar sobre os mais diversos assuntos, além de vez em quando “passar” mensagens aos telespectadores alusivas a assuntos contrários a fé cristã. E a pergunta que não quer calar: O que está vovó beleza estará fazendo na JMJ? O que ela de fato acrescentará?

Fafá de Belém – A cantora que já participou de outros eventos católicos com seus grandes decotes e se diz devota de Nossa Senhora, lançou recentemente em parceria com o Deputado Jean Wyllys do PSOL/RJ a campanha pelo Casamento Civil Igualitário durante a 16º Parada Gay em São Paulo. Você pode ver isso no próprio site do deputado defensor ferrenho da causa gay. Sinceramente duvido que se a Santa Sé soubesse deste episódio permitiria esta senhora a subir no palco da JMJ. Porém como ela é de Belém, e o Arcebispo do Rio Janeiro Dom Orani Tempesta era bispo de Belém… Ah velhas amizades!

Agora fica uma constatação: Depois de ver os “convidados” da Equipe Organizadora da JMJ nota-se o grau de comprometimento da mesma em querer agradar a Dona Rede Globo de Televisão além de acreditar piamente que a mistura do Sagrado com o Profano funciona (são os famosos católicos raimundos: Um pé na Igreja, dois pés no mundo). A verdade é que na minha opinião, a escolha destes artistas foi uma tremenda de uma bola fora, coisa que na verdade os católicos já deveriam estar acostumados.

Agora não adianta fazer bico e nem beicinho. Duvido muito que orgulho e a vaidade dos organizadores se dobrem a todas as críticas sofridas. Nos resta é participar da JMJ guardando o que é bom, desprezando o que não vale a pena ser guardado, e rezando para que os jovens que vão a jornada não sejam tão influenciados pelos desmandos da equipe de raimundos da JMJ.

Ps.: O pessoal na internet criou uma petição para ser entregue a organização da JMJ 2013, solicitando a revisão desta participação. Segue o link caso você queira assiná-la, expressando também a sua opinião a respeito do assunto: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=JMJpcat

>> Visite a nossa livraria virtual conheça bons livros para sua formação doutrinal e espiritual.

Bento XVI realizará voo de helicóptero sobre o Cristo Redentor

preço cristo redentorO Papa Bento XVI realizará um voo em helicóptero sobre o Cristo Redentor no Rio do Janeiro, durante a visita que realizará à cidade, com ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio 2013, em julho deste ano.

O Arcebispo do Rio do Janeiro, Dom Orani Tempesta, confirmou a notícia indicando que embora não se sabe se o Papa visitará pessoalmente o monumento, sim “vai dar um passeio em helicóptero ao redor da estátua de 30 metros de altura, erigida sobre o Corcovado”.

Durante a JMJ, que se realizará entre o 23 e 28 de julho de 2013, a estátua do Cristo Redentor, escolhida recentemente como uma das maravilhas do mundo moderno, estará aberta à visita do público durante as 24 horas do dia.

A JMJ Rio 2013 espera receber cerca de dois milhões de jovens, de acordo com os organizadores.

Dom Orani assinalou que se organizará “grupos de 25 a 30 jovens de várias nacionalidades, para que rezem no Corcovado pela juventude, pelo mundo, pela paz”.

Os jovens assistentes ao evento darão as boas-vindas ao Papa Bento XVI na praia da Copacabana. Aí também se realizará uma via sacra.

JMJ Brasil 2013 – Notícias da Semana


Voluntários do Lions Club atuarão na JMJ

O Instituto Jornada Mundial da Juventude assinou convênio com o Lions Clube do Rio de Janeiro em 18 de setembro. A parceria consiste em colocar os participantes da associação como voluntários do evento que vai reunir os jovens no mundo inteiro com o Papa Bento XVI, em julho do próximo ano, na cidade maravilhosa.
O coordenador geral da JMJ Rio2013, monsenhor Joel Amado, explicou que a iniciativa partir do Lions e representa um ato de “construir um evento a várias mãos”.
No Rio, o Lions conta hoje com cerca de 1.300 voluntários.A participação deles na JMJ Rio2013 ainda será definida a partir de um planejamento estratégico que a associação está elaborando (Adaptado de Rio2013.com 19/09).

Congresso de Jovens católicos no Rio ocorre em clima de JMJ

Os cerca de 2 mil participantes do Congresso de Jovens Shalom (CJS), realizado na Arquidiocese do Rio de Janeiro, ouviram no domingo, dia 23 de setembro, a convocação feita pelo arcebispo e presidente do Comitê Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013, Dom Orani João Tempesta, a serem testemunho de fé para o mundo. O congresso realizou-se em clima de JMJ com a presença Dom Antonio Dias Duarte bispo auxiliar do Rio e vice-presidente do COL e uma centena de jovens voluntários que ajudaram na organização.
O arcebispo incentivou os jovens a se configurarem a Cristo, o que, segundo ele, é uma contradição para o mundo de hoje. “O mundo ensina o contrário do Evangelho. É só disputa de poder, corações divididos, ganância, guerra, ódio, tudo quer nos tirar do caminho de Jesus. Mas, temos que seguir na direção certa, apesar das tentações. Quem confia em Deus pode ter uma vida nova. A JMJ é um chamado para um encontro com o Senhor”, afirmou o prelado.
Por sua parte, o fundador da Comunidade Católica Shalom, Moysés Azevedo, incentivou jovens de várias partes do Brasil a anunciar Jesus Cristo ao mundo, diante de uma humanidade indiferente a Deus. “A alegria da vida de muitas pessoas é Jesus Cristo”, disse. “Evangelizar é manifestar o amor de Cristo até as últimas consequências”, afirmou Moysés na palestra oferecida aos jovens no segundo dia do Congresso de Jovens Shalom.
Falando sobre o tema da JMJ Rio2013, “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19), Moysés motivou os jovens a serem missionários. “Somos enviados a evangelizar o mundo de hoje, o mundo que Deus amou tanto que enviou seu filho para que o salvasse. Devemos olhar este mundo com os olhos de Jesus”, disse.
“Evangelize. Descubra a alegria de evangelizar. Somos um povo em movimento, que dá de graça o que de graça recebeu”, concluiu o fundador da comunidade Shalom (Adaptado de ACI Digital – 25/09).

A arte e o grafite fazem parte do seu mundo – Isso é JMJ!

Várias formas de expressão artística também farão parte da JMJ Rio2013. Do grafite à arte sacra, além de shows e exposições, um mundo de beleza e emoções estarão na programação. Isso é JMJ!

Uma parte da programação é montada com a participação dos peregrinos. É o Festival da Juventude e a exposição de grafite.

Estão abertas as inscrições para os grafiteiros que querem expor durante a JMJ Rio2013. O Museu de Arte Sacra de São Paulo (MAS-SP) e a Jornada abriram edital para jovens peregrinos do mundo inteiro que tenham interesse em participar de workshop e exposição de grafite a ser realizada no período da JMJ. Os trabalhos selecionados ficarão em exibição por dois meses. Para se inscrever na categoria ‘Jovem grafiteiro peregrino’, os interessados deverão, até o dia 20 de dezembro de 2012, preencher a Ficha de Inscrição disponível no site http://www.museuartesacra.org.br , assinar o termo de liberação de direitos autorais e anexar o desenho a ser grafitado em pdf e os enviar por e-mail para grafite@museuartesacra.org.br. Os candidatos devem ter entre 18 e 35 anos. As inscrições são gratuitas (Adaptado de Rio2013.com – 27/09).

Missa celebra a chegada de réplica do Cristo em Fortaleza

A réplica do Cristo Redentor, uma homenagem aos 80 anos de um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro, celebrado ano passado, chega a Fortaleza em 27/08, depois de passar por outras seis cidades do mundo. A Capital cearense foi escolhida como ponto estratégico de divulgação da JMJ Rio2013, evento que terá o monumento do Cristo Redentor como seu embaixador.
O lançamento da exposição contou com a presença do Reitor do Santuário Arquidiocesano do Cristo Redentor do Corcovado e membro do Comitê Organizador Local da JMJ Rio2013, padre Omar Raposo, que presidiu a celebração eucarística no Santuário de Fátima. Durante a celebração, ele fez questão de esclarecer a origem do Cristo Redentor, construção da engenharia brasileira, e não um presente da França, como muitos acreditam (Adaptado de Diário do Nordeste – 28/09).

01 de outubro – dia de Santa Teresinha do Menino Jesus, Padroeira das Missões e Patrona na JMJ Rio 2013

Santa Teresinha do Menino Jesus nasceu na França, em 1873. Aos 15 anos, entrou num Mosteiro Carmelita, lugar onde viveu com humildade, simplicidade sua plena confiança em Deus. Foi proclamada padroeira das missões em 1927, por seu profundo desejo de ser missionária e sua disposição de oferecer tudo pelo bem dos demais. A JMJ a invoca como Padroeira das missões!

Oração
Concedei-me, por vossa intercessão, o ardor missionário para levar Jesus a todos os povos! Amém.

Santa Teresinha, patrona da JMJ, rogai por nós!
(Imagem e texto retirados de Rio2013.com)

 

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Santo do Dia: Santa Rosa de Lima

Bom dia, tudo bem? Como já foi mencionado no post Santa Rosa de Lima, intercessora da JMJ Rio 2013, rogai por nós! hoje vamos falar desta mulher que foi a primeira Santa da América Latina!

Santa Rosa de Lima

Hoje celebramos a memória da primeira santa da América do Sul, Padroeira do Peru, das Ilhas Filipinas e de toda a América Latina. Santa Rosa nasceu em Lima (Peru) em 1586; filha de pais espanhóis, chamava-se Isabel Flores, até ser apelidada de Rosa por uma empregada índia que a admirava, dizendo-lhe: “Você é bonita como uma rosa!”.

Santa Rosa de Lima, rogai por nós!

Rosa bem sabia dos elogios que a envaideciam, por isso buscava ser cada vez mais penitente e obedecer em tudo aos pais, desta forma, crescia na humildade e na intimidade com o amado Jesus. Quando o pai perdeu toda a fortuna, Rosa não se perturbou ao ter que trabalhar de doméstica, pois tinha esta certeza: “Se os homens soubessem o que é viver em graça, não se assustariam com nenhum sofrimento e padeceriam de bom grado qualquer pena, porque a graça é fruto da paciência”.

A mudança oficial do nome de Isabel para Rosa ocorreu quando ela tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, da mesma família de sua santa e modelo de devoção: Santa Catarina de Sena e, a partir desta consagração, passou a chamar-se Rosa de Santa Maria. Devido à ausência de convento no local em que vivia, Santa Rosa de Lima renunciou às inúmeras propostas de casamento e de vida fácil: “O prazer e a felicidade de que o mundo pode me oferecer são simplesmente uma sombra em comparação ao que sinto”.

Começou a viver a vida religiosa no fundo do quintal dos pais e, assim, na oração, penitência, caridade para com todos, principalmente índios e negros, Santa Rosa de Lima cresceu na união com Cristo, tanto quanto no sofrimento, por isso, tempos antes de morrer, aos 31 anos (1617), exclamou: “Senhor, fazei-me sofrer, contanto que aumenteis meu amor para convosco”.

Foi canonizada a 12 de abril de 1671 pelo Papa Clemente X.

Santa Rosa de Lima, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades: