Pornografia: Como vencer este vício?

pornografia

Somos chamados a castidade. A pornografia é um buraco negro que acaba com a vida de muitos jovens, estimula o adultério e destrói famílias e lares.

A pornografia é um problema sério, que poucos evangelizadores tem o hábito de falar. É quase um tabu. Quando se trata das drogas já existem movimentos católicos que combatem este problema. Existem folders, cartazes, grupos de ajuda… Mas a pornografia também é um ato que vicia (e talvez até de forma mais dura e cruel do que a droga). Ela tem feito muitos estragos nas vidas das pessoas, destruindo lares e estimulando o adultério. O Catecismo da Igreja Católica diz:

A pornografia consiste em retirar os atos sexuais, reais ou simulados, da intimidade dos parceiros, para exibi-los a terceiras pessoas, de modo deliberado. Ofende a castidade, porque desnatura o ato conjugal, doação íntima dos esposos um ao outro. É um grave atentado contra a dignidade das pessoas intervenientes (atores, comerciantes, público), uma vez que cada um se torna para o outro objeto de um prazer vulgar e de um lucro ilícito. E faz mergulhar uns e outros na ilusão dum mundo fictício. É pecado grave. As autoridades civis devem impedir a produção e a distribuição de material pornográfico. (CIC§2354)

Infelizmente muitos homens (e atualmente até mulheres católicas) vivem o vício da pornografia, e consequentemente da masturbação. Neste contexto não estão apenas os jovens, mas adultos, idosos, solteiros, casados, seminaristas e até sacerdotes. É um problema difícil de lhe dar, pois é fácil hoje acessar um site pornográfico quando se está sozinho e assim se deixar levar pelos seus apetites sexuais que em muitas vezes termina no ato da masturbação (isso quando não acaba em coisas piores, como em uma traição, por exemplo). E o pior é que fica tudo em segredo, pois infelizmente admitir o vício da pornografia é algo difícil e complexo, muito embora seja necessário.

Uma recente pesquisa revelou que quase um de cada cinco usuários regulares de pornografia se sente controlado por seus desejos sexuais. Por outro lado, um estudo da Universidade de Cambridge mostrou que as pessoas viciadas na pornografia têm uma atividade cerebral parecida com a dos alcoólicos ou drogados.

“A pesquisa mais recente informou que a pornografia funciona como uma droga em relação à atividade cerebral… Os usuários regulares da pornografia costumam preferir a fantasia à realidade, assim como a televisão a um ser humano.” (Clay Olsen, Co-fundador e diretor executivo do Fight the New Drug – Luta contra a nova droga )

Porém nem tudo são notícias ruins. O bom de tudo isso é que a pesquisa revelou que “o cérebro é capaz de curar-se e voltar para um estado saudável”.

É preciso dizer ainda que a pornografia é uma obra do demônio, que é o “pai da mentira”. É ele quem propõe a pornografia como uma felicidade enganosa. Como em uma pescaria, em que a isca parece saborosa, mas esconde um anzol pronto para fisgar o peixe, a pornografia parece atrativa, mas, dentro dela, há um “anzol” para ferir, matar a vida da alma e precipitá-la no fogo do inferno. De fato, as pessoas que pecam na pornografia deveriam ser representadas em um leito em chamas. Porque, com aquele pecado, elas estão lançando no fogo do inferno a si mesmas e àqueles que lhe assistem. Alguém pode objetar que Deus, por ser amor, não vai condenar ninguém ao inferno só por causa de uma relação sexual. Mas, é necessário lembrar que o contrário do amor não é necessariamente o ódio. Quando uma pessoa usa a si própria e a alguém para buscar um prazer, não está amando de verdade; está, ao contrário, profanando o seu corpo, que é “templo do Espírito Santo”.

78-rc-frame-vencer-vida

Somos chamados a vencer nossos pecados através da oração, confissão, atitudes concretas e sobretudo com a partilha.

Como se libertar da pornografia?

A primeira coisa é ter uma vida de oração, e não abandoná-la caso caia. Quando pecamos é normal sentirmos vergonha de Deus, e com isso deixarmos de rezar. Mas é justamente o contrário. Jesus sabe que você caiu em um vício e quer te ajudar, portanto reze sempre. Tenha uma vida de oração sempre e quando cair não tenha medo de confessar seu pecado e seguir em frente! É necessário primeiramente buscar o sincero do perdão de Deus. Este é o segundo passo para aquele que “peca contra o seu próprio corpo” (1 Cor 6, 18).

(Faça um bom exame de consciência, busque um sacerdote e confesse seu pecado)

Depois é preciso entender que o vicio da pornografia não começa de uma hora para outra. Não é algo que surge do nada. Ele vai crescendo dentro de nós. Sendo cultivados dentro nós: na mente e no coração. E existem várias situações que vão despertando o desejo de experimentar a pornografia, ainda que seja a curiosidade. Este desejo é igual a erva daninha: vai crescendo dentro de nós e criando raízes e quando menos percebermos, já estamos pensando nas suposições, ideias e futuras iniciativas. Daí somente depois vem o ato. Portanto se você deseja vencer o vício da pornografia, é necessário combater o pecado ainda enquanto pensamento. Quando você pensar em pornografia, ou desejá-la, é preciso combater com oração.

Depois, se você deseja combater a pornografia em sua vida é preciso dar passos concretos. Se para reconhecer esta situação sequer é preciso crer, para livrar da não se pode dizer o mesmo. Você não precisar ir a fundo na pornografia para depois sair. É ao contrário! Mantenha-se afastado dela e de todas as ocasiões de pecado! Lembre-se que o viciado em pornografia se sente estimulado em tudo que vê. Portanto é preciso evitar sites, filmes, revistas e livros que estimulem a sua sexualidade. E não estou falando apenas de sites pornográficos, mas sites onde a sexualidade se vê aflorada. Existem amigos e amigas nossas que postam fotos ousadas em seus facebooks. Se isso te estimula a posteriormente migrar para um site pornográfico, bloqueie essa pessoa, ou ao menos ignore-a. Uma boa dica também é evitar o uso de PCs, tablets, notebooks, notepads quando estiver sozinho no quarto, sobretudo depois de um determinado horário. Da mesma forma livros, revistas, filmes…

Um jovem que vivia este problema e que acompanhei discretamente até um tempo atrás, disse que venceu a luta com a pornografia depois que tirou o PC do seu quarto e instalou na sala de sua casa. Como ele era acostumado a acessar o PC, a noite sozinho no quarto, isso foi muito importante para que ele vencesse a luta. Recentemente ele me disse que já estava há seis meses sem acessar um site pornográfico e fazia quatro meses que não se masturbava.

Porém a maior dica que dou para que você vença a pornografia é essa: Não viva seu problema sozinho! Procure alguém de confiança e partilhe o que você está vivendo. Peça ajuda! É importante conversar com alguém que vive a castidade, pedindo forças para vencer o problema. Se você é homem, procure um homem de confiança, maduro na fé, para lhe ajudar a vencer este problema. Na falta, procure até um psicólogo cristão. Você mulher, procure uma senhora, alguém com maturidade para te ajudar. Veja que eu indiquei sempre alguém do mesmo sexo, pois vai lhe dar mais confiança para partilhar seu problema. Mas é essencial partilhar, dividir seu fardo com alguém que vai te ajudar a vencer o mal.

Espero que este seja o pontapé inicial para a sua vitória frente à masturbação e ao vício da pornografia.

“Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo” (Jo 16, 33).

Pax Domini. Dominus Vobiscum

Anúncios

Deputado homossexual Jean Wyllys insulta parlamentar cristão

Jean-Wyllys

Já não é de hoje que o deputado homossexual Jean Wyllys (PSOL-RJ) que diz ser contra a intolerância, é intolerante quando o assunto é o cristianismo. Já mostramos aqui no blog Dominus Vobiscum alguns dos seus “pitis” contra o então papa Bento XVI e contra a Igreja. Como das outras vezes o adversário era muito maior que ele (tanto que nem se dignaram a responder as flatulências verbais dele), parece que ele resolveu vociferar contra alguém que ele julga de menor porte: Seu companheiro parlamentar Deputado Marcos Feliciano (PSC).

A crise dessa vez se deu por em virtude da escolha do deputado Feliciano como líder da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Veja o que ele escreveu em seu twitter (desta vez printaram o twitter dele, já que ele tem uma estranha mania de apagar o que escreve posteriormente):

jeanwyllysfeliciano2013

A atitude de Jean Wyllys se dá por um simples motivo: Marcos Feliciano é cristão protestante. Bastou apenas isso para o Pastor Feliciano ser tachado de fundamentalista, homofóbico e racista. Pode isso Arnaldo?

Agora, se você leitor não aceita o homossexualismo como algo normal, você é taxado de homofóbico. Mas se você agir com um cristão da mesma forma que este deputado repetidas vezes agiu, não há problema algum. Se a pessoa pede tolerância, não deveria ela ser tolerante também?

Veja mais sobre o assunto clicando aqui

Livro Maria Sempre Virgem e SantaVeja também o novo livro do Cadu (Administrador do Blog Dominus Dominus Vobiscum)Maria Sempre Virgem e Santa. Nele você vai encontrar ensinamentos seguros da doutrina da Igreja a respeito da Santíssima Virgem Maria, além das orações mais tradicionais da nossa Igreja à Virgem Mãe de Deus. Vendas apenas pela internet nos sites Clube de Autores AgbookUm livro para quem deseja ser mais íntimo de Nossa Senhora.

Vem ai o Estatuto da diversidade sexual.Prepare-se para tirar o nome dos seus pais da carteira de identidade!

Tirar o nome de seus pais da carteira de identidade? Se o estatuto for aprovado, é o que acontecerá!

Passamos o período das eleições. Agora quem ganhou, ganhou, quem perdeu, perdeu. Não existe choro nem vela. Se eu e você votamos corretamente, só o tempo dirá. Todo caso o que me preocupa não são as pessoas eleitas, mas o que elas vão fazer com o poder que nós – sociedade – demos a ela. Porém não quero falar aqui das eleições municipais, mas de um projeto que está rodando a nossa sociedade e se apresenta como um perigo para as nossas famílias: O estatuto da diversidade sexual. Mas o que é isso?

O estatuto da diversidade sexual é mais uma investida do movimento gayzista para implantar no Brasil uma espécie de ditadura totalitária gay. A proposta foi elaborada com contribuições de movimentos sociais e é endossada pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT). Os principais pontos de projeto são bastante polêmicos pois desejam mudar a estrutura de valores que consideramos fundamentais, entre eles a família. Veja quais são estes tópicos:

  • Acabar com a família tradicional – O conceito de família é pai, mãe e filhos. A ideia é acabar com este conceito e fazer com que as famílias possam ser constituídas de dois homens e duas mulheres e não necessariamente de duas mães ou dois pais;
  • Retirar os termos “pai” e “mãe” dos documentos – Uma vez que a pessoa possa ter dois “pais” ou duas “mães”, é melhor tirar o nome deles da carteira para não constranger a pessoa;
  • Acabar com as festas tradicionais das escolas (dia dos pais, das mães) – Para “não constranger” os que não fazem parte da família tradicional;
  • A partir de 14 anos, os adolescentes disporão de cirurgia de mudança de sexo custeada pelo SUS – Eu estou com um cirurgia marcada para tirar uma pinta pelo SUS faz um ano. Para isso eles não tem dinheiro, mas para um adolescente mudar de sexo eles vão ter…

Além disso, o estatuto abriria uma brecha para a tal ideologia de gênero. Se você não sabe o que é isso clique aqui para saber mais.

Outro aspecto bastante questionável é o fato deste estatuto prever uma cota de trabalho em organismos públicos para travestis e transsexuais. Ou seja, não adianta você estudar para passar em um concurso público, pois alguém com menos preparo poderá assumir sua vaga se ele (ou ela) se declarar travesti ou transsexual. Isso quem afirma não sou eu, mas Maria Berenice Dias, presidente da Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Veja um trecho de sua entrevista no site Athos GLS (não aconselho que acessem. apenas quis mostrar que a entrevista é real):

“Está prevista uma cota no mercado de trabalho para travestis e transexuais, na atividade pública. Nos presídios, deve haver um cuidado com o lugar onde essa população fica. Aqui no Rio Grande do Sul, travestis e transexuais ficam em celas separadas, mas ficam dentro de um presídio masculino, quando deveriam ficar no presídio feminino.”

Eu particularmente me pergunto sobre como seria um presídio que abrigasse mulheres e travestis, e um outro que abrigasse homens e lésbicas. Um tanto quanto estranho na minha opinião… Além do mais, se já existe uma cota para negros e agora tivermos também uma cota para gays, o que vai restar para o resto da população? Bom se você quiser saber o conteúdo deste estatuto, entre no blog do Carmadélio clicando aqui.

Hoje este estatuto já foi entregue a OAB e agora precisa de 1% de assinaturas do total de eleitores do país para ser levado a diante. Traduzindo: 1,4 milhões de assinaturas. Eles querem fazer com esta lei, o mesmo que foi feito com a Ficha Limpa (conseguir o número de assinaturas que permite ser entregue como um projeto de iniciativa popular). A bancada LGTB já está se mobilizando para isso e em 2013 eles devem trabalhar forte para conseguir estas assinaturas. Além disso, a lei conta com o apoio das ministras Marta Suplicy (Cultura) e Eleonora Menicucci (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres).

Vale a pena ressaltar que a nível municipal, a ABGLT terá alguns aliados a mais: Entre as 155 candidaturas de representantes assumidamente homossexuais em 2012, cerca de 10% foram eleitas no país. Foram eleitos gays, lésbicas, transexuais e travestis para vereadores em diversas cidades brasileiras. Os campos da esquerda, com destaque para PT (Partido dos trabalhadores) e PSB (Partido Socialista Brasileiro), foram os partidos que mais apresentaram candidatos coloridos.

Acho que o povo cristão (e aqui incluo os católicos e protestantes) precisa começar a pensar em como fazer para que este estatuto medonho não seja aprovado, ou senão, preparar-se para tirar o nome da sua mãe e do seu pai da sua carteira de identidade… lamentavelmente!

Que Nossa Senhora proteja o Brasil!

Até o próximo post! Não se esqueça de clicar na imagem abaixo e votar!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Porque falar de aborto nas eleições municipais?

Nas últimas eleições presidenciais um tema promovido pelos católicos e evangélicos causou um grande tumulto entre os presidenciáveis da época: O aborto. Por ter se colocado contra o aborto, a então candidata Dilma Roussef teve uma enorme queda no primeiro turno, tendo que se comprometer com católicos, evangélicos e defensores da vida a não tomar nenhuma atitude em favor da descriminalização do aborto se ganhasse as eleições. Há quem diga que ela não anda cumprindo a sua promessa.

Hoje estamos vivendo uma disputa eleitoral em nível municipal e é comum depararmo-nos com a seguinte questão: “Se o aborto é tema tratado na esfera federal, como o voto nas eleições municipais pode influir na nossa luta contra a sua descriminalização e prática?”

A pergunta é altamente pertinente: Será que um vereador ou um prefeito eleito pode intervir nesta questão? Que consequências tem a nossa sociedade se eu votar em um candidato a vereador ou prefeito que defenda o aborto?

Cada partido político defende uma série de valores em seu estatuto ou programa de governo. Quando alguém se filia a um partido político, ele concorda com os valores que este partido defende. Se o filiado se opõe a isso ele pode ser punido internamente pelo partido. Foi isso que aconteceu no ano de 2009 a dois deputados petistas que se opuseram a descriminalização do aborto.

Paralelamente, é importante lembrar que o SUS está organizado em níveis de atenção. O Nível Primário é o que chega à casa das pessoas e é de competência do município. É neste nível que as mulheres recebem a notícia de que estão grávidas e devem ser acompanhadas até o término da sua gravidez. Neste caso, a decisão entre abortar ou não acontece neste nível, sob a influência dos profissionais de saúde, que devem seguir as normas da Secretaria da Saúde (órgão composto por profissionais indicados pelo prefeito).

Prefeitos e vereadores, além das grandes verbas que recebem, podem apoiar ONGs e outras instituições sociais. Ou seja, se os que estão cumprindo mandato têm convicções abortistas, invariavelmente as organizações que trabalham para estes fins serão apoiadas. Por tudo isso, precisamos estar atentos nessas eleições para que nosso voto seja mais um instrumento de defesa da vida.

Por isso, existem diversos grupos políticos que querem evitar esse assunto nas eleições de 2012. Afirmam eles que este não é o momento propício para levantarmos essa questão, uma vez que a competência para descriminalizar o aborto cabe ao Congresso Nacional. Pura mentira! Por isso nós católicos temos que escolher bem os nossos candidatos, pois a vida das crianças indefesas das nossas cidades é que estão em jogo!

Pense bem. Avalie com o devido discernimento e não vote a favor da morte! Seja um voto sempre a favor da vida!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Comissão tem prazo irreal para revisar o anteprojeto do novo Código Penal. Safadeza!

Os políticos brasileiros mais uma vez querem dar uma “volta” no povo. E provavelmente irão fazê-lo, haja vista que enquanto o povo brasileiro acompanha as últimas medalhas brasileiras nas Olimpíadas de Londres e a briga entre “Nina” e “Carminha” na novela Avenida Brasil, a reforma do Código Penal brasileiro segue sendo efetuada a toque de caixa. Nos últimos capítulos dessa novela que os brasileiros não assistem, os senadores membros receberam um prazo de apenas 7 dias para apresentar seus pareceres ao relator do projeto, Senador Pedro Taques (PDT-MT), no que aparenta ser uma estratégia para apressar a aprovação de um texto que entre outras coisas, legaliza a prostituição, despenaliza o aborto e aprova as uniões homossexuais. Não eles não estão inspirados em Bolt, grande campeão dos 100 metros livres. É pura safadeza mesmo!

Este parece ser um artifício para que não haja tempo para que o povo se manifeste a favor da vida e da família no novo código. “Não houve um só senador favorável ao prazo. Aparentemente o relator (Sen. Pedro Taques) parece ser o único que acredita na possibilidade de revisar um projeto de mais de 500 artigos em um prazo tão curto, o que nos leva a crer que esta é uma grande armação para que o texto seja aprovada sem oposição alguma”, afirmam fontes da nossa agência direto de Brasilia.

Por sua parte, o Vice-Presidente do PROVIDA FAMILIA e assessor parlamentar na Câmara dos Deputados há mais de 22 anos, Prof. Paulo Fernando Melo da Costa afirmou que o texto do Código Penal vigente que data de 1940 precisa efetivamente de uma atualização. “Entretanto a proposta apresentada pelo grupo de trabalho de 15 “juristas” não está em sintonia com o pensamento da grande maioria da população brasileira”. A entrevista do Prof. Paulo Fernando Melo da Costa você encontra aqui.

A POPULAÇÃO BRASILEIRA PODE E DEVE SE MANIFESTAR!!

Agora vem a hora mais difícil: Pedir aos brasileiros que acreditam no valor da vida que liguem ou mandem mensagens para o senado, demonstrando a sua opinião a respeito do assunto.

Precisamos enviar mensagens e expor nossos valores. Existe um modo bastante fácil de fazer isso: O canal “alô senado”. Basta ligar gratuitamente de qualquer fixo ou celular para o numero 0800 612211. As mensagens gravadas são entregues nos gabinetes dos senadores e, quando perguntarem para quem deve ser entregue a mensagem diga: “a todos os senadores, especialmente aos membros Comissão Especial para reforma do Código Penal”. Você também pode se manifestar especificamente aos senadores do seu Estado, que são os seus representantes. Tomemos alguns exemplos de mensagens feitos pelo criador do blog escola sem partido, Miguel Nagib:

“Solicito a Vossa Excelência que, no anteprojeto do novo Código Penal, não descriminalize nem crie novas exceções para o aborto e eutanásia. O direito constitucional à vida deve ser respeitado.”

“Como cidadão, manifesto minha desaprovação à tentativa de descriminalizar o aborto e a eutanásia na reforma do Código Penal. Os nascituros e os doentes devem ser respeitados.”

“Peço que, na reforma do Código Penal, seja mantida a incriminação do aborto em todos os casos e não seja descriminalizada a eutanásia. A vida é um valor fundamental.”

Mensagens como estas podem ser feitas por telefone no número acima ou pela internet neste link. (http://www.senado.gov.br/senado/alosenado/codigo_penal.asp)

É IMPORTANTE E URGENTE A NOSSA MANIFESTAÇÃO. VAMOS MOSTRAR QUE O POVO BRASILEIRO ESTÁ ATENTO E DESEJA O RESPEITO À VIDA DA CONCEPÇÃO À MORTE NATURAL.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Santo do Dia: Santo Eusébio de Vercelli

Olá, tudo bem? Hoje celebramos um testemunho “tremendo” vocacional e repleto de amor pela Igreja na vida de Santo Eusébio de Vercelli. Vamos conhecer um pouco mais sobre ele?

Santo Eusébio de Vercelli, rogai por nós!

Santo Eusébio de Vercelli

Santo Eusébio de Vercelli nasceu 2 de março de 283 em Sardenha (Itália), e segundo a tradição mudou-se com a mãe e a irmã menor para Roma após o martírio de seu pai em procura de lucro com a Política e o Direito. Encontrado por Jesus, converteu-se e recebeu as águas do Batismo e o novo nome de Eusébio, pois foi batizado pelo Papa Eusébio.

De simples leitor da Igreja de Roma, Eusébio foi ordenado sacerdote e depois em 345, Bispo em Vercelli, onde exerceu seu ministério com zelo, muito amor às almas e à Verdade. Dentre tantas inspirações para a Diocese, Eusébio vivia comunitariamente com seus sacerdotes, e desta comunhão conseguiu forças para vencer os bons combates do dia-a-dia.

Dedicou-se com grande empenho à evangelização das zonas rurais e em grande parte pagãs. Fundou uma sociedade sacerdotal inspirada no modelo monástico da qual sairam importantes bispos e santos.

Santo Eusébio de Vercelli por opor-se ao Arianismo que buscava erroneamente negar a divindade de Cristo, foi exilado com outros santos Bispos pelo imperador Constâncio.

Despachado com algemas para a Palestina, Eusébio sofreu torturas e sobreviveu por seis anos fechado numa prisão. Quando liberto aproveitou para visitar as Igrejas do Oriente. Ao voltar foi acolhido como vencedor pelos irmãos no Episcopado, Clero e todo o povo até entrar no Céu em 370, venceu o Arianismo com Santo Hilário e unificou as Igrejas.

A Igreja celebrava a sua memória litúrgica em 16 de dezembro, mas o Papa Paulo VI em 1969, com a reforma do calendário litúrgico, transferiu a sua comemoração para o dia 2 de agosto como memória facultativa.

Bento XVI sobre ele disse: 

“O pastor e os fiéis da Igreja estão no mundo mas não são do mundo. Por isso, os pastores devem exortar a seus fiéis a não considerar as cidades do mundo como sua morada estável, mas a buscar a definitiva (…) Jerusalém celestial (…) Esta decisão permite aos pastores e aos fiéis a salvaguardar a escala justa de valores, sem dobrar-se nunca às modas do momento e às injustas pretensões do poder político. (…) Por isto, eusébio recomendava sempre aos seus fiéis ‘guardar com especial esmero a fé, manter a concórdia e a ser assíduos na oração'”. (Alocução de 17 out. 2007, praça de S. Pedro – VISnews 071017‏)

Santo Eusébio de Vercelli, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Santo do Dia: Beato Bartolomeu dos Mártires

Hoje celebramos de modo especial o Beato Bartolomeu dos Mártires (mártires é um bairro de Lisboa, Portugal) que participou do Concilio de Trento, dedicou-se para a formação dos novos sacerdotes fundando o Seminário. Será que hoje em dia, nos seminários que temos os jovens são preparados conforme o que João Paulo II disse ao beatificar o bispo Bartolomeu dos Mártires?

Vamos conhecer a história deste Santo hoje!

Beato Bartolomeu dos Mártires

Beato Bartolomeu dos Mártires

Nasceu em Lisboa (na freguesia dos Mártires), em 3 de Maio de 1514 e entrou para a ordem dominicana com 14 anos apenas. Foi feito arcebispo de Braga em 1559. Entre 1561 e 1563, participou no Concílio de Trento. Resignou em 1582, tendo-se recolhido ao Convento de Santa Cruz, em Viana do Castelo, onde morreria em 1590.

Abaixo um trecho do discurso de João Paulo II no dia da sua beatificação:

“O Beato Bartolomeu dos Mártires, dominicano por vocação e ideal de vida, ardia de zelo pela causa de Deus, que é a salvação dos homens, iluminando-lhes o caminho com o Evangelho. Fiel à norma apostólica, “entrega-se assiduamente à oração e ao serviço da palavra” (cf. At 6, 4), arrastando consigo o clero: promove a sua formação permanente, ao seu alcance poe meios para pregar ao povo e funda o Seminário para preparar dignamente os futuros sacerdotes.

Beato Bartolomeu dos Mártires, rogai por nós!

O Seminário era apenas uma das medidas da reforma preconizada pelo Concílio de Trento, a cuja realização o Beato Arcebispo se consagrou de alma e coração, não sem obstáculos, alguns com ressonância em Roma. O Papa Pio IV assim respondeu, falando de Dom Frei Bartolomeu: “Tal satisfação nos deu, no tempo que participou no Concílio, com a sua bondade, religião e devoção, que o ficámos tendo em grande conta, com tamanho conceito da sua honra e virtude que não poderão alterá-lo queixumes de ninguém” (Carta ao rei de Portugal, Cardeal Dom Henrique). Ontem pude assinalar, com o ato da sua beatificação, estes sentimentos do meu Predecessor. Saúdo a Igreja de Lisboa, que lhe deu o berço, e a de Viana do Castelo, que o acolheu nos seus últimos anos e conserva a relíquia venerável do seu corpo; saúdo a Arquiodiocese bracarense na sua extensão de então e Portugal inteiro, que ele serviu e amou, sobretudo na pessoa dos pobres.”

Em 1702 o Arcebispo D. João de Sousa mandou organizar o processo relativo à heroicidade das suas virtudes e aos milagres atribuídos à sua intercessão. Ficou concluído felizmente em 1845, pela promulgação do Decreto sabre a heroicidade das suas virtudes. Foi beatificado por João Paulo II no dia 4 de Novembro de 2002.

Há, em várias línguas, numerosas biografias de D. Fr. Bartolomeu dos Mártires. A mais conhecida é a do clássico Fr. Luís de Sousa, da Ordem dominicana.

Beato Bartolomeu dos Mártires, rogai por nós!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

Oração Oficial JMJ 2013

O texto abaixo é retirado e adaptado do site: http://www.rio2013.com/pt/

Deu para sentir o gostinho de como será Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Os jovens tomaram as ruas do centro da cidade na noite do dia 13 de julho para proclamar a presença de Jesus em um testemunho autêntico de fé.

Oração Oficial havia acabado ser lançada no Largo da Carioca e a procissão transformou a noite de muitos que estavam Lapa e arredores, tradicional ponto de encontro da noite carioca. O convite, impresso no folheto que contém a oração, com as figuras dos patronos e intercessores, dizia: “Eles decidiram ser discípulos de Jesus. Você pode ser discípulo também!”. Para os jovens foi ‘missão dada, missão cumprida’.

Era palpável o amor à JMJ e o desejo de estarem prontos para acolher o mundo inteiro, que naquele momento já se unia ao Rio, através da oração nas diversas línguas, partilhada nas redes sociais.

Conduzidos à frente pelos rostos dos patronos e intercessores e guiados pelo pastor da Igreja no Rio, o arcebispo e o presidente do Comitê Organizador Local (COL), Dom Orani João Tempesta, os jovens cantaram e rezaram sem parar até a Igreja de Sant’Ana, onde teve prosseguimento a 9ª Vigília dos Jovens Adoradores.

Para Sílvia Amoedo, 27 anos, voluntária na Nossa Senhora da Paz, a noite não foi só de oração, mas de muita animação. “Essa minha alegria faz parte da contagem regressiva desde o anúncio feito em Madri”. A jovem chamou atenção para o encontro nos Arcos da Lapa. “Foi o ponto alto da noite. O contraste da geração de Cristo e os que ainda não se encontraram com Ele… A presença de Dom Orani e a santa audácia de um bispo que não temeu a noite… senti que era Cristo confortando aquela juventude. Essa juventude aqui hoje, reunida, deve ser e já é o anúncio de Deus. A juventude é o próprio anúncio!”, afirmou Sílvia.

Um dos momentos fortes da procissão em frente à Cruz Vermelha e o Instituto Nacional do Câncer (Inca), momento em que todos ficaram em silêncio para a benção do arcebispo aos enfermos.

Antonio Marcos disse que ficou impressionado com a presença dos bispos na procissão. “O que mais me marcou foi quando paramos no Inca. Só então eu percebi que Dom Orani estava o tempo todo lá”, comentou.

Já no santuário Dom Orani convidou os jovens a não deixarem o entusiasmo apagar. “Somos chamados a viver a cada dia aquilo que vivemos juntos hoje; de maneira profunda viver a firmeza da fé. Estamos chamados a estar sempre disponíveis”, disse ele ao encerrar a missa.

“Só consegue fazer discípulo, aquele que aprendeu a ser discípulo”

O clima de contagem regressiva para a Jornada não terminou com a procissão. Dentro do Santuário de Adoração Perpétua, banners em pelo menos sete línguas distintas, divulgavam a Oração Oficial, simbolizando a unidade que ela representa.

