Santo do Dia: São Nicolau

O Natal vem vindo, vem vindo o Natal… Uma das músicas mais tocadas e uma figura que a cada dia mais toma o lugar do menino pobre mas Rei que nasceu na pobreza e dela fez escolha por toda a vida. Hoje o Santo do Dia é para pensarmos que o “Papai-Noel” não é o mais importante do Natal. E que São Nicolau nem de longe se parece com a figura que encontramos hoje!

São Nicolau, rogai por nós!

São Nicolau, rogai por nós!

São Nicolau

São Nicolau, muito amado pelos cristãos e alvo de inúmeras lendas.

Nicolau nasceu na Ásia Menor, pelo ano de 275, filho de pais ricos, mas com uma profunda vida de oração. Tornou-se sacerdote da diocese de Mira, onde com amor evangelizou os pagãos, mesmo no clima de perseguição em que viviam os cristãos.

São Nicolau é conhecido principalmente pelo seu amor para com os pobres, já que ao receber por herança uma grande quantia de dinheiro, livremente partilhou com os necessitados. Certa vez, Nicolau, sabendo que três pobres moças não tinham os dotes para o casamento e por isso o próprio pai, na loucura, lhes aconselhou a prostituição, atirou pela janela da casa das moças três bolsas com o dinheiro suficiente para os dotes das jovens. Daí que nos países do Norte da Europa, através da fantasia, tenham visto em Nicolau o velho de barbas brancas que leva presentes às crianças no mês de dezembro.
Sagrado bispo de Mira, Nicolau conquistou todos com a sua caridade, zelo, espírito de oração, e carisma de milagres.

Historiadores relatam que, ao ser preso, por causa da perseguição dos cristãos, Nicolau foi torturado e condenado à morte, mas felizmente salvou-se em 313, pois foi publicado o edital de Milão que concedia a liberdade religiosa.
São Nicolau participou no Concílio de Niceia, onde Jesus foi declarado consubstancial ao Pai. Partiu para o céu em 342 ao morrer em Mira com fama de santidade e de instrumento de Deus para que muitos milagres chegassem ao povo.

São Nicolau é padroeiro dos estudantes. E  é cultuado em Guimarães, Portugal. Pelo menos desde 1664 (ano da construção da Capela de São Nicolau) que existem indícios da realização das festas em sua honra, pelos estudantes daquela cidade, também chamados de nicolinos.

Estudantes que pouco mais tarde, em 1691, constituíram a Irmandade de São Nicolau, nessa data tendo aprovado os seus estatutos.

Em honra a São Nicolau, padroeiro dos estudantes, realizam-se em Guimarães as Festas Nicolinas, uma das mais antigas celebrações académicas do Mundo, que têm início no dia 29 de Novembro e têm como seu dia mais importante, precisamente o dia 6 de Dezembro (antigo dia dedicado a São Nicolau, por ser o dia do seu falecimento), em que se realizam as Maçãzinhas, número nicolino claramente inspirado na lenda de São Nicolau que salvou as filhas de um estalajadeiro[carece de fontes].

O culto de São Nicolau é próprio dos países da Europa Central, conhecendo em Guimarães (Portugal), também a sua implantação na Península Ibérica.

São Nicolau, rogai por nós!

Anúncios

Notícia:: Papa: Dignidade mais profunda do homem é ser criança de Deus

Da Rádio Vaticana

O Papa teve seu primeiro encontro público de 2012 com os fiéis na manhã desta quarta-feira, na Sala de audiências Paulo VI, no Vaticano.

Bento XVI saudou os peregrinos e fez sua catequese em várias línguas, inclusive em português. Ele começou fazendo votos a todos de um ano novo repleto de alegrias e explicando alguns aspectos próprios das festividades de Natal.

“A primeira reação diante do extraordinário evento de Deus que se faz criança é a alegria, que surge da contemplação do rosto desta criança humilde, porque sabemos que é o rosto de Deus, que estará para sempre presente em nossa humanidade”.

O Pontífice prosseguiu discorrendo: “A teologia e a espiritualidade do Natal indicam este mistério como um ‘admirável intercâmbio’ entre Deus e o homem: o Verbo assume nossa humanidade e a natureza humana, por sua vez, eleva-se à dignidade divina. E é na Eucaristia que se concretiza realmente esta ‘troca’”.

“Natal é alegria porque Deus é o bem, a verdade, o caminho do homem; revela ao homem a sua dignidade mais profunda: a de ser criança de Deus” 

A Liturgia nos ensina ainda – e o Papa o expôs – que o Natal é “uma festa de luz”. A chegada de Cristo dissipa as trevas do mundo e o esplendor de Deus se reflete nos rostos dos homens:

“Deixemos que a luz de Cristo ilumine nossos corações e almas, na festa da Epifania, que celebraremos daqui a alguns dias, tomemos consciência de nossa missão e responsabilidade de testemunhar ao mundo a luz do Evangelho”. 

Ouça aqui a Benção do Santo Padre em Português

[audio http://212.77.9.15/audiomp3/00296041.MP3]

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

A todos os nossos leitores: Um Feliz e Santo Natal!

Enfim chegou o Natal! Tempo de celebrar com alegria a Encarnação do Verbo. O Deus que se fez menino, frágil e indefeso, veio habitar no meio de nós! Nós que fazemos o blog Dominus Vobiscum queremos desejar a você um Santo Natal! Que o Verbo possa habitar também no seu coração. Que esse nascimento signifique também vida nova para você e para sua família.

Ouça abaixo o podcast especial que fizemos para esse período natalino. Caso queira rezar conosco enquanto escuta o podcast, clique aqui.

O blog vai fazer um recesso para bem celebrar o Natal. Vamos nos reunir em família para ir a Santa Missa, rezarmos juntos e depois festejarmos a mesa, sempre com muita alegria e amor. Retornamos na segunda feira com a mesma força de sempre.

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Obs.: Continuamos aqui em Osasco a divulgar a oração dos terços nas casas dos irmãos que moram próximos a Paróquia Santa Isabel, levando a imagem de Nossa Senhora da Visitação Peregrina. Se você deseja a oração do Santo Terço em sua casa, entre em contato conosco.

Oração para famílias rezarem juntas na noite de Natal

A oração dessa semana é para ser rezada fundamentalmente na Noite de Natal com a sua família. Essa oração foi feita pelo Padre Luís Erlin – Claretiano, e foi publicada na Revista Ave-Maria. Se você desejar, copie essa oração e faça cópias para rezarem juntos em família. Essa sim é uma prática tradicional da Fé Católica: Oração em família na Noite de Natal.

Menino Santo, que vieste ao mundo para nos salvar,
estamos reunidos para agradecer o dom e a graça de sermos família.
Em torno desta mesa queremos que nossa vida seja partilha.

Neste ano que passou, procuramos viver a harmonia e a concórdia, 
mas nem sempre conseguimos, confessamos que somos limitados,
que temos nossos pecados.

Hoje, queremos celebrar o perdão, 
sabemos que a vida é muito curta, não queremos perder tempo
cultivando as intrigas e as inimizades. 
Por isso, perdoamos a todos os que nos ofenderam 
e suplicamos o perdão de todos a quem ofendemos.

Menino Deus, pedimos também por todos os que não estão aqui hoje, 
nossos amigos e parentes, 
inclusive por aqueles que partiram para nunca mais voltar, 
que sejam todos abençoados.

Expulsa deste lar e de nossas vidas, tudo aquilo que não provém de ti.
Purifica nossas almas para que esta festividade 
nos transforme em criaturas melhores.
E que sempre, em toda circunstância, saibamos reconhecer tua divindade e poder. Que nossa família jamais se afaste de ti.

Louvamos e rendemos graças por cada um aqui presente,
Suas histórias e conquistas.
Senhor, nos propomos construir uma história de amor verdadeira entre nós.

Que no ano que se aproxima possamos todos viver em unidade, sem divisões.
Nossa família, Senhor, quer que tua santa vontade se realize em cada um de nós. Queremos nos consagrar a teu serviço.

Bem-vindo à nossa casa, Santo menino, nasce aqui e agora, 
Faz de nós o teu presépio.

Amém!

Aproveito aqui para desejar a você que nos visita um Feliz e Santo Natal. Que o Menino Jesus faça do seu coração uma manjedoura e nasça dentro Dele. Que a Virgem Santíssima permaneça com você e com sua família, e que este período natalino seja ricamente abençoado para todos nós!

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Notícia:: Divulgada a agenda de Bento XVI para as festividades natalinas e de fim de ano

Da Rádio Vaticana com inserções do Blog Dominus Vobiscum

Você gosta de acompanhar as celebrações do Santo Padre? Eu também e por isso resolvi divulgar aqui as solenidades presididas por Bento XVI para que possamos ficar ligados a tudo que Bento XVI vai nos dizer neste período natalino. Abaixo você pode acompanhar as datas e os acontecimentos.

24 de dezembro – O Papa vai presidir a Missa do Galo na Basílica de São Pedro. A Celebração Eucarística vai ser precedida pela Liturgia da Palavra e do canto da Kalenda, com início às 21h (18h de Brasília). A Missa do Galo será transmitida ao vivo pelo Programa Brasileiro a partir das 21h50min (18h50min de Brasília). Eu gosto de ouvir a homilia de Natal do Santo padre. Acho importante que os católicos o façam, sobretudo se tratando de Bento XVI.

25 de dezembro – O Papa vai dirigir sua mensagem natalícia ao mundo e, no final, concederá a Benção “Urbi et Orbi” (Para a cidade e para o mundo). A partir das 11h50min (8h50min de Brasília) o Programa Brasileiro transmitirá ao vivo a Cerimônia na qual o Papa se dirige ao mundo em mais de 60 idiomas.

31 de dezembro – Para a Solenidade das Vésperas de Maria Santíssima Mãe de Deus o Papa presidirá a Celebração com a exposição do Santíssimo Sacramento, o tradicional canto do hino “Te Deum” de fim de ano e com a Benção de Fim de Ano.

1° de janeiro – Na Solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus, a partir das 9h30min o Papa celebrará a Santa Missa lembrando-se da Jornada Mundial da Paz cujo tema para 2012 é “Educar os jovens à justiça e à paz”. O Programa Brasileiro transmitirá a Celebração a partir das 9h20mim (6h20min de Brasília) direto da Basílica de São Pedro.

6 de janeiro – Solenidade da Epifania do Senhor. O Santo Padre celebrará a Missa na qual vai conferir a Ordenação Episcopal a dois presbíteros: o Núncio Apostólico na Irlanda, Dom Charles Brown e Marek Solczyński, Núncio Apostólico na Geórgia e Armênia. O Programa Brasileiro transmitirá ao vivo, em língua portuguesa, a Solenidade da Epifania a partir das 9h20min (6h20min de Brasília).

8 de janeiro – Na Capela Sistina, Bento XVI celebrará a Festa do Batismo do Senhor, na qual administrará o Sacramento do Batismo a algumas crianças. O Programa Brasileiro transmitirá a Celebração ao vivo, a partir das 9h35min (6h35min de Brasília), direto da Capela Sistina, no Vaticano.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Notícia:: O Papa ensina: Mistério do Natal está em confiar em Deus para acolher a vinda de Cristo

Do ACI Digital com inserções do Blog Dominus Vobiscum

Já estamos na semana do Natal. Ao contrário do que a mídia consumista prega, precisamos preparar nosso coração para comemorar a Encarnação do Verbo. O mundo motiva o ser humano ao consumo: Presentes, comidas, festas e superficialidades. Nós do Blog Dominus Vobiscum, nos unimos a Igreja e queremos que você cuide melhor do seu interior. Lembre-se que é no seu coração que o Senhor vai nascer. Ele é a manjedoura do Menino Deus. Por isso quero postar aqui as palavras do Santo Padre ditas antes do Ângelus de ontem. Segundo o pontífice, o mistério do Natal está em confiar no amor de Deus para acolher a vida divina do Menino Jesus. Leia agora na íntegra!

“Neste quarto e último domingo do Advento, a liturgia apresenta-nos a narração do anúncio do Anjo a Maria. Contemplando o ícone estupendo da Virgem Santa, no momento em que recebe a mensagem divina e dá a sua resposta, somos interiormente iluminados pela luz de verdade que emana, sempre nova, daquele mistério. Em particular, gostaria de deter-me brevemente na importância da virgindade de Maria, no fato de que Ela concebeu Jesus permanecendo virgem.

No pano de fundo do acontecimento de Nazaré está a profecia de Isaías. “Uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco” (Is 7,14). Essa antiga promessa encontrou cumprimento superabundante na Encarnação do Filho de Deus. De fato, não somente a Virgem Maria concebeu, mas o fez por obra do Espírito Santo, isto é, de Deus mesmo. O ser humano que começa a viver no seu ventre partilha da carne de Maria, mas a sua existência deriva totalmente de Deus. É plenamente homem, feito de terra – para usar o símbolo bíblico –, mas vem do alto, do Céu. O fato de que Maria conceba permanecendo virgem é, portanto, essencial para o conhecimento de Jesus e para a nossa fé, porque testemunha que a iniciativa foi de Deus e, sobretudo, revela quem é o concebido. Como diz o Evangelho: “Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus” (Lc 1,35). Nesse sentido, a virgindade de Maria e a divindade de Jesus se garantem reciprocamente.

Eis porque é tão importante aquela única pergunta que Maria, “muito perturbada”, dirige ao Anjo: “Como se fará isso, pois não conheço homem?” (Lc 1,34). Na sua simplicidade, Maria é sapientíssima: não duvida do poder de Deus, mas quis compreender melhor a sua vontade, para configurar-se completamente a essa vontade. Maria é infinitamente superada pelo Mistério, mesmo que ocupe perfeitamente o lugar que, ao centro desse, lhe foi dado. O seu coração e a sua mente são plenamente humildes, e, exatamente pela sua singular humildade, Deus espera o “sim” dessa jovem para realizar o seu projeto. Respeita a sua dignidade e a sua liberdade. O “sim” de Maria implica o conjunto de maternidade e virgindade, e deseja que tudo n’Ela dirija-se para a glória de Deus, e para que o Filho que nascerá d’Ela possa ser todo dom de graça.

Queridos amigos, a virgindade de Maria é única e irrepetível; mas o seu significado espiritual diz respeito a cada cristão. Esse, substancialmente, está ligado à fé: de fato, quem confia profundamente no amor de Deus, acolhe em si a Jesus, a sua vida divina, pela ação do Espírito Santo. É esse o mistério do Natal! Desejo a todos vós que o vivam com íntima alegria”.

Para ajudar você a se preparar para este dia tão especial para nós cristãos, estou preparando um podcast muito especial para você amigo leitor e visitante do blog. Aguarde e confira!

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:
  

AVISO:: Estamos assumindo aqui no blog Dominus Vobiscum uma campanha de oração pela Jornada Mundial da Juventude. A proposta é que todo católico reze um terço por dia de hoje até o evento que acontecerá em 2013 no Rio de Janeiro. Você topa o desafio?

Notícia:: Presépio da Praça de São Pedro será dedicado à Virgem Maria

Da ACI Digital

Este ano, a representação do Nascimento na Praça de São Pedro está dedicada à Virgem Maria em homenagem à recente beatificação de João Paulo II, grande devoto da Mãe de Deus e da Igreja.

Junto ao Portal de Belém, que será inaugurado este 24 de dezembro, foi reconstruído um templo e algumas casas retratando os ambientes palestinos da época, nas que se plasmam cenas da vida de Maria desde a Anunciação até o encontro com sua prima Isabel ou a apresentação de Jesus no Templo. A árvore de Natal é um abeto vermelho de 30,5 metros de alto e cujo tronco tem 56 centímetros de diâmetro. Seus ramos, mais de 700, serão adornados com 2.500 bolas de cores ouro e prata, e as luzes que o iluminarão serão brancas e amarelas.

O abeto, um presente da República da Ucrânia, será colocado em seu lugar no dia 5 de dezembro e será inaugurado no dia 16 de dezembro na presença dos bispos católicos dessa nação. As figuras do portal são as mesmas que utilizou São Vicente Pallotti em 1842 para o Presépio da basílica romana de Sant’Andrea della Valle.

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Obs.::Começamos o Apostolado de N.S. da Visitação Peregrina na Paróquia Santa Isabel de Osasco. Estamos visitando as casas dos irmãos nas terças feiras para Recitar o Terço e estimular a oração entre as famílias. Agende um cenáculo em sua casa!

Estudo sobre o Nascimento de Jesus:: Por que Jesus veio como uma criança?

“Tornar-se criança” em relação a Deus é a condição para entrar no Reino; para isso é preciso humilhar-se, tornar-se pequeno; mais ainda: é preciso “nascer do alto” (Jo 3,7), “nascer de Deus” para tornar-nos filhos de Deus.(CIC§526)

Pax Domini! Continuamos aqui estudando o dia do nascimento de Jesus. Estamos tentando identificar os traços, os detalhes, os sinais que giram em torno desse dia. Como tenho atestado aqui no blog, e certamente não é muita novidade para vocês, a vida de Jesus é cheia de sinais, de entrelinhas que quando identificamos, temos ali um grande ensinamento. E um detalhe importante que a Igreja identifica e assinala para nós é o fato de Jesus ter vindo ao mundo como uma criança.

Você já parou para pensar no porque disso?

Jesus poderia ter vindo ao mundo de diversas maneiras, inclusive nem precisaria se tornar homem para vir ao mundo. Aliás, naquela época dentre tantas crenças a respeito do Messias, se esperava que ele viesse como um grande guerreiro armado e imbatível. Mas Deus contrariou a tudo e a todos. O Messias veio menino. Veio frágil e indefeso.

Jesus veio ao mundo como crianças, para que nós possamos imitá-lo e também nos tornamos crianças. E mais na frente, quando adulto, o próprio Jesus veio dizer que para entrar no Reino é preciso tornar-se criança. É preciso nascer de novo. É preciso buscar a pureza. A inocência.

Enquanto o mundo nos ensina a malícia e a maldade, nos ensina a sermos “espertos”e passarmos os outros para trás, Jesus nos ensina que precisamos ser crianças. E a criança é pura, sem maldade, sem malícia. Às vezes, eu me sinto muito incapaz. As feridas do mundo, as dores, as coisas que vivi, são marcas que só o próprio Cristo é capaz de curar. Essa incapacidade é real. Sem Jesus, nunca poderemos ser puros.

O post de hoje me inspirou a rezar para que Jesus me torne como criança. Preciso pedir ao Senhor que Ele me cure. Retire de mim as maldades e as impurezas que infelizmente vivi antes de conhecer a Jesus Cristo. E se hoje eu me sinto inspirado a rezar assim, quero convidar você a rezar junto comigo. Vamos juntos buscar a essência da pureza, a essência do ser pequeno. Vamos pedir ao Senhor a graça de nascer de novo, nascer do alto. Assim, ganharemos o céu.

Dominus Vobiscum

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

Estudo sobre o Nascimento de Jesus:: Vivendo bem o tempo presente

Ao celebrar cada ano a liturgia do Advento, a Igreja atualiza esta espera do Messias: comungando com a longa preparação da primeira vinda do Salvador, os fiéis renovam o ardente desejo de sua Segunda Vinda. Pela celebração da natividade e do martírio do Precursor, a Igreja se une a seu desejo: “É preciso que Ele cresça e que eu diminua” (Jo 3,30). (CIC§524)

Embora estejamos no Tempo Comum (um tempo riquíssimo por sinal que precisa ser bem vivido) estamos seguindo a proposta deste blog: Estudar parágrafo por parágrafo o Catecismo da Igreja Católica. Atualmente estamos estudando os parágrafos relativos ao nascimento de Cristo. Por isso é necessário retomar um outro tempo litúrgico da nossa Igreja – O Advento. Mas vamos tentar juntar os dois tempos nesse post.

O Catecismo nos ensina que quando vivemos um tempo litúrgico, atualizamos em nós aquilo que se vive naquele tempo. Por isso precisamos viver bem os tempos litúrgicos que a Igreja nos oferece. Quando vivemos o Advento, estamos atualizando em nós, não só os fatos mais os ensinamentos de Deus para nós através desses fatos. E como sempre digo, tudos os acontecimentos narrados na palavra de Deus, estão cobertos de significados e ensinamentos. Viver o advento é viver a expectativa de um povo, que aguardou por tanto tempo o Messias. Viver o advento é celebrar o nascimento e o martírio de João Batista. É recordar e reviver a humildade de Nossa Senhora em dizer eis-me aqui, que seja feita a vontade do Senhor. É o tempo de irmos com Maria pelas montanhas para visitar e servir Isabel…

Eu vejo as pessoas passarem pelos tempos litúrgicos que a Igreja nos oferece como mais uma coisa. Não pode ser assim. Precisamos estar inteiro nos tempos litúrgicos. Assim como precisamos viver bem a quaresma para chegarmos bem a Páscoa, precisamos viver bem o Advento para chegarmos ao Natal. Sem isso, o Natal passa por nós. Deixamos de celebrar bem o nascimento de Cristo e vivemos um dia de festa igual a outros dias de festa.

Por outro lado, vivemos a eterna expectativa da vinda de Cristo. Não sabemos como ou quando o Senhor virá e por isso esperamos. Mesmo estando no tempo comum, essa espera, essa expectativa precisa estar presente em nós. Viver o tempo presente de forma eficaz é viver bem o tempo litúrgico no qual nos encontramos e ao mesmo tempo, viver a expectativa do Senhor que vem.

Pax Domini

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

Estudo sobre o Nascimento de Jesus:: Austeridade: Uma palavra que precisa ser vivida por todos os evangelizadores

São João Batista é o precursor imediato do Senhor, enviado para preparar-lhe o caminho.”Profeta do Altíssimo” (Lc; 1,76), ele supera todos os profetas, deles é o último, inaugura o Evangelho; saúda a vinda de Cristo desde o seio de sua mãe e encontra sua alegria em ser “o amigo do esposo” (Jo 3,29), que designa como “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1,29). Precedendo a Jesus “com o espírito e o poder de Elias” (Lc 1,17), dá-lhe testemunho por sua pregação, seu batismo de conversão e, finalmente, seu martírio. (CIC§523)

Muitos personagens cercam o nascimento de Cristo. São José, a Santíssima Virgem Maria, os pastores, os magos do oriente… Porém é preciso que se destaque a figura de alguém que nasceu pouco antes de Jesus e que teve um papel fundamental no ministério de Jesus: João, o Batista. Ele veio para preparar o caminho para Jesus. Ele veio para anunciar que o tempo da salvação chegou.

A figura de João Batista sempre me chamou a atenção. Talvez pela sua austeridade, coisa que admiro tanto, – Talvez pela sua verdade e pela sua confiança em Deus… O fato é que eu o admiro. A sua missão é uma missão bela e árdua. Preparar o caminho do Senhor.

Não seria essa a missão de cada um de nós? Afinal como cristãos, estamos esperando a sua segunda vinda. E embora não saibamos o dia e nem a hora, podemos ver que a cada dia que passa esse dia se aproxima cada vez mais. E nós temos a missão de preparar a vinda do Senhor nos dias de hoje. Vivemos tempos difíceis. As pessoas precisam conhecer o Salvador. Não precisamos nós apresentá-lo?

Às vezes temos impulso de fazê-lo, mas nos falta coragem, decisão, determinação… Muitas vezes até fazemos um bom anúncio, mas a nossa vida não ajuda. E ai entra essa tal austeridade.

Mas o que seria austeridade? Segundo o Dicionário On-line Priberam Austeridadesignifica rigor de disciplina, severidade, inflexibilidade de caráter, entre outros. Para mim falar de João Batista é falar de um homem altamente disciplinado, com um carater digno e severo consigo mesmo. É difícil anunciar o Senhor sem ao menos buscar tais qualidades. Pois muitas vezes a palavra que anunciamos cai em descrédito pelos nossos atos.

Eu infelizmente ainda estou longe de ser um homem disciplinado. Estou longe de ser um homem austero. Mas estou tentando ser. Entre altos e baixos (e como existem baixos), Deus tem me formado para ser um homem austero e firme. Essa mesma firmeza, essa mesma austeridade, podemos enxergar em São José, pai adotivo de Jesus, que teve a sua festa no dia de ontem.

Hoje fica o convite: Sermos austeros. Buscarmos uma disciplina de vida, de oração… Revermos o nosso carater. Somos evangelizadores. Precisamos que a nossa vida confirme as nossas palavras. Eu me proponho a tentar. E você?

Dominus Vobiscum


Siga-nos e fique por dentro das novidades: