Quem eram os padres do deserto?

"Nada pode haver mais útil para o cristão, do que pensar todos os dias: Hoje começo a servir a Deus, e o dia de hoje pode ser o meu último." (Santo Antão)

Chamamos de Padres do Deserto um grupo influente de eremitas e cenobitas dos séculos III e IV que se estabeleceram no deserto egípcio. Eles foram os primeiros monges da Igreja Católica. Segundo os historiadores, Paulo de Tebas é o primeiro eremita do qual se tem notícia a estabelecer a tradição do ascetismo e contemplação monástica e Pacômio de Tebaida é considerado o fundador do cenobitismo, do monasticismo primitivo.

Porém o grande Pai do Monaquismo Oriental é o venerado Antão do Egito que começou as várias colônias de eremitas na região central. Ele se tornou o protótipo do monge religioso da Igreja oriental, uma fama causada em virtude dos escritos de Santo Atanásio sobre ele.

Os Padres do Deserto tiveram uma enorme influência no desenvolvimento do cristianismo primitivo. As comunidades monásticas do deserto que cresceram destes encontros informais de monges eremitas se tornaram o modelo para o monasticismo cristão. A tradição monástica oriental, representada em Monte Atos, e ocidental, sob a Regra de São Bento, foram ambas fortemente influenciadas pelas tradições iniciadas no deserto.

Talvez devido a esse testemunho de busca intensa a vontade de Deus, muitas pessoas saiam das cidades e iam a sua procura em busca de direção espiritual para suas vidas e seus problemas. Muitos desses conselhos foram coletados em um trabalho chamado “Paraíso” ou “Apotegmas dos Padres” (Por Emily K. C. Strand, tradução Jandira). A partir de agora vamos começar a escrever aqui no blog Dominus Vobiscum sobre esses grandes homens da nossa Igreja que são tão pouco conhecidos aqui no nosso país! Espero que você goste!

Siga-nos e fique por dentro das novidades:

  

Anúncios

18 comentários sobre “Quem eram os padres do deserto?

  1. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Abraão « Dominus Vobiscum

  2. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Agatão « Dominus Vobiscum

  3. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Ammoes « Dominus Vobiscum

  4. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Abade Antônio « Dominus Vobiscum

  5. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Arsênio « Dominus Vobiscum

  6. Pingback: Padres do Deserto: Sentença do Pai Daniel sobre a Eucaristia « Dominus Vobiscum

  7. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Evágrio « Dominus Vobiscum

  8. Pingback: Padres do Deserto: Histórias diversas I « Dominus Vobiscum

  9. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Isidoro « Dominus Vobiscum

  10. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão I « Dominus Vobiscum

  11. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão II « Dominus Vobiscum

  12. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai João, o anão III « Dominus Vobiscum

  13. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Macário « Dominus Vobiscum

  14. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Pastor « Dominus Vobiscum

  15. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Pastor II « Dominus Vobiscum

  16. Pingback: Padres do Deserto: Sentenças do Pai Poemen « Dominus Vobiscum

  17. Gostaria de ler sobre a questão da ortodoxia dos monges beneditinos e outros. Gosto muito da postura dos monges, sua fé, piedade e a forma como celebram a missa. Tenho ido ao Mosteiro da Transfiguração em Santa Rosa-RS e gostaria de saber mais sobre eles. Grata Gloria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s