O ministério Aliança de Misericórdia animou a primeira parte da vigília. Às 2h, a equipe de retiro Fonte de Vida, do Vicariato Suburbano, assumiu o louvor até às 6h.

“Este é um momento solene, porque o jovem está fazendo história na Igreja”, disse Pitter D’Laura, da Canção Nova, que conduziu a pregação onde destacou o tema da JMJ Rio2013: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”. Entoando a música “Amigos para sempre”, ele disse que temos que nos espelhar na relação de confiança de Pedro com Jesus. “Ninguém é feliz sozinho. Só consegue fazer discípulo, aquele que aprendeu a ser discípulo. Só consegue fazer discípulo, aquele que aprendeu a ser discípulo.”, ressaltou.

Pitter falou ainda da importância de rezar e falar de Deus nessa caminhada que falta até a Jornada. “Ide! A palavra de Deus é clara. Ele não diz como, só pede que a gente vá. Não é preciso saber falar bem, é preciso saber ouvir. Feliz aquele que já estendeu um ombro e fez diferença na vida de alguém.”, completou.

Na sua pregação, ele ainda conscientizou os jovens adoradores sobre a responsabilidade de sediar um evento tão grande. “Foi providencial a JMJ ser aqui, Deus não quer gente perfeita, mas sim amigos para ajudá-lo a evangelizar, um povo parceiro como o povo do Rio de Janeiro”, enfatizou.

Kit vigília

Quem foi pela primeira vez à vigília, promete voltar mais vezes e ainda dá dicas de como aproveitar o momento até às 6h. “Eu vou voltar sempre e ainda quero trazer uma amiga de Cabo Frio para ela conhecer e rezar junto comigo. Acordei cedo hoje para trabalhar, mas dá para ter uns truques para persistir até o fim. Basta dar um cochilo de 20 minutos e isso revigora a gente. Nas próximas vou montar um kit vigília: vou trazer minha manta, um travesseiro compacto e um lanchinho.”, brinca Celso Luis Felix, 28 anos, do grupo jovem Cristo Rei, em Vaz Lobo, Vicariato Suburbano.

André Luis de Sousa, 23 anos, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Niterói, conta que a vigília é um de seus propósitos com Deus “Eu vou vir a todas as vigílias até a jornada. Só através da oração que tudo vai acontecer como Deus quer. A Oração Oficial é perfeita. Eu entendo que é como se estivéssemos dando boas vindas a quem vem para o Rio. Agora estou na expectativa do hino”, revela o jovem.

Pitter afirmou que a melhor forma de evangelização é por contágio. E o ônibus com 48 jovens vindos de Barbacena, Minas Gerais, foi uma prova disso. “Nós enfrentamos essa viagem e viemos direto para cá. Agora partimos para o acampamento Thalita Kum. Não podemos vir sempre por causa da distância, mas sem dúvida estaremos juntos pela oração”, acredita Aline Milene Garcia, ministra externa do Arco-Íris, segunda ala da Aliança de Misericórdia.

Oração Oficial da JMJ 2013:

Ó Pai, enviaste o Teu Filho Eterno para salvar o mundo e escolheste homens e mulheres para que, por Ele, com Ele e nEle, proclamassem a Boa-Nova a todas as nações. Concede as graças necessárias para que brilhe no rosto de todos os jovens a alegria de serem, pela força do Espírito, os evangelizadores de que a Igreja precisa no Terceiro Milênio.

Ó Cristo, Redentor da humanidade, Tua imagem de braços abertos no alto do Corcovado acolhe todos os povos. Em Tua oferta pascal, nos conduziste pelo Espírito Santo ao encontro filial com o Pai. Os jovens, que se alimentam da Eucaristia, Te ouvem na Palavra e Te encontram no irmão, necessitam de Tua infinita misericórdia para percorrer os caminhos do mundo como discípulos-missionários da nova evangelização.

Ó Espírito Santo, Amor do Pai e do Filho, com o esplendor da Tua Verdade e com o fogo do Teu Amor, envia Tua Luz sobre todos os jovens para que, impulsionados pela Jornada Mundial da Juventude, levem aos quatro cantos do mundo a fé, a esperança e a caridade, tornando-se grandes construtores da cultura da vida e da paz e os protagonistas de um mundo novo. Amém!

Siga-nos e fique por dentro das novidades